Aumento do salário mínimo de 850 euros “é um perfeito absurdo”

Pedro Nunes / Lusa

António Saraiva, presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal

A CGTP e o PCP deixaram uma mensagem clara no 1º de maio: querem o aumento do salário mínimo nacional para 850 euros. Mas não definiram um horizonte temporal para a negociação do mesmo.

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal é taxativo: “Se a reivindicação é no imediato é perfeitamente absurdo”. Em declarações ao ECO, António Saraiva sublinha que “um aumento de 42% do salário mínimo é um absurdo, que não é possível considerar”.

Mas como CGTP e PCP não fizeram qualquer referência em termos de tempo, o patrão dos patrões considera que tudo pode ser “razoável”, com “alguma calendarização do período”, à semelhança do que aconteceu com o aumento do salário mínimo de 600 euros ao longo da atual legislatura.

António Saraiva defende que “a política salarial das empresas deve ser consentânea com o crescimento económico, com a inflação, com a produtividade e deve ser discutida em sede própria, quer seja no âmbito da concertação social ou através da negociação coletiva”. “É com este referencial que a política salarial deve ser discutida e tentar encontrar valores adequados”, acrescentou.

O presidente da CIP sublinha ainda o “irrealismo” da reivindicação da CGTP tendo em conta que “o Executivo acabou de rever em baixa as previsões de crescimento económico, de investimento e até já houve momentos em que os ganhos de produtividade foram negativos”.

De acordo com o Programa de Estabilidade, a economia nacional já não vai crescer 2,1% como inicialmente previsto, mas 1,9%. Ainda assim, esta meta é bastante mais otimista face às previsões das restantes instituições internacionais e do próprio Banco de Portugal que apontam para um crescimento de 1,7%. O Concelho das Finanças Públicas  é ainda mais pessimista, apontando para um crescimento de 1,6%.

Apesar de o Executivo ter vindo a valorizar os bons resultados dos primeiros meses do ano, num contexto de revisão em baixa do crescimento na zona euro, António Saraiva lembra que a situação não é idêntica para todas as empresas.

“O turismo e reabilitação de edifícios e todas as atividades conexas como a restauração ou o comércio têm trazido uma lufada de recuperação dos anos de dificuldades. Mas isto não é verdade para todos os setores”, alerta.

“O crescimento da atividade é um sinal de confiança, um fator fundamental em qualquer economia, mas a confiança está a arrefecer“, sublinha o presidente da CIP. Na indústria transformadora, o indicador de confiança da diminuiu entre janeiro e abril, retomando o movimento descendente iniciado em janeiro de 2018.

Tendo em conta que “a carga fiscal para as empresas não baixou, nem houve melhoria das margens de lucro”, António Saraiva rejeita a proposta da CGTP que considera “demagógica” e que “não se baseia na realidade mas em pura ideologia política”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. E um parasita como este Saraiva ganhar o que ganha sem produzir nada, é o quê?!
    No mínimo, absurdo ao cubo!…
    Será que ele já pagou o que deve da sua Metalúrgica?

  2. Só se fala no aumento do salário mínimo (que na verdade é uma desgraça), mas nos outros salários (e não falo nos salários imorais que certos grupos como os médicos, professores, etc. têm!) nada se fala.
    Qualquer dia temos os empregado de uma linha de montagem ganhar tanto (ou mais dado que só tem que trabalhar 8 horas por dia!) como os responsáveis de produção (que fazem noitadas e são os que levam por tabela se algo corre mal!).
    Depois, esta mão de obra especializada acaba por não querer fazer nada (pois não existe motivação!) ou emigrar…

  3. O trabalho de quem ganha o smn é assim tão mau que mereça estar no limiar da pobreza? Os patrões acham que é trabalho da caca que não dá lucro e não deve ser valorizado. Grandes empresas lucrativas pagam o smn. 1/5 dos salários são smn e muitos pouco acima. É muita caca feita ao fim de um mês. E se existissem cotas de atribuição do smn em função dos resultados líquidos das empresas? Não seria mais justo e socialista?

  4. E contra. Pois ele twm os bolsos cheios ele como todos os outros deputados e presidentes. Mas nos e que enchemos os bolsos a eles. E ainda acham que nao e justo.
    O que nao e justo w trabalharmos 8h debaixo de sol e chuva e horas em fim em pé sem poder descansar twr patroes exigentes para termos um ordenado de 600 e poucos euros.
    Vaiam mamar agente e que faz o dinheiro pa voxes viverem. Um absudo e o que voces arrecebem e nao fazem ponta de um corno. So viajar passear boas casas bons carros. E uma pesska que trabalha a vida inteira ainda tem que sofrer patroes mal diapostos e trabalhar sem parar arreceber uma mwrda e pessoas com pogramas a receber 500 euros a fazer 8h de servico. Isso e q e justo. Vaiam apanhar onde as galinhas apanham.

  5. Metam menos nos bolsos e ajudem mais ao povo deste país (aos que trabalham e não aos que vivem de rendimentos!), que este é o vosso dever !!

RESPONDER

Arquitetura óssea pode inspirar asas de aeronaves mais fortes

Uma nova descoberta na estrutura interna do osso pode levar a um melhor tratamento da osteoporose e a componentes de aeronaves mais duráveis. A densidade tem sido a referência para medir a força óssea. No entanto, …

Até as estrelas têm auroras (e já as podemos ver)

Uma equipa internacional de astrónomos observou sinais de rádio estranhos vindos de uma anã vermelha. Estas ondas bizarras estavam a ser produzidas pela interação com um exoplaneta que orbitava a estrela, criando uma aurora. Apesar de …

Tiroteios em dois bares fazem oito mortos na Alemanha

Pelo menos oito pessoas morreram hoje em dois tiroteios em dois bares na cidade alemã de Hanau, no centro do país, indicou a polícia local, sem precisar o número. O primeiro tiroteio ocorreu num bar de …

Descobertos sarcófago e altar dedicado ao fundador de Roma do século VI a.C.

Os dois objetos foram descobertos numa área subterrânea perto da Cúria, foi anunciado esta terça-feira. Um sarcófago considerado "excecional" e um altar do século VI a.C., que poderá ter sido dedicado a Rómulo, fundador de Roma, …

40 anos depois, cientistas identificam falha fundamental na eficiência dos painéis solares

Os painéis solares são uma das invenções mais impressionantes, mas é emergente descobrir como torná-los ainda mais eficientes. Recentemente, uma equipa de cientistas resolveu um mistério de 40 anos em torno de um dos principais …

SIC vai lançar serviço de streaming e canal de e-sports este ano

A SIC vai avançar para uma plataforma de streaming ainda em 2020. A "Netflix à portuguesa" ainda não tem nome, mas tem como objetivo "encontrar mais e novas audiências". Em entrevista ao jornal Público, o CEO …

Dagmar Turner tocou violino enquanto lhe era removido um tumor do cérebro

Uma paciente do King's College Hospital, no Reino Unido, tocou violino enquanto os médicos lhe removiam um tumor do cérebro. Desta forma, foi possível preservar a sua capacidade de tocar e a sua paixão de 40 …

"Não é aceitável". Tribunal de Contas refuta acusações de Manuel Heitor

O Tribunal de Contas (TdC) refutou as acusações do ministro do Ensino Superior sobre a auditoria ao modelo de financiamento do setor, considerando-as inaceitáveis e infundadas. "O tribunal tem o máximo respeito pela opinião dos auditados, …

"Lava que se farta". Isabel dos Santos recorre da absolvição de Ana Gomes

A empresária angolana recorreu para o Tribunal da Relação de Lisboa por causa das publicações no Twitter nas quais a antiga eurodeputada acusa a empresária, por exemplo, de "lavar que se farta". Em janeiro, o Tribunal …

Ministro considera "inaceitável" que TAP pague prémios em ano de prejuízos

O ministro das Infraestruturas e da Habitação considerou "inaceitável" que a TAP, empresa que "tem 100 milhões de euros de prejuízos" em 2019, atribua prémios a uma minoria de trabalhadores. "É uma falta de respeito para …