Autoridades da Austrália querem proibir uso de roupas casuais (no escritório e em teletrabalho)

Em fevereiro, um dos maiores departamentos governamentais da Austrália listou botas Ugg, chinelos e roupas desportivas, como camisolas de futebol, entre as peças de roupa consideradas demasiado casuais para o trabalho.

As regras do Departamento de Assuntos Internos, enviadas aos funcionários num código de “vestuário e aparência” de 11 páginas, aplicam-se até àqueles que trabalham em casa e fazem videochamadas.

Segundo o The Washington Post, que teve acesso ao documento, calções de qualquer tipo são considerados como traje de trabalho inadequado. Artigos de vestuário desportivo, incluindo fatos de treino, fatos desportivos e calções de ciclismo, juntamente com t-shirts, polos e tops, também foram etiquetados como inadequados para reuniões de negócios, seja pessoalmente ou online.

As regras incluem ainda roupas sem mangas – como vestidos e blusas femininas. Esta regra levou os sindicatos a acusar as autoridade de um golpe para com os trabalhadores que sobreviveram à pandemia sem ar condicionado nas suas casas.

“A nossa imagem pública é um componente crítico para manter o respeito do Governo australiano e da comunidade australiana e a sua confiança na nossa integridade e profissionalismo”, lê-se no documento.

No entanto, recorda o jornal, os líderes do país nem sempre são conhecidos pelas melhores escolhas de vestuário. O primeiro-ministro Scott Morrison, que trabalhou na sua residência oficial em Canberra em novembro, enquanto estava em quarentena após uma viagem ao exterior, foi fotografado com um fato de negócios da cintura para cima combinado com calções de banho e chinelos brancos.

Um dos seus antecessores, Tony Abbott, costumava ser visto em torno da Casa do Parlamento em calões de ciclismo e outras roupas desportivas.

Já John Howard, um dos líderes mais antigos da Austrália, usava um agasalho verde e dourado – as cores nacionais da Austrália – em caminhadas diárias, onde se misturava com oficiais e constituintes.

Esta quarta-feira, o Fair Work Australia, um tribunal independente do local de trabalho, determinou que o departamento deveria ter consultado os seus funcionários sobre as mudanças.

Brooke Muscat, a vice-presidente nacional do Sindicato da Comunidade e do Setor Público, que levou o caso ao tribunal, disse que descrever vestidos e blusas sem mangas como trajes de trabalho inadequados era uma “mudança ridícula de política”.

Segundo o sindicato, o texto tinha claras implicações de género e visava as mulheres.

O Departamento de Assuntos Internos disse esta quinta-feira que está a considerar a decisão do tribunal.

Este departamento emprega oficiais de alfândega e controlo de fronteiras, bem como pessoas em funções de escritório em imigração e cidadania. Cerca de 54% dos seus trabalhadores são mulheres.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …