Reunião do Infarmed: Aumento de testes não justifica todos os casos

António Pedro Santos / Lusa

Os epidemiologistas contrariaram a tese defendida pelo primeiro-ministro e sublinharam que o aumento de testes não explica todos os casos, defendendo que o problema é real.

António Costa tem defendido, várias vezes, a tese de que o aumento de casos na região de Lisboa e Vale do Tejo se deve ao aumento da capacidade de testagem. No entanto, na reunião quinzenal do Infarmed, os epidemiologistas mostraram muitas reservas a este argumento, defendendo que o aumento de testes não justifica todos os casos.

Segundo o Expresso, os especialistas deixaram claro que o problema é real, que o número médio de internados aumentou, que o número de pessoas em cuidados intensivos também e que a região pode estar a iniciar uma segunda onda de contágios.

Uma fonte que esteve presente na reunião contou ao matutino que “os especialistas acabaram por desmentir o primeiro-ministro“, ainda que “de forma elegante”. “O ambiente não foi o melhor depois das intervenções de Baltazar Nunes [Escola Nacional de Saúde Pública] e Rita Sá Machado [Direção-Geral de Saúde]”, revelou outra fonte.

Na reunião, foi revelado outro dado importante: por cada 28 testes realizados, Portugal regista um caso positivo, o que coloca o país entre os piores da Europa a 27. Além disso, desde maio, existe um aumento médio constante de internamentos e de internamentos em cuidados intensivos na região.

Os epidemiologistas indicaram que existiu uma diminuição no número de testes realizados nos últimos 15 dias, mas atribuíram essa diminuição aos feriados. Este dado reforça a notícia avançada na terça-feira pelo Negócios, que dá conta de que, segundo os dados oficiais divulgados pelas autoridades de saúde, o número médio de testes de diagnóstico de covid-19 realizados diariamente caiu 24% desde o início da reabertura da economia.

À saída da reunião, Marcelo Rebelo de Sousa desdramatizou a situação, garantindo que está controlada. “Temos adotado a metodologia da verdade. Não escondemos números”, disse.

Na reunião, o Presidente perguntou se os novos casos podem ser de população trabalhadora que nunca chegou a confinar e que a situação só se conheceu por causa dos testes entretanto realizados. Costa acompanhou a ideia do Presidente, mas só com mais estudos será possível apurar o que se passou.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser o foco da maior preocupação com o surgimento de mais surtos. O R situa-se em 1,08, com algumas variações, e a verdade é que nem mesmo os técnicos de saúde souberam avançar com explicações concretas sobre o aumento de contágios registado.

O comportamento dos jovens foi afastado como principal fator de transmissão. A coabitação, os locais de trabalho e as situações sociais dos doentes foram apontadas como as principais razões do aumento de casos.

Foi ainda reconhecido que existe já alguma pressão sobre os hospitais, mas o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, por exemplo, só tem um taxa de ocupação de 25% para doentes covid-19. A situação, sustentou Marcelo, não está “descontrolada”, mas é preciso travar a progressão do vírus na região.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes dois andam mt bem combinados é por isso que AC apoia a recandidatura dele, pudera senão fosse o Marcelo o AC já não era PM ha mt tempo. O PR deita-lhe SEMPRE a manta. Porque será?? Os politicos são o pior que existe na humanidade. Só o cego é que não quer ver que os nrs da região de Lisboa são assustadores e vão infetar o país TODO… mas no final não vão ser eles…

RESPONDER

PS alarga vantagem sobre PSD. Chega recupera terceiro lugar (mas apenas 1% das mulheres apoia o partido)

Segundo uma sondagem da Pitagórica para o Observador e para a TVI, se as eleições legislativas fossem hoje, o PS teria a preferência de 42,6% dos portugueses. O partido de António Costa continua com grande …

Caso de nova variante é de uma pessoa sul-africana residente em Lisboa

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul detetado ontem em Portugal é de uma pessoa sul-africana, residente em Lisboa, anunciaram as autoridades de saúde “O caso reporta-se a uma pessoa …

Na Rússia, dezenas de pessoas foram presas durante manifestações de apoio a Navalny

Dezenas de pessoas foram presas hoje durante manifestações organizadas na Rússia para exigir a libertação do opositor Alexei Navalny, que está em prisão preventiva, apesar das múltiplas ameaças das autoridades contra os protestos. De Moscovo a …

Arqueólogos egípcios encontram cópia de capítulo do "Livro dos Mortos"

Arqueólogos egípcios encontraram, em Sacara, uma cópia do Capítulo 17 do "Livro dos Mortos" numa zona de túmulos próximos da pirâmide do faraó Teti. De acordo com o site Live Science, que cita um comunicado do …

Senado avalia processo de destituição de Trump na semana de 8 de fevereiro

O Senado norte-americano irá ouvir na semana de 8 de fevereiro os argumentos iniciais do processo de destituição de Donald Trump por incitamento dos recentes motins do Capitólio, anunciou o senador democrata Chuck Schumer. "Todos queremos …

Portugal é o país do mundo com mais mortes. Vacinas da AstraZeneca vão chegar com atraso

Pela primeira vez, desde o início da pandemia da covid-19, Portugal é o país com maior número de vítimas mortais e mais casos de infeção por milhão de habitantes em todo o mundo. Más notícias, …

Fóssil de dinossauro dá novas pistas sobre como estes animais acasalavam

É verdade que já sabemos muitas coisas sobre dinossauros – como eram, o que comiam e a causa da sua extinção. Mas nenhum fóssil nos permitiu ainda perceber coisas tão simples como, por exemplo, em que …

Itália bloqueia TikTok após morte de menina de 10 anos em desafio na rede social

A rede social TikTok foi hoje bloqueada temporariamente em Itália, para utilizadores cuja idade não está confirmada, na sequência da morte de uma menina de 10 anos que participava num desafio naquela plataforma. A Autoridade para …

Infetados ocupam mais de metade das camas das UCI. Hospital de campanha de Lisboa recebe primeiros doentes

Os dados são do boletim divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, mas reportam-se às 24 horas anteriores, nos cuidados intensivos estavam internados 715 doentes com covid. O hospital de campanha de Lisboa está pronto …

Circular entre concelhos, só para ir votar. A partir de hoje deixa de haver missas

As medidas decretadas pelo Governo para travar o avanço da pandemia em Portugal têm novas diretrizes. Num fim de semana de eleições presidenciais existem exceções para ir votar. Desde as 20h de ontem, e até às …