Avião russo poderá ter sido sequestrado, satélite militar detetou foco de calor

Maxim Grigoriev / EPA

-

Alguém poderá ter conseguido ganhar controle do avião Airbus A321 da companhia russa Metrojet, para o fazer despenhar intencionalmente, disse na terça-feira à Sputnik News o ex-presidente do Comité de Análise de Acidentes da Federação Internacional de Pilotos de Linhas Aéreas, Dale Leppard.

“O relatório do acidente, que revela que a aeronave subia e descia alternadamente de forma rápida, parece indicar que havia problemas graves de controle do avião, ou que alguém que não o piloto tomou o controle e fazia tentativas de despenhar o avião”, disse Dale Leppard à Sputnik News.

Leppard está envolvido na investigação de acidentes aéreos há mais de 45 anos e trabalhou como consultor na área há mais de 4 décadas.

“A aeronave desfez-se em pedaços bastante antes de chocar com o solo, porque se encontram corpos e destroços a distâncias de quase 5 km do local do acidente”, disse Leppard.

“Encontrámos uma menina de três anos de idade a 8 km de distância do local” dos destroços principais, disse no domingo um porta-voz das autoridades egípcias.

Tal significa que a hipótese de um engenho explosivo ter sido instalado a bordo do avião não deve ser descartada.

O relatório, com base nos dados das caixas pretas do A321 russo, estará pronto dentro de uma a quatro semanas, disse terça-feira o porta-voz do governo egípcio, Hossam Kawish.

Satélite militar detetou foco de calor no momento do acidente

Um satélite militar dos Estados Unidos detetou um foco de calor proveniente do Airbus A321 russo que no sábado se despenhou no deserto do Sinai, no Egito, noticiou a televisão norte-americana CNN.

Os serviços de informações, tanto norte-americanos como egípcios, descartaram a hipótese de o aparelho ter sido atingido por um míssil disparado do solo, como reivindicou um grupo com ligações aos extremistas do Estado Islâmico.

Mas responsáveis da administração norte-americana disseram esta terça-feira à CNN que um satélite militar detetou um foco de calor no momento do acidente, o que “sugere um acontecimento catastrófico” durante o voo.

Entre as causas possíveis, segundo os analistas, estão a explosão de uma bomba no interior do aparelho, a explosão de um motor, um foco de incêndio provocado por um problema estrutural do avião ou o embate de destroços no solo.

Sergey Korovkin 84 / Wikimedia

Airbus A321-231 da MetroJet / Kogalimavia

No passado sábado, 31, um Airbus A321 pertencente à empresa russa Metrojet, marca da companhia mãe Kogalymavia, saiu do aeroporto da cidade balneária de Sharm el-Sheikh, no Egito, rumo ao aeroporto de Pulkovo, em São Petersburgo, na Rússia.

Quando atravessava o céu sobre a península do Sinai, a aeronave desapareceu dos radares e deixou de responder aos controladores de voo.

23 minutos depois, confirmou-se a queda do avião, que foi encontrada espalhada em pedaços no solo.

Todos os 217 passageiros e 7 membros da tripulação morreram.

 

ZAP / SN / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …

Vacina da Johnson & Johnson considerada eficaz pelos Estados Unidos

O regulador norte-americano, a Food and Drug Administration, aprovou a vacina produzida pela Johnson & Johnson para utilização de emergência em todo o país. A vacina de dose única da Johnson & Johnson contra a covid-19 …

Banco de Portugal alerta sobre investimento em Bitcoin e outras criptomoedas

O Banco de Portugal (BdP) lançou esta quarta-feira um novo aviso aos consumidores sobre os riscos relativos ao investimento em bitcoin e outras criptomoedas, devido à "recente volatilidade observada nos preços de determinados ativos virtuais". "Não …

Sismo de magnitude 5,7 perto da capital da Islândia

O epicentro do terramoto, registado às 10:05 (mesma hora em Lisboa), situa-se perto do Monte Keilir, na Islândia. Um sismo de magnitude 5,6 abalou esta manhã o sudoeste da Islândia, incluindo a capital, Reiquejavique, sem vítimas …

Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, diz Durão Barroso

O antigo primeiro-ministro e antigo presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, acredita que Portugal terá de pedir mais fundos a Bruxelas, considerando que a crise será mais grave que o que está atualmente previsto. Em entrevista …

Maioria dos portugueses quer manter escolas fechadas (e quase metade defende encerramento até à Páscoa)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias, Diário de Notícias e TSF revela que a maior parte dos portugueses defende o prolongamento do encerramento das escolas. A eventualidade de voltar a reabrir as escolas …

Costa anuncia apoio a recandidatura de Guterres à ONU. EUA querem voltar à instituição

O primeiro-ministro António Costa formalizou, esta quarta-feira, o apoio de Portugal à recandidatura de António Guterres a secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que ocupa o cargo desde 2016. "António Guterres serviu de forma exemplar …

PS e PSD vão chumbar audição do presidente do Tribunal Constitucional requerida pelo PAN

O PS e o PSD vão votar contra o requerimento do PAN para chamar o presidente do Tribunal Constitucional, João Caupers, à comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, por considerarem que não é competência do parlamento …

Mais 1480 infetados com covid-19 e 50 mortes em Portugal

Nas últimas 24 horas, Portugal registou 50 mortes e 1.480 novos casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, foram confirmados mais 1.480 novos casos de infeção …