António Costa anuncia aumento do salário mínimo em 2019

José Sena Goulão / Lusa

O secretário-geral do PS, António Costa, e o presidente do Partido, Carlos César

“A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, garantiu António Costa.

No final do jantar do 45º aniversário do Partido Socialista, António Costa anunciou que o salário mínimo vai voltar a aumentar em 2019. Além disso, o primeiro-ministro e secretário-geral do PS considerou que o seu Governo derrubou o mito de que a competitividade económica se faz com baixos salários.

“A direita dizia que para Portugal recuperar competitividade era preciso baixos salários e fragilização dos direitos laborais. A verdade é que aumentámos o salário mínimo em 2016, em 2017, este ano – e ficam já a saber que voltaremos a aumentá-lo em 2019”, prometeu.

Durante o seu discurso, Costa lembrou que o seu Governo, quando foi formado, em Novembro de 2015, “teve de derrubar muros, tabus e mitos instalados” na política portuguesa, o primeiro dos quais de que era impossível um executivo suportado por uma maioria de esquerda.

Esse muro está hoje derrubado. Dois anos e meio depois a solução é estável, funciona e, sobretudo, cumpriu os compromissos com os portugueses”, disse, recebendo palmas da plateia.

Ao fim de dois anos e meio, defende o primeiro-ministro, o seu Governo “demonstrou que é possível sair das políticas de austeridade, fazendo uma boa gestão orçamental” e, por outro lado, “acabou com o complexo do bom aluno” que “está sempre em silêncio” perante a União Europeia.

Foi neste ponto que o secretário-geral do PS invocou a tradição “universalista” do partido fundado por Mário Soares na República Federal Alemã em 1973, mas também outros socialistas portugueses que assumem altos cargos internacionais.

“Hoje temos um socialista, português, que é secretário-geral das Nações Unidas. E temos ainda um português, socialista, que é presidente do Eurogrupo”, frisou.

// Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. O melhor é que só se fala no ordenado mínimo! e os outros?
    Qualquer dia tenho os assalariados do ordenado mínimo a ganhar mais que eu próprio que sou licenciado!

    Actualizem as tabelas de salariais… claro quem ganha acima dos 1500€ já não necessita de aumentos e o mesmo se aplica a políticos e amigos!

  2. Que triste figura fazem nesta fotografia deste artigo. Estamos a ser (des)governados por um grupo de anormais idiotas. Fazem a festa e deitam os fogetes porque em 2019 vão aumentar o salário mínimo.
    Que tristes….

  3. O outro governo roubou os salários, as reformas, o subsídio de férias e Natal, horas semanais, derivados, IRS, etc. etc… e sorriam muito mas com desdém , …eu prefiro a festa

  4. Na verdade ser licenciado ou não tanto faz,o que interessa é o valor de quem trabalha,e o valor de quem trabalha nos países civilizados é só um, porque trabalho é trabalho,agora diz-me mas eu queimei as pestanas a estudar, muito bem, quem pagou aos professores e ás instituicões?e ainda as propinas e ainda as bolsas de estudo etc.vai dizer estudei no privado, paciencia, foi uma opção,porque um país que tem estudo e saúde para ricos e estudo e saúde para pobres não se pode charmar de regime democrático, quando vou fazer compras ou procuro serviços não encontro preço para pobres e preço para ricos encontro preço e a opção é do individuo.

  5. Gostaria de deixar bem claro que a informação contida nesta mensagem é pura especulação. Os aumentos e as vantagens que isso traz apenas se refere ao que parece ser uma feliz vida com especialização em vender dinheiro comprar as dividas pública s dos estados já á muito cativos do capital, um dia e nesse dia já estaremos todos mortos o mundo vai colapsar dentro do capitalismo e assim adotar uma postura racional em relação as sociedades. Por agora ficamos com a esperança que o aumento venha favorecer quem trabalha. E vida o capitalismo pelo menos por enquanto enquanto. Só assim a humanidade vai aprender ainda á muito que sofrer. A base das sociedades um dia vai se modificar e passar de solidez do capitalismo para um espírito bem mais humano e quando isso acontecer irá ser com vergonha que iremos dizer as crianças que os homens um dia eram escravos num regime democrático capitalista e tecnocrata e para uns serem muito felizes outros usuários morriam á fome, enfim a história do homem. Abraços a todos e uma vida prospura vos desejo.

RESPONDER

Polícias de elite da PSP convocados para trabalhar nas obras

Operacionais da Unidade Especial de Polícia (UEP) da PSP estão a ser chamados para colaborarem como voluntários nas obras de remodelação da messe localizada na Quinta das Águas Livres, em Belas, Sintra. Segundo o Correio da …

Portugueses são dos que menos gastam em viagens turísticas

Os portugueses são dos cidadãos europeus que menos gastam em deslocações de turismo, ao desembolsar em média 136 euros por viagem turística, menos de metade da média da União Europeia, de 336 euros, revelam dados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo recorrer à Justiça, depois de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe ter cancelado o acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Trabalhadores da CGD em greve contra a perda de privilégios

O novo Acordo de Empresa que a Administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pretende implementar está a gerar revolta entre os trabalhadores e já levou à convocação de uma greve para sexta-feira, 24 de …

Asia Argento terá pago a jovem ator que a acusou de assédio sexual

A atriz e realizadora italiana terá pago 380 mil dólares para silenciar um jovem ator e músico que a acusa de assédio sexual quando tinha apenas 17 anos. Asia Argento foi uma das primeiras mulheres da …

Governo está a preparar descida dos impostos e aumento das pensões

São cinco as prioridades do Governo para o próximo Orçamento do Estado, segundo revela Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, nomeando o aumento das pensões, o alívio no IRS, a descida …

Bomba que matou 40 crianças no Iémen foi vendida pelos EUA em 2015

A bomba que matou de 40 crianças num autocarro escolar no Iémen, a 9 de agosto, foi fabricada pelos Estados Unidos e vendida à Arábia Saudita em 2015. De acordo com a CNN, que avança …

GNR "desfalcada" devido à transferência de mil militares para os incêndios

Nos últimos meses, mais de mil militares da GNR foram "reconvertidos" em bombeiros especialistas, membros do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), que atuam no combate a incêndios. Com esta alocação, a situação …

Em 17 anos, o número de inspetores na educação caiu 41%

Entre 2001 e 2017, o número de inspetores a Inspeção-Geral da Educação e Ciência (IGEC) passou de 304 funcionários a exercer essas funções para 179, registando assim uma queda de 41%. O Sindicato dos Inspetores da …

Mais de 400 mortos nas inundações em Kerala, no sul da Índia

Mais de 400 pessoas morreram na sequência das inundações que atingiram Kerala, na Índia, as mais graves em 100 anos naquele estado do sul do país, de acordo com um balanço feito nesta segunda-feira pelas …