Assassino de John Lennon contou os seus planos à esposa 2 meses antes de cometer o crime

Jack Mitchell / wikimedia

John Lennon e Yoko Ono

A esposa do assassino de John Lennon, Gloria Hiroko Chapman, revelou que o seu marido, Mark Chapman, lhe contou que iria assassinar o Beatle dois meses antes de cometer o crime.

Gloria, agora com 67 anos, contou que na primeira vez que o seu marido tentou matar o músico não foi capaz de levar o seu plano avante porque o amor que sentia por si o impediu. Além disso, Mark insistiu que já se tinha desfeito da arma que pretendia usar para consumar o crime, revela o jornal britânico The Mirror.

No entanto, e apenas dois meses depois, Gloria ouviu a notícia da morte do lendário músico, que tinha sido assassinado perto da sua casa em Nova Iorque. Imediatamente, Gloria soube que Mark era o responsável pelo crime.

“Eu sabia que tinha sido o Mark. Como é que eu sabia? Dois meses antes, Mark tinha viajado para Nova Iorque. Depois da viagem, chegou a casa com medo, dizendo que, para fazer carreira, para ‘fazer nome para si próprio’, planeava matar Lennon. Mas Mark disse que o meu amor o tinha salvado”, confessou Gloria.

Apesar do seu marido lhe ter confessado a intenção de cometer o crime, Gloria não se preocupou quando Mark planeou outra viagem a Nova Iorque. Mark Chapman terá alegado que precisava de algum tempo para si e para pensar na sua vida, de forma a crescer como adulto e como marido, contou Gloria.

“O Mark disse-me que tinha atirado a arma para o oceano e eu acreditei. Mas ele mentiu-me”, lamentou.

A esposa de Mark Chapman descreveu o dia do assassinato – a 8 de dezembro de 1980 – como uma das “noites mais negras” da sua vida.

“A minha vida mudou drasticamente naquela noite. Naquele momento, eu era a Sra. Mark David Chapman, a esposa de um assassino. E não era um assassino qualquer, mas de alguém, cuja vítima era conhecida e amada por milhões de pessoas em todo o mundo”, contou Gloria, que agora vive em Kailua, no Havai.

As declarações de Gloria surgem agora, 38 anos depois do crime e a poucos dias das autoridades norte-americanas voltarem a avaliar um pedido de liberdade condicional. A audiência deve ocorrer no próximo dia 20 de agosto. Este será o 10.º pedido submetido pelo assassino desde o crime – até agora, a liberdade foi-lhe sempre negada.

“Não me importa quanto tempo Mark passe na prisão, vou esperar por ele”, disse.

Yoko Ono, viúva do ex-Beatle, tem-se mostrado contra a libertação condicional de Mark Chapman. “Se ele fez isso uma vez, poderia fazê-lo novamente com outra pessoa”, afirmou Ono há cerca de 4 anos, na altura em que um dos pedidos de libertação de Mark decorria.

Mark David Chapman cumpre pena de prisão perpétua por ter assassinado o músico, com 5 disparos de um revólver de calibre 38. John Lennon tinha 40 anos quando foi morto e acabava de regressar à atividade musical após uma pausa para cuidar do filho nascido em 1975.

John Lennon foi um dos fundadores dos Beatles. Formada em Liverpool, a banda britânica é um dos grupos musicais mais bem-sucedidos e aclamados em todo o mundo.

ZAP // RT

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Ou eu me engano muito ou este foi um daqueles títulos de notícia arquitectado ao milímetro para atrair o leitor por indução em erro.

    “Assassino de John Lennon contou os seus planos à esposa 2 meses antes de cometer o crime” – e por baixo uma foto de John Lennon com a sua esposa, Yoko Ono.

    Calro que a ideia é induzir em erro, dando a impressão de que o assassino contou os planos à esposa de John Lennon. Ainda por cima sabendo-se que Yoko Ono tem péssima fama de ter sempre tentado lucrar o máximo possível com a morte do marido e com direitos sobre músicas que nunca escreveu nem nunca compôs… A ssociação torna-se inevitável.

    E eu tive pena de que não tivesse mesmo contado a Yoko Ono, porque está mais do que na hora desta parasita parar de viver à custa dum marido que até em vida, só influenciou negativamente.

  2. “John Lennon foi um dos fundadores dos Beatles. Formada em Liverpool, a banda britânica é um dos grupos musicais mais bem-sucedidos e acalmados em todo o mundo”.

    Será que custa muito corrigirem o erro em “acalmados”? Ponham lá o “aclamados”, se faz favor, porque de facto John Lennon foi um músico muito aclamado.

      • Já agora, em matéria de correcções é conveniente fazer mais uma, que tem a ver, precisamente, com o particípio passado do verbo salvar: este verbo, como outros, em Português, tem dois particípios passados: “salvo” e “salvado”; com os auxiliares ser e estar utiliza-se o particípio passado “salvo” e com os auxiliares ter e haver emprega-se o particípio passado “salvado”; portanto, em vez de “Mas Mark disse que o meu amor o tinha salvo” (como aparece no texto), deverá escrever-se “Mas Mark disse que o meu amor o tinha salvado”. Fica feita a observação / correcção.

RESPONDER

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …

"Agiu de forma premeditada". Mãe que deixou bebé no lixo vai continuar presa

O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou esta quinta-feira o pedido de habeas corpus para a libertação da jovem de 22 anos que terá deixado o seu filho recém-nascido num caixote do lixo em Lisboa. A …

Mau tempo nas próximas 48h. Proteção Civil alerta para cheias e quedas de árvores

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil alertou para a possibilidade de lençóis de água e de gelo nas estradas, cheias rápidas e queda de árvores, devido ao mau tempo nas próximas 48 horas …