“Desconcertante.” Autoridades europeias desvalorizaram alertas sobre o novo coronavírus

Mahmoud Khaled / EPA

A ata de uma das últimas reuniões do Centro Europeu de Doenças mostra que os peritos europeus desvalorizaram a gravidade da covid-19 e a sua capacidade de propagação.

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) reuniu-se em Solna, na Suécia, no dia 18 de fevereiro, a 3 dias de a Itália descobrir que o SARS-CoV-2 se tinha propagado em silêncio pelo norte do país.

De acordo com a ata da reunião, a que o El País teve acesso, a quase totalidade dos 30 peritos considerou que o novo coronavírus apresentava um risco “baixo”.

O diário espanhol conta que só alguns dos presentes alertaram para a necessidade de adotar medidas para combater o vírus, enquanto que os representantes da Áustria e da Eslováquia sublinharam o inconveniente de gerar medo na população.

O espanhol Fernando Simón alertou para o perigo de “estigmatizar” quem fosse submetido a testes de diagnóstico. Confrontado com esta advertência, o diretor de emergências do Ministério espanhol da Saúde justificou-se, dizendo que se referia à necessidade de “controlar também a transmissão” do vírus e não apenas centrar o problema em poucas pessoas.

O ECDC estudou os 45 casos de infeção diagnosticados até à altura no continente europeu, todos eles importados ou resultado de contágios entre os contactos dos primeiros infetados, e concluiu que os contágios locais “parecem ser ligeiros”, escassos e localizáveis.

O El País refere que Mike Catchpole, chefe científico daquele centro, avisou que “o vírus se transmite muito bem”, como fora observado nos dois primeiros surtos registados na Europa, numa empresa alemã e numa estância de esqui nos Alpes franceses.

A ata destaca que o representante da Alemanha sublinhou que “as doenças não respeitam fronteiras” e que o representante dinamarquês frisou a importância de “saber onde e quando procurar o vírus”.

Apesar das advertências, só a 25 de fevereiro é que se flexibilizaram os critérios, ou seja, quadro dias depois das duas primeiras mortes em Itália.

Apesar de alguns países, a título individual, se terem começado a preparar para a catástrofe sanitária que se avizinhava, as atas mostram que, logo em fevereiro, o ECDC subestimou a dimensão da pandemia.

“Até sob o olhar daquela altura, com o que já se sabia, consegue-se perceber que não se valorizou suficientemente a capacidade de transmissão do vírus, nem o impacto que podiam ter as viagens internacionais”, resumiu Daniel López Acuña, professor na Escola Andaluza de Saúde Pública.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • A escolha em muitos casos é morrer da doença ou morrer à fome. Parece que tem dificuldade em compreender isto. Em países como o Brasil esta questão é bem premente. Não trabalha hoje, não come hoje. Sei que nos parece estranho mas em muitos países é assim mesmo.

  1. Possivelmente os responsáveis europeus tão embebecidos com a China e tudo o que de lá vem, jamais imaginariam apanhar um presente desta natureza!

RESPONDER

"Nenhuma era apenas um número". NYT dedica toda a primeira página a mil vítimas da pandemia

Mil nomes de pessoas numa primeira página. O jornal norte-americano The New York Times dedicou a primeira página da edição deste domingo a mil vítimas mortais da pandemia de covid-19, para assinalar a iminente passagem …

A economia é a vítima colateral da estratégia singular da Suécia

A Suécia deixou nas mãos dos cidadãos a responsabilidade pela sua saúde e a abordagem relaxada do país em relação à pandemia de covid-19 trouxe resultados negativos. O Governo sueco não impôs um confinamento à população …

Polícia de Hong Kong detém 180 manifestantes. E elogia lei da segurança nacional

A polícia de Hong Kong elogiou a lei da segurança nacional chinesa, horas depois de ter detido pelo menos 180 manifestantes que protestaram, este domingo, contra a legislação anunciada por Pequim. O comissário da polícia, Tang Ping-keung, …

Pinto da Costa recandidata-se a "pensar nas dificuldades do presente"

Pinto da Costa admitiu, este domingo, no lançamento do site oficial da recandidatura à presidência do FC Porto, que vai a eleições "a pensar nas dificuldades tremendas do presente". No site oficial da sua candidatura, Pinto …

Abraços e apertos de mão. Bolsonaro junta-se a manifestação sem distanciamento social

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, participou, este domingo, em mais uma manifestação sem respeitar as regras de distanciamento social. A manifestação decorrer na Praça dos Três Poderes, em Brasília. De acordo com o jornal Público, …

"Relativamente rápido". Centeno acredita que países europeus vão recuperar da crise até ao fim de 2022

O ministro das Finanças português e presidente do Eurogrupo, Mário Centeno, acredita que a União Europeia vai conseguir ultrapassar a crise económica provocada pela pandemia de covid-19 de forma "relativamente rápida". Em entrevista ao jornal alemão …

Florentino congelado e Jota (e mais dois) na porta de saída. Mercado já mexe na Luz

Apesar da pandemia, que paralisou quase todas as competições europeias e que deverá atrasar a janela de transferência no futebol, o mercado já mexe na Luz. A imprensa desportiva dá conta nesta segunda-feira que Florentino …

Cova da Piedade abandona direção da Liga e convida Proença a demitir-se

O Cova da Piedade juntou-se ao Benfica na decisão de abandonar a direção da Liga de clubes e convidou Pedro Proença a demitir-se da presidência do organismo. Em comunicado, o Cova da Piedade justifica a decisão …

Milhares foram a banhos este domingo. Só nas praias da Caparica estiveram mais de 180 mil pessoas

As elevadas temperaturas que se fizeram sentir neste domingo levaram milhares de portugueses à praias. Só na Costa da Caparica, no concelho de Almada, mais de 180 mil pessoas foram a banhos. Entre as 9 e …

"Há outras prioridades". Ana Gomes está a refletir sem "pressa" sobre eventual candidatura a Belém

No espaço de comentário da SIC Notícias, a ex-eurodeputada Ana Gomes disse que ainda está a "refletir" sobre uma eventual candidatura à Presidência da República. Ana Gomes ainda não tomou uma decisão sobre uma possível candidatura …