ASAE encontra carne estragada e falsificada em talhos portugueses

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detetou carne estragada, falsificada ou abatida de forma clandestina à venda em talhos nacionais, avançou o Jornal de Notícias (JN).

A notícia do JN, citada pelo Público no sábado, indicou que, desde 2017 até 15 de Março de 2019, foram fiscalizados 1562 estabelecimentos e instaurados 57 processos-crime. Estes números correspondem a uma média de dois processos-crime por mês.

As principais infrações registadas pela ASAE nas fiscalizações realizadas a talhos de rua e inseridos em superfícies comerciais foram o abate clandestino, a venda de produtos alimentares estragados ou falsificados e a fraude de mercadorias.

Também a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária detetou incumprimentos de normas de higiene e de rastreabilidade dos produtos em 50% das ações de fiscalização efetuadas em 2018, escreveu o JN.

Ambas as autoridades constataram também que dezenas de talhos não cumprem as regras de higiene na venda e na preparação da carne, levando à abertura de 399 novos processos de contra-ordenação.

A distribuição, preparação e venda de carnes desrespeitando as normas de higiene e técnicas, a falta de controlo de temperaturas e a inexistência de rotulagem, bem como a venda de produtos em estabelecimentos não registados que não cumprem os regulamentos da União Europeia, foram as principais infrações.

Questionada pelo JN, a ASAE explicou que os talhos são obrigados a fazer controlos “diários e periódicos” de temperatura dos equipamentos e da carne. Outras das falhas encontradas são a falta de salas reservadas para a preparação da carne, a refrigeração incorreta do equipamento de picar carne e o destino final dado aos ossos e aparas retiradas das peças.

O uso de sulfitos na carne picada continua a ser uma das preocupações dos inspetores. Em 2017, a ASAE registou uma taxa de incumprimento de 33% em relação a esta norma, descendo para 27% em 2018. O uso de sulfitos na carne para lhe conferir um aspeto mais fresco, a venda fraudulenta de carne e a contaminação por salmonelas são algumas das infrações mais frequentes, apesar de nos últimos dois anos terem sido detetadas poucas situações.

Em 2017, das 56 amostras de carne picada analisadas, oito continham sulfitos. Em 2018, o número de amostras aumentou para 82, (três delas continham sulfitos e quatro tinham salmonelas).

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E porque razão não são divulgados os nomes dos estabelecimentos onde pelo menos se venda carne em más condições? Poderia ser uma boa forma de pôr outros de pré-aviso.

  2. E estas abéculas, em vez que convocarem os produtores para responder criminalmente sobre estes crimes, convocam funcionários de supermercados que apenas cumprem ordens e nem tem nada a ver com a produção da carne, este “inspectores” são do caraças …..

RESPONDER

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …

Estado angolano exige 25 milhões de euros ao general Dino

O Estado angolano exige ao general Leopoldino Fragoso do Nascimento, mais conhecido por Dino e um dos homens de confiança do ex-presidente José Eduardo dos Santos, o pagamento de 29 milhões de dólares (25 milhões …

Procuradora dos "Cinco de Central Park" deixa de lecionar Direito após série da Netflix

Elizabeth Lederer, a procuradora principal do caso dos "Cinco de Central Park", que resultou na condenação injusta de jovens negros e latinos por violação, disse que vai deixar de lecionar Direito na Universidade de Columbia, …

A água da torneira de uma cidade americana ficou repentinamente cor-de-rosa

Os residentes de Coal Grove, no Ohio, foram surpreendidos por água cor-de-rosa a sair das torneiras das suas casas. O problema esteve relacionado com uma avaria na bomba da estação de tratamento da água. Nenhum habitante de …

Hospital Pulido Valente sem anestesistas na escala este fim de semana

Médicos do Hospital Pulido Valente, em Lisboa, foram este sábado surpreendidos com a falta de anestesistas na escala deste fim de semana e manifestam preocupação com o impacto da decisão nos doentes internados. O coordenador da …

Na Suécia, há quem tenha "vergonha" de andar de avião

Viajar de avião ou usar outro meio de transporte? Para muitos, essa pergunta vem de um dilema ético, de pessoas preocupadas com o impacto da aviação nas mudanças climáticas. Nenhum país, contudo, levou esse dilema tão …

EUA. Governo separa famílias de imigrantes ilegais e envia as crianças para antiga base militar

O internamento de nipo-americanos durante a Segunda Guerra Mundial sempre permaneceu uma mancha terrível nos livros de história dos Estados Unidos (EUA). Cerca 120 mil pessoas foram mantidas à força em várias dessas instalações entre …

Morreu o cineasta italiano Franco Zeffirelli

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu, na sua casa, em Roma, aos 96 anos, noticiou este sábado a imprensa italiana. “O desaparecimento ocorreu no final de uma longa doença. O mestre vai descansar no cemitério de …