ASAE não detetou ilícitos no crowdfunding dos enfermeiros (mas abriu um processo)

Rodrigo Antunes / Lusa

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) não detetou irregularidades nas campanhas de crowdfunding dos enfermeiros, mas abriu um processo de contra-ordenação contra a entidade gestora de uma outra plataforma na Internet.

Esta foi a primeira inspeção ao funcionamento das plataformas eletrónicas de financiamento colaborativo realizada pela ASAE, que garante ir “acompanhar o surgimento de novas plataformas e monitorizar as campanhas” e promover ações de inspeção periódicas”. Além de monitorizar o funcionamento das plataformas de financiamento colaborativo, a ASAE foi verificar se havia indícios de branqueamento de capitais, de concorrência ou práticas comerciais desleais.

Apesar de haver 13 plataformas de crowdfunding registadas em Portugal, apenas quatro estão a funcionar e a ASAE foi inspecioná-las na sequência da polémica gerada com o crowdfunding dos enfermeiros, que conseguiram reunir mais de 700 mil euros.

O dinheiro foi angariado em campanhas promovidas através da plataforma PPL para financiar as duas “greves cirúrgicas” nos blocos operatórios de vários hospitais públicos, entre novembro do ano passado e fevereiro deste ano.

O apoio através do financiamento colaborativo aos protestos dos enfermeiros desencadeou polémica, tendo mesmo sido questionada a sua legalidade. O PS chegou a defender uma mudança do regime de crowdfunding, de forma a acabar com o caráter anónimo das contribuições.

Nas quatro plataformas de financiamento colaborativo que estavam activas na altura da inspeção (além da PPL, a Novobancocrowdfunding, a Boaboa e a Crowdfunding), a ASAE seleccionou oito campanhas “de maior relevo”, em termos de “montantes angariados (ou a angariar) e de número de campanhas propostas por beneficiário em cada uma das plataformas”, explica a ASAE ao jornal Público.

A que motivou a abertura de um processo de contra-ordenação é “de âmbito formativo e digital”, disse apenas a ASAE. Quanto às outras, além da que serviu para financiar as “greves cirúrgicas” dos enfermeiros, houve uma que serviu para a aquisição de veículos para fins sociais (ambulâncias), outra para a integração e apoio de indivíduos com problemas de saúde específicos, e outras para desenvolvimento de espaços de apoio social, cultura e cidadania, empreendedorismo e inovação social.

“Não foram detetados indícios da prática de quaisquer outros ilícitos contra-ordenacionais ou criminais nas restantes sete campanhas inspecionadas”, assegura a ASAE.

O processo de contra-ordenação foi instaurado por terem sido detetadas quatro infracções, entre as quais “incumprimento de obrigações previstas no âmbito do financiamento colaborativo”, nomeadamente quanto “à celebração de contrato escrito com o beneficiário do financiamento, prestação de informação, regime de conflito de interesses e registo e conservação de elementos de informação”.

O processo está a decorrer na ASAE, que sublinha que a decisão final “apenas poderá ser tomada após a fase de instrução, que ainda decorre”. As coimas aplicáveis oscilam entre 2.500 euros e um milhão de euros.

O financiamento da greve cirúrgica dos enfermeiros levantou suspeições públicas sobre a sua origem, sendo aventada nomeadamente a possibilidade de estar a ser financiada pelo setor privado da saúde. Os enfermeiros conseguiram angariar 784 mil euros através do crowdfunding e a ASAE quis investigar quem é que contribuiu com o dinheiro, para averiguar se havia alguma infração da Lei. A Ordem alegou que os donativos foram feitos por enfermeiros, individualmente e em grupo, e por amigos e familiares.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) chegou a considerar que a greve dos enfermeiros, financiada através de donativos, era ilegal.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …