ASAE encontra carne estragada e falsificada em talhos portugueses

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) detetou carne estragada, falsificada ou abatida de forma clandestina à venda em talhos nacionais, avançou o Jornal de Notícias (JN).

A notícia do JN, citada pelo Público no sábado, indicou que, desde 2017 até 15 de Março de 2019, foram fiscalizados 1562 estabelecimentos e instaurados 57 processos-crime. Estes números correspondem a uma média de dois processos-crime por mês.

As principais infrações registadas pela ASAE nas fiscalizações realizadas a talhos de rua e inseridos em superfícies comerciais foram o abate clandestino, a venda de produtos alimentares estragados ou falsificados e a fraude de mercadorias.

Também a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária detetou incumprimentos de normas de higiene e de rastreabilidade dos produtos em 50% das ações de fiscalização efetuadas em 2018, escreveu o JN.

Ambas as autoridades constataram também que dezenas de talhos não cumprem as regras de higiene na venda e na preparação da carne, levando à abertura de 399 novos processos de contra-ordenação.

A distribuição, preparação e venda de carnes desrespeitando as normas de higiene e técnicas, a falta de controlo de temperaturas e a inexistência de rotulagem, bem como a venda de produtos em estabelecimentos não registados que não cumprem os regulamentos da União Europeia, foram as principais infrações.

Questionada pelo JN, a ASAE explicou que os talhos são obrigados a fazer controlos “diários e periódicos” de temperatura dos equipamentos e da carne. Outras das falhas encontradas são a falta de salas reservadas para a preparação da carne, a refrigeração incorreta do equipamento de picar carne e o destino final dado aos ossos e aparas retiradas das peças.

O uso de sulfitos na carne picada continua a ser uma das preocupações dos inspetores. Em 2017, a ASAE registou uma taxa de incumprimento de 33% em relação a esta norma, descendo para 27% em 2018. O uso de sulfitos na carne para lhe conferir um aspeto mais fresco, a venda fraudulenta de carne e a contaminação por salmonelas são algumas das infrações mais frequentes, apesar de nos últimos dois anos terem sido detetadas poucas situações.

Em 2017, das 56 amostras de carne picada analisadas, oito continham sulfitos. Em 2018, o número de amostras aumentou para 82, (três delas continham sulfitos e quatro tinham salmonelas).

TP, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E porque razão não são divulgados os nomes dos estabelecimentos onde pelo menos se venda carne em más condições? Poderia ser uma boa forma de pôr outros de pré-aviso.

  2. E estas abéculas, em vez que convocarem os produtores para responder criminalmente sobre estes crimes, convocam funcionários de supermercados que apenas cumprem ordens e nem tem nada a ver com a produção da carne, este “inspectores” são do caraças …..

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …