Avião abatido na Ucrânia poderá ter sido atacado por engano

 

O líder do comando separatista pró-russo Milícia do Povo de Donbass referiu esta quinta-feira, na sua página na rede social russa VK, que um avião “foi abatido” na zona de Torez, perto da cidade de Donetsk – sensivelmente no local e à hora a que o avião da Malaysia Airlines se despenhou.

A mensagem foi publicada cerca de meia hora antes da queda do avião da Malaysian Airlines, levando alguns meios de comunicação social a noticiar erradamente que o grupo estaria a reivindicar o ataque contra o MH 17.

No entanto, Igor Strelkov, o “ministro da Defesa” da auto-denominada República Popular de Donetsk, teria colocado também na sua página de Facebook um vídeo que mostra uma espessa nuvem de fumo no local de impacto do avião.

«Acabamos de abater um AN-26 perto de Snijne», escreveu Strelkov às 13:37 TMG (14:37 de Lisboa).

O vídeo é em tudo semelhante às imagens inseridas no YouTube e identificadas como as da queda do avião das linhas aéreas da Malásia.

Snijne é uma localidade próxima do local onde o avião malaio foi abatido, após desaparecer dos radares às 13:20 TMG.

 

Os rebeldes pró-russos afirmariam posteriormente que o avião malaio foi abatido pelas forças armadas ucranianas, denunciando uma “provocação de Kiev”.

A Ucrânia desmentiu que a sua aviação tenha efetuado quaisquer disparos nesta quinta-feira, e acusou o movimento separatista pró-russo da autoria do que considera “um acto de terrorismo“.

O vídeo de Strelkov e as declarações do comando separatista foram divulgadas pelos serviços secretos ucranianos, que avançaram possuir alegadas gravações de conversas entre dois comandantes rebeldes que provam o seu envolvimento no incidente do avião da Malaysia Airlines.

Não são conhecidos entretanto, até agora, quaisquer indícios de que um avião Antonov 26, ou qualquer outra aeronave além do Boeing 777, tenha sido abatido esta quinta-feira.

Putin culpa Ucrânia

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, atribuiu à Ucrânia a responsabilidade pela queda do avião malaio que se despenhou no leste daquele ex-Estado soviético.

“Não há dúvidas de que o país em cujo território essa terrível tragédia aconteceu tem a responsabilidade”, disse Putin, citado pela agência de notícias Ria Novosti.

“Esta tragédia não teria acontecido se houvesse paz no país, se as operações militares não tivessem sido retomadas no sudeste da Ucrânia”, vincou Putin.

O Boeing 777 da Malaysia Airlines fazia a ligação entre Amesterdão e Kuala Lumpur com 295 pessoas a bordo quando desapareceu dos radares da Ucrânia a uma altitude de 10.000 metros, despenhando-se em território ucraniano.

O aparelho perdeu a comunicação com terra na região oriental de Donetsk, perto da cidade de Shaktarsk, e palco de combates entre forças governamentais ucranianas e rebeldes federalistas pró-russos.

Segundo responsáveis dos serviços secretos norte-americanos, o avião foi abatido por um míssil terra-ar de origem ainda desconhecida.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

23 ex-gestores do BPN recebem carros topo de gama do Estado

A Parvalorem atribuiu a um grupo de altos quadros da empresa, ex-responsáveis do antigo BPN, 23 "viaturas familiares" topo de gama e várias regalias associadas como o pagamento do combustível até 300 euros por mês. O …

Preços praticados pela Airbnb não cumprem lei europeia

A plataforma Airbnb tem até ao final do mês de agosto para explicar os preços que pratica, dado que violam a legislação da União Europeia. A plataforma online de reserva de alojamento tem agora até ao …

Sarcófago negro encontrado no Egito pode pertencer a Alexandre, o Grande

O maior sarcófago já descoberto na cidade de Alexandria, no Egito, vai ser aberto nos próximos dias, depois de permanecer totalmente intacto mais de dois milénios. Os especialistas têm esperanças que o artefacto negro encontrado …

Vagas no Superior com aumento residual em ano de cortes em Lisboa e Porto

O concurso nacional de acesso ao Ensino Superior volta a registar um aumento de vagas, pelo terceiro ano consecutivo, ainda que residual e em ano de corte de vagas em Lisboa e Porto, por determinação …

A primavera chegou a Marte. E com ela, as misteriosas "aranhas marcianas"

A NASA publicou fotografias de um fenómeno peculiar avistado na superfície de Marte, que se assemelha com "aranhas". As imagens foram capturas na semana passada pela câmara HiRISE, instalada a bordo da nave espacial Mars …

As pessoas estão a ficar doentes após comerem salada do McDonald's

Mais de 100 pessoas apresentaram sintomas de contaminação pelo protozoário Cyclospora cayetanensis depois de comerem a salada do McDonald's, nos Estados Unidos. Mesmo que seja com a melhor das intenções, pedir uma salada no McDonald's pode …

Descobertas 12 novas luas em torno de Júpiter

Cientistas nos Estados Unidos descobriram mais 12 luas em torno do planeta Júpiter, conjeturando que as suas órbitas opostas resultam de colisões entre outros corpos celestes maiores. Com a descoberta das luas, que foram vistas pela …

Há 3.500 anos, os egípcios já faziam cosméticos

Cientistas sintetizaram tintas e cosméticos com cerca de 3.500 anos, uma descoberta feita graças ao facto de a equipa ter desenvolvido uma nova técnica de datação de compostos carbonatados inorgânicos. Uma equipa de cientistas internacional sintetizou …

Encontrados restos de pão de há 14.400 anos na Jordânia

Um grupo de investigadores encontrou vestígios de pão, feito por caçadores-recoletores que viveram há 14.400 anos, quatro milhares de anos antes do surgimento da agricultura. Esta é a mais antiga prova da existência de pão …

Governo indiano ordena inspeção a todos os centros da congregação da Madre Teresa

O Governo da Índia ordenou uma inspeção a todos os centros para crianças geridos pela congregação católica da Madre Teresa no país, após a detenção de uma das suas freiras por alegadamente vender bebés. A ministra …