Áustria recomenda a não utilização da vacina AstraZeneca em maiores de 65 anos

O Conselho Nacional de Vacinação da Áustria recomendou a não utilização da vacina AstraZeneca contra a covid-19 para a população com idade superior a 65 anos, relatou hoje a radio televisão pública ORF.

“Os dados de imunidade e segurança são comparáveis aos de pessoas mais jovens. [Mas] devido ao pequeno tamanho da amostra [de estudos anteriores] não é possível afirmar com certeza a sua eficácia para essa faixa etária”, indicou o Conselho em comunicado, seguindo o exemplo de países como a Itália ou Alemanha.

De qualquer forma, a agência destaca ainda que, se houver problemas logísticos que impeçam o uso das outras duas vacinas aprovadas na União Europeia, as da Pfizer-BioNTech e Moderna, a da AstraZeneca pode também ser usada em maiores de 65 anos.

Hoje, o chanceler federal, Sebastian Kurz, vai reunir-se com os governadores regionais e comité de especialistas para coordenar o plano nacional de vacinação, que avança lentamente, como no resto da UE, devido à escassez de vacinas.

As autoridades austríacas planeiam começar a vacinação com a vacina da AstraZeneca a partir de 7 de fevereiro, embora pareça difícil que o novo fármaco permita alcançar o objetivo de vacinar toda a população maior de 65 anos em finais de março, conforme inicialmente afirmado pelo Executivo.

Em janeiro, Kurz defendeu que a UE deveria aprovar o uso da vacina o mais depressa possível, já que, na sua opinião, a empresa anglo-sueca poderia enviar dois milhões de doses para o país até ao final de março.

O número de doses que a Áustria vai receber será bem menor, já que dos 80 milhões que a AstraZeneca deveria entregar à UE, vão chegar apenas 40 milhões, conforme anunciado no domingo pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Hoje, as autoridades austríacas notificaram 1.124 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, em linha com os dados das últimas semanas.

A incidência cumulativa no país continua estagnada nos cerca de 100 casos por 100.000 habitantes, apesar do confinamento nacional decretado no final de dezembro, que deve terminar esta semana.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.227.605 mortos resultantes de mais de 102,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal com 230 novos casos de covid-19 e uma morte. País cada vez mais próximo da zona verde da matriz de risco

Portugal registou, esta segunda-feira, 230 novos casos e uma morte na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). País está mais próximo da zona verde da …

Restauração defende manutenção do lay-off simplificado

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu hoje a continuidade do lay-off simplificado para apoio à manutenção dos postos de trabalho das atividades da restauração, similares e alojamento turístico. “Esta medida assume …

Cumbre Vieja deixou de expelir lava, mas os sismos voltaram

O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas Canárias, parou de emitir lava. Apesar de a atividade ter sido a mais baixa da última semana, as autoridades alertam que a situação pode mudar rapidamente. A atividade …

Portugal continental tem 83,89% da população com vacinação completa

Cerca de 8,27 milhões de pessoas em Portugal continental tinham a vacinação completa contra a covid-19 até às 19h00 deste domingo, revelou à agência Lusa fonte oficial da task force que coordena o processo de …

Mulheres ganham 9% das câmaras, menos do que em 2017

Das 308 câmaras do país, 28 foram ganhas por uma mulher, o que corresponde a aproximadamente 9% do total e menos do que as 32 autarcas eleitas em 2017, segundo o portal de dados estatísticos …

Turismo só usou um terço das linhas de crédito criadas para o setor

A utilização das linhas de crédito destinadas especificamente ao turismo ficou aquém do esperado. Até agora, as empresas só utilizaram cerca de 30% destas linhas, que disponibilizam um valor conjunto de 400 milhões de euros. Rita …

Carla Tavares reeleita na Amadora. Suzana Garcia assume responsabilidade da derrota

 A socialista Carla Tavares foi reeleita, este domingo, com maioria absoluta, como presidente da Câmara Municipal da Amadora, no distrito de Lisboa. Os resultados da noite eleitoral deram o triunfo à candidatura liderada pela socialista Carla …

Corrida aos combustíveis. A antecipar um "inverno difícil", Reino Unido vai dar vistos temporários a camionistas

A falta de camionistas tem levado a filas nas bombas de combustíveis e entre 50% e 90% já estão vazias em algumas zonas do país. O governo vai dar vistos temporários a camionistas e está …

Vencedores e vencidos, numa noite eleitoral de perder o fôlego

A noite eleitoral foi longa e de perder o fôlego até ao último minuto. Entre alguns imprevistos, surpresas e validações, Lisboa foi o palco dos maiores holofotes: Carlos Moedas foi o grande e surpreendente vencedor …

Isaltino Morais reeleito em Oeiras. CDU perdeu vereador

O candidato independente Isaltino Morais foi reeleito presidente da Câmara de Oeiras nas eleições autárquicas deste domingo, tendo dedicado a vitória à juventude. “Não importa a percentagem. O que importa é que crescemos muito, aumentámos a …