Arthur C. Clarke previu o futuro. E acertou

x-ray delta one / Flickr

Arthur C. Clarke em 1968 com os pods de "2001 - Odisseia no Espaço", filme baseado na sua novela com o mesmo nome.

Arthur C. Clarke em 1968 com os pods de “2001 – Odisseia no Espaço”, filme baseado na sua novela com o mesmo nome.

Um vídeo de Arthur C. Clarke numa conferência em 1976, revelado esta semana, mostra as previsões do escritor para o século XXI – e pelo menos oito dos cenários estão corretos, antevendo situações que hoje parecem banais mas que há 40 anos eram apenas ideias.

Com a chegada de 2015, muitas foram as comparações feitas entre a realidade que nos rodeia e a descrita no filme Back To The Future, de 1985, e a verdade é que o autor da película revelou-se certeiro em muito poucas situações. Não há carros voadores nem viagens no tempo.

Mas o mesmo não acontece com Arthur C. Clarke, inventor e escritor britânico de ficção científica, autor do livro 2001: Odisseia no Espaço.

Sir Arthur C. Clarke morreu em 2008, sem ter tido oportunidade de conhecer todas as inovações dos últimos. Mas, em 1976, numa conferência da AT&T/MIT, antecipou o futuro do século XXI e conseguiu acertar em, pelo menos, oito previsões.

Em vez de carros voadores, o escritor deu mais atenção à área da comunicação e conseguiu prever com sucesso, por exemplo, a invenção do satélite de comunicações e a criação do Google.

Nesta conferência, Arthur C. Clarke previu cenários que ainda não são realidade, como as viagens espaciais puramente pelo prazer de viajar. Mas a SpaceX de Elon Musk e a Virgin Galactic de Richard Branson já aí estão, a abrir o caminho para a concretização da ideia.

Ainda assim, muitos dos cenários de Clarke estão correctos, como é o caso do desenvolvimento dos computadores. No tempo das fitas perfuradas, o escritor previu que um teclado seria unido a um ecrã para que a comunicação com o mundo exterior pudesse acontecer.

Para além disso, no seu discurso, o escritor aponta os dispositivos interligados como o futuro, na medida em que “vão permitir que enviemos mais informação para os nossos amigos, para trocar informações gráficas, dados, livros e mais”.

O culminar desta previsão surge com o desenvolvimento da internet que permite, precisamente, essas trocas de que falava.

Arthur C. Clarke afirmou também que as chamadas com vídeo seriam comuns no século XXI, e o surgimento de ferramentas como o Skype são a prova disso mesmo.

O e-mail foi também antecipado por Clarke, que o descreveu sob a forma de um meio de comunicação puramente digital que facilitasse a comunicação em tempo real como um complemento ao telefone da época.

x-ray delta one / Flickr

Em "2001, Odisseia no Espaço", escrito em 1968, Arthur C. Clarke previu chamadas telefónicas com vídeo.

Em “2001, Odisseia no Espaço”, escrito em 1968, Arthur C. Clarke previu chamadas telefónicas com vídeo.

O próprio telefone viria a sofrer alterações que o escritor previu, como por exemplo que os equipamentos se tornariam móveis e que seriam de tal forma integrados no quotidiano das populações que operaria uma “reestruturação na sociedade”.

O escritor antecipa ainda o telecommuting, que consiste no aproveitamento das tecnologias digitais para que se possa trabalhar em casa tal como se se estivesse no escritório, enquanto realidade comum. Apesar de ainda não ser tão habitual como previu, o telecommuting já é uma realidade em muitas profissões.

Uma das previsões que corresponde na perfeição ao século XXI passa pela criação de uma “máquina” que teria a capacidade de procurar informações numa espécie de “biblioteca central”, ou seja, o desenvolvimento de um motor de busca. O Google é um exemplo da concretização deste cenário.

Por fim, Arthur C. Clarke antecipou o desenvolvimento de uma tecnologia que permitisse a existência de smartwatches. O lançamento do primeiro relógio inteligente da Apple está previsto para abril deste ano – e nem sequer será propriamente o primeiro smartwatch a ver a luz do dia.

Clarke é considerado o pai do satélite geo-estacionário de telecomunicações, por ter descrito os prencípios de física teórica que estão por trás da sua invenção.

Das mais importantes antecipações científicas de Clarke, está por concretizar o seu elevador espacial, uma invenção descrita na sua premiada novela The Fountains of Paradise.

Mas a julgar pela novela, que descreve a construção de uma estrutura gigante a ligar a terra a um satélite geo-estacionário, teremos que esperar pelo século XXII para poder ir de elevador até ao espaço.

// B!T

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Recomendo a todos a leitura do livro Visões do Futuro de Arthur C. Clarke. É já de 2001, mas é uma boa leitura. Chega até a ser hilariante a forma descontraída como o autor o escreve, mas também um exercício mental de previsão de futuro brilhante (mas não em todos os casos :).

  2. Mas, sem tirar qualquer crédito à antecipação, em 1976 o e-mail já existia bem como os computadores com teclado e rato (patenteado em 1970) e a interligação via Internet (década de 70) também existia. Claro que não em massa como conhecemos actualmente nem fora das universidades e ambientes militares. Mas, existiam…

RESPONDER

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagens. Livre cai a pique, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo é no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …