Autor britânico diz ter descoberto túmulo de Jack, o Estripador

Fenrizulf / deviantART

“Jack o Estripador” por Fenrizulf

Um autor britânico assegura ter desvendado a verdadeira identidade do infame assassino Jack, o Estripador.

O enigma à volta da identidade do assassino britânico Jack, o Estripador não só faz correr tinta no Reino Unido, mas em todo o mundo, já que os assassinatos atribuídos a esta pessoa entre os anos 1880-1890 se destacaram pela sua crueldade.

Existem numerosas teorias que pretendem descobrir quem era este criminoso. Uma das mais recentes pertence ao autor britânico David Bullock, que também assegura que se tratava de Thomas Cutbush, e além disso sugere conhecer a localização do túmulo do serial killer, avança o The Sun.

Bullock estuda os crimes de Jack desde a sua adolescência. No seu novo livro – “The Man Who Would be Jack: The Hunt for the Real Ripper” – revela novos detalhes que apoiam a teoria sobre Cutbush.

O autor britânico teve acesso aos arquivos do hospital psiquiátrico Broadmoor Hospital, em Berkshire, e descobriu o sítio onde estão os túmulos da família de Cutbush, no cemitério de Nunhead, no sudeste de Londres.

A identidade

O académico diz que “as pessoas sempre diziam que [Cutbush] morreu em Broadmoor, mas ao ver os arquivos pude confirmar que não estava ali enterrado”.

As teorias incluem uma centena de suspeitos, mas Bullock sugere que só algumas são viáveis. Segundo o autor, Cutbush trabalhava no bairro londrino de Whitechapel, onde foram assassinadas a maioria das vítimas.

O homem também “sentia ódio pelas prostitutas”, o que também confirma a sua versão, já que as mulheres assassinadas eram prostitutas de áreas pobres.

Além disso, Bullock descobriu que, segundos os próprios familiares e conhecidos de Cutbush, o suspeito poderia estar ligado a estes assassinatos. Cutbush interessava-se por áreas como a medicina, a cirurgia e a anatomia, desenhava imagens de mutilações e mentia às pessoas dizendo que trabalhava como médico.

Segundo revelou o autor inglês, Cutbush alegava que uma prostituta o contagiou com uma doença e, por isso, decidiu curar-se a si próprio, mas acabou desfigurado.

Alegadamente, o homem foi detido em 1891 por agredir duas mulheres, depois da série de assassinatos ter acabado.

Segundo os registos médicos publicados pelo Independent em 2008, Cutbush era “um jovem invulgar, transtornado e violento”, a quem foi diagnosticado uma doença mental em 1891. Na atura dos crimes, Cutbush trabalhava como recepcionista.

ZAP // RT

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Terrível teoria… Primeiro, porque ele se autointitulou JACK The Ripper…? Segundo, um serial killer é calculista, metódico… Não seria apanhado a agredir mulheres… Terceiro, toda a gente odiava prostitutas naquela época ou pelo menos tratavam-nas abaixo de cão, especialmente em Whitechapel… Ele ter vivido lá também é puramente circunstancial…. Mas para mim, tem mais senso a teoria de James Maybrick como Jack the Ripper, uma vez que Jack poderia ser uma pista dada por ele mesmo acerca da sua identidade, bem como as iniciais JM deixadas num dos locais do crime, alguém que se vingava nas prostitutas por não conseguir matar a própria mulher… Faz bem mais sentido essa teoria do que a deste oportunista…

RESPONDER

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …

Norte-americano passou 30 anos na prisão por erro. Vai ser indemnizado em 10 milhões

Um norte-americano que há 30 anos foi erradamente condenado a 57 anos de prisão por violação e roubo vai agora receber uma indemnização de quase 10 milhões de dólares, avança o jornal New York Post. …

O Pólo Norte está a ser atingido por relâmpagos (e isso não é normal)

Uma tempestade perto do Pólo Norte pode não parecer a maior preocupação, tendo em conta o rápido aquecimento do Ártico. Mas é mais um sinal de que o Ártico continua a ter um verão anormal. A …