Avião da Chapecoense não tinha combustível. Tripulação sabia e ignorou

Cleberson Silva / Chapecoense

De acordo com o inquérito final ao acidente com o avião que transportava a equipa da Chapecoense e que matou 71 pessoas em novembro de 2016 a tripulação sabia que o avião tinha menos 2300 quilos de combustível e ignorou.

A 28 de novembro de 2016 o avião que transportava a equipa brasileira de futebol Chapecoense despenhou-se na Colômbia, provocando a morte de 71 pessoas.

A investigação ao acidente, que durou um ano e cinco meses, culminou esta sexta-feira com a apresentação pela Aeronáutica Civil da Colômbia das conclusões do relatório, que apontam que foi a falta de combustível que provocou o acidente.

De acordo com o Observador, o relatório avança que o combustível na aeronave não era suficiente para realizar o voo entre Santa Cruz e Medellín e a tripulação sabia disso. O avião descolou com 2302 quilos de combustível a menos do que o necessário.

O British Aerospace 146 que fazia a ligação entre Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e Rionegro, na Colômbia, não cumpriu as normas de segurança internacionais, que estipulam que um voo deve ter combustível suficiente não só para chegar ao aeroporto de destino, mas também para aterrar num aeroporto alternativo em caso de necessidade, e ainda mais 30 minutos de reserva.

40 minutos antes de o avião se despenhar, já tinha sido ativado o modo de emergência. A tripulação ignorou os avisos sonoros e a luz vermelha emitida na cabine. Além disso, o relatório revela também que os pilotos não avisaram o controlo de tráfego aéreo sobre o que se estava a passar. Os motores acabaram por parar e o avião planou até atingir o solo.

A investigação assegura também que toda a tripulação era experiente e apresentava toda a documentação necessária para o voo, embora a companhia aérea boliviana Lamia à qual pertencia o avião estivesse numa situação financeira precária com ordenados em atraso e má organização dos voos.

O relatório avança ainda que a empresa não cumpria os requisitos das autoridades da aviação civil em relação ao abastecimento de combustível.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • E se não fosses ignorante (e não seguisses a “lei do menor esforço”) saberias que o director dessa companhia aérea foi detido e acusado de homicídio!!
      Além disso, essa comparação é muito estúpida porque a morte de 71 pessoas num acidente aéreo não se pode comparar com o facto de alguém não ter carta de carro ou seguro (e que dificilmente dá cadeia!) – a não ser que já haja pena de prisão por palermice!…

      • “…não se pode comparar com o facto de alguém não ter carta de carro ou seguro (e que dificilmente dá cadeia!)…”

        Vem o palonso do Eu! elucidar-nos uma vez mais com os seus disparates jurídicos de casa-de-banho! Então e se o prezado condutor, não devidamente habilitado a fazê-lo, matar 5 ou 6 pessoas num acidente ou numa passadeira? A sua estreita cabeça ainda conflui na mesma conclusão?

  1. Se a tripulação sabia e ignorou é porque bem lá no fundo já tinham algo de loucos e irresponsáveis, a única coisa que tinham a fazer era recusarem voar enquanto não tivessem garantias de tudo estar devidamente conforme as exigências de voo.

RESPONDER

Rui Rio vence segunda volta. Líder reeleito quer "estabilidade, lealdade e unidade"

O presidente social-democrata, Rui Rio, afirmou hoje que espera poder “trabalhar com estabilidade e lealdade”, recusou que o PSD esteja “partido” e vincou estar “a iniciar o momento para marcar a unidade” no partido. O líder …

Gatos não se importam de comer pessoas mortas (e há um estudo que mostra como o fazem)

Uma nova investigação analisou como é que dois gatos selvagens se alimentaram de cadáveres humanos. Os animais mostraram preferência por corpos específicos ao longo de vários dias. No Forensic Investigation Research Station, no estado norte-americano do …

"Árvores dinossauro". Bombeiros australianos conseguiram salvar floresta pré-histórica

Os bombeiros australianos conseguiram salvar dos incêndios uma floresta com árvores pré-históricas localizada no sudeste do país, anunciou o Governo. Em causa estão árvores da espécie Wollemia nobilis, vulgarmente conhecidas como Pinheiro de Wollemi, que se …

Príncipe Harry e Meghan renunciam aos títulos da realeza

O Palácio de Buckingham anunciou, este sábado, um acordo em que o príncipe Harry e a sua mulher renunciaram aos respetivos títulos, abandonando os deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido e …

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …