Ataque de Sócrates ao PS é uma “tremenda injustiça”. Costa não é um “traidor”, diz Ana Catarina Mendes

Tiago Petinga / Lusa

Líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, criticou as declarações de José Sócrates que, em resposta a Fernando Medina, atacou a direção do partido.

Em entrevista à TVI, na noite desta quarta-feira, José Sócrates respondeu a Fernando Medina, que defendeu que as suspeitas que recaem sobre o antigo primeiro-ministro minam a confiança dos portugueses e corroem a democracia.

“O essencial não é esse personagem”, atirou Sócrates, para logo de seguida acrescentar: “Falemos, portanto, do mandante que é a liderança do PS e a sua direção. E essas declarações dizem tudo sobre o que realmente pensa o Partido Socialista, ou melhor, a sua direção”, disse, acrescentando que saiu do PS por já não aguentar o silêncio do partido.

Na Circulatura do Quadrado, na TVI, a líder parlamentar do PS respondeu ao antigo governante, classificando o ataque de “uma tremenda injustiça“, quer “à direção do PS, quer ao próprio António Costa, considerando-o como um traidor, não só na entrevista de hoje, como nos últimos dias”.

“O PS nunca apagou a história do seu partido”, sublinhou Ana Catarina Mendes, citada pelo Expresso. “Sabe que José Sócrates deu a primeira e única maioria absoluta ao partido, foi secretário-geral, foi primeiro-ministro e entende que, em processo judicial sempre disse que deixaria o processo correr na justiça, deixando-a fazer o trabalho que tem de fazer.”

Ao contrário de Medina, a socialista preferiu não fazer qualquer comentário sobre os factos da acusação ou sobre o comportamento do ex-primeiro-ministro.

No caso de a acusação se confirmar, como estamos a falar de um ex-primeiro-ministro, isso faz com que “os cidadãos tenham a legítima necessidade de olhar para os partidos também com desconfiança”, reconheceu apenas.

Apesar de entender a necessidade de, neste momento, dar uma entrevista, a líder parlamentar do PS recomendou “recato” a José Sócrates. “Há momentos em que é preciso recato e o recato aconselhava a que não tivéssemos aqui também uma nova sessão de justificação, a explicar coisas.”

Esta quarta-feira, Fernando Medina quebrou o silêncio que se faz sentir no PS desde sexta-feira e reagiu à acusação de José Sócrates, afirmando que a decisão do juiz de instrução Ivo Rosa é de “enorme gravidade e singularidade“.

“Alguém que exerce funções de primeiro-ministro, como outro eleito, tem uma suprema responsabilidade, a responsabilidade dos milhões das pessoas que votaram e dos milhares que o apoiaram diretamente. [A confiança] é colocada em causa quando se vê uma decisão do tribunal desta natureza”, disse o presidente da Câmara de Lisboa.

Na última sexta-feira, o antigo primeiro-ministro foi ilibado dos crimes de corrupção na Operação Marquês, mas o juiz Ivo Rosa acusou-o declaradamente de se ter “vendido” ao amigo Carlos Santos Silva. Só que o crime já prescreveu e, portanto, Sócrates está apenas acusado de branqueamento de capitais, arriscando até 12 anos de prisão.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …

Principais indicadores da crise climática estão a atingir "ponto de inflexão", revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas …

Biden acusa a Rússia de tentar intervir nas eleições de 2022 para o Congresso

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, acusou na terça-feira o seu homólogo russo, Vladimir Putin, de tentar interferir nas eleições para o Congresso de 2022, espalhando "desinformação". "Veja o que a Rússia já está …

Polícias rejeitam proposta do MAI para o subsídio de risco e prometem novos protestos

Os sindicatos da PSP e as associações socioprofissionais da GNR rejeitaram, esta quarta-feira, a proposta apresentada pelo Governo para o subsídio de risco e prometem novos protestos até que seja atribuído "um valor justo". "Saímos completamente …

Desta vez, van Vleuten ganhou mesmo (aos 38 anos)

Ficou para trás o episódio caricato do último domingo. Annemiek van Vleuten é a nova campeã olímpica de ciclismo, contrarrelógio. Annemiek van Vleuten iria ficar ligada a um dos momentos mais insólitos, ou mesmo o mais …

Bruxelas assegura aquisição de medicamento para tratamento precoce da covid-19

A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, um contrato de aquisição conjunta com a farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) para a compra do sotrovimab, um medicamento destinado ao tratamento precoce da covid-19, cuja utilização está a ser analisada …

Vacinados escapam às restrições da "lista âmbar" britânica

Pessoas vacinadas contra a covid-19 que viagem a partir dos Estados Unidos (EUA) ou da União Europeia (UE) podem evitar a quarentena caso venham de um país da "lista âmbar" britânica, onde está Portugal. Segundo o …