António Costa anuncia aumento do salário mínimo em 2019

José Sena Goulão / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, e o presidente do Partido, Carlos César

“A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, garantiu António Costa.

No final do jantar do 45º aniversário do Partido Socialista, António Costa anunciou que o salário mínimo vai voltar a aumentar em 2019. Além disso, o primeiro-ministro e secretário-geral do PS considerou que o seu Governo derrubou o mito de que a competitividade económica se faz com baixos salários.

“A direita dizia que para Portugal recuperar competitividade era preciso baixos salários e fragilização dos direitos laborais. A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, prometeu.

Durante o seu discurso, Costa lembrou que o seu Governo, quando foi formado, em Novembro de 2015, “teve de derrubar muros, tabus e mitos instalados” na política portuguesa, o primeiro dos quais de que era impossível um executivo suportado por uma maioria de esquerda.

Esse muro está hoje derrubado. Dois anos e meio depois a solução é estável, funciona e, sobretudo, cumpriu os compromissos com os portugueses”, disse, recebendo palmas da plateia.

Ao fim de dois anos e meio, defende o primeiro-ministro, o seu Governo “demonstrou que é possível sair das políticas de austeridade, fazendo uma boa gestão orçamental” e, por outro lado, “acabou com o complexo do bom aluno” que “está sempre em silêncio” perante a União Europeia.

Foi neste ponto que o secretário-geral do PS invocou a tradição “universalista” do partido fundado por Mário Soares na República Federal Alemã em 1973, mas também outros socialistas portugueses que assumem altos cargos internacionais.

“Hoje temos um socialista, português, que é secretário-geral das Nações Unidas. E temos ainda um português, socialista, que é presidente do Eurogrupo”, frisou.

// Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. O melhor é que só se fala no ordenado mínimo! e os outros?
    Qualquer dia tenho os assalariados do ordenado mínimo a ganhar mais que eu próprio que sou licenciado!

    Actualizem as tabelas de salariais… claro quem ganha acima dos 1500€ já não necessita de aumentos e o mesmo se aplica a políticos e amigos!

  2. Que triste figura fazem nesta fotografia deste artigo. Estamos a ser (des)governados por um grupo de anormais idiotas. Fazem a festa e deitam os fogetes porque em 2019 vão aumentar o salário mínimo.
    Que tristes….

  3. O outro governo roubou os salários, as reformas, o subsídio de férias e Natal, horas semanais, derivados, IRS, etc. etc… e sorriam muito mas com desdém , …eu prefiro a festa

  4. Na verdade ser licenciado ou não tanto faz,o que interessa é o valor de quem trabalha,e o valor de quem trabalha nos países civilizados é só um, porque trabalho é trabalho,agora diz-me mas eu queimei as pestanas a estudar, muito bem, quem pagou aos professores e ás instituicões?e ainda as propinas e ainda as bolsas de estudo etc.vai dizer estudei no privado, paciencia, foi uma opção,porque um país que tem estudo e saúde para ricos e estudo e saúde para pobres não se pode charmar de regime democrático, quando vou fazer compras ou procuro serviços não encontro preço para pobres e preço para ricos encontro preço e a opção é do individuo.

  5. Gostaria de deixar bem claro que a informação contida nesta mensagem é pura especulação. Os aumentos e as vantagens que isso traz apenas se refere ao que parece ser uma feliz vida com especialização em vender dinheiro comprar as dividas pública s dos estados já á muito cativos do capital, um dia e nesse dia já estaremos todos mortos o mundo vai colapsar dentro do capitalismo e assim adotar uma postura racional em relação as sociedades. Por agora ficamos com a esperança que o aumento venha favorecer quem trabalha. E vida o capitalismo pelo menos por enquanto enquanto. Só assim a humanidade vai aprender ainda á muito que sofrer. A base das sociedades um dia vai se modificar e passar de solidez do capitalismo para um espírito bem mais humano e quando isso acontecer irá ser com vergonha que iremos dizer as crianças que os homens um dia eram escravos num regime democrático capitalista e tecnocrata e para uns serem muito felizes outros usuários morriam á fome, enfim a história do homem. Abraços a todos e uma vida prospura vos desejo.

RESPONDER

Cientistas estão a atirar rochas vulcânicas para telhados (para provar que são perigosas)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Canterbury está a lançar rochas vulcânicas para telhados na Nova Zelândia na esperança de ajudar os habitantes de Auckland a entender os perigos vulcânicos. "Auckland localiza-se num campo vulcânico …

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve nos mapas durante um século

A cordilheira Kong nunca existiu, mas esteve durante 100 anos em muito dos principais mapas do continente africano. Acabaria por ser um militar francês, que explorou o rio Níger, a acabar com este "fantasma da …

"Continua a pairar perigosamente". Relógio do Juízo final mantém-se a 100 segundos do Apocalipse

A Humanidade nunca esteve tão perto do Apocalipse, alertam os cientistas responsáveis pelo "Relógio do Juízo Final", que decidiram mantê-lo na mesma posição do ano passado, a 100 segundos da meia-noite. O relógio, que é uma …

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …