Arquivado inquérito a presidente da Relação envolvido nas escutas aos vistos gold

European Parliament

-

O Ministério Público no Supremo Tribunal de Justiça arquivou o inquérito extraído do processo vistos gold, que envolvia o presidente da Relação de Lisboa (TRL), Vaz das Neves, por considerar “não existirem indícios da prática de qualquer ilícito criminal”.

Segundo a decisão do MP, de 10 de abril, a que a agência Lusa teve acesso, o inquérito resultou de uma certidão extraída da investigação do Departamento Central de Investigação Criminal, visando averiguar a eventual prática de ilícitos criminais por parte do juiz desembargador Luís Maria Vaz das Neves.

Na certidão alude-se a uma conversa telefónica, a 2 de setembro de 2014, entre Vaz das Neves e o ex-presidente do Instituto de Registos e Notariado (IRN), António Figueiredo – que é arguido no processo dos vistos gold e se encontra atualmente em prisão preventiva – em que o presidente do Tribunal da Relação de Lisboa “manifesta todo o seu apoio em tudo o que for necessário, pessoal e institucional”, depois de Figueiredo lhe dizer que estava a ser escutado.

António Figueiredo disse que havia um inquérito a decorrer, tendo Vaz das Neves dito, entre outras expressões, “estou totalmente disponível para tudo” e “conte ou disponha daquilo que considerar que possa eventualmente ter alguma utilidade“.

Inquirido pelo MP no STJ, Vaz das Neves declarou que desde há cerca de 10 anos se encontrava com António Figueiredo em cerimónias oficiais e que devido a esses encontros se foi estabelecendo um relacionamento pessoal de grande respeito e consideração.

Quanto ao apoio de colaboração pessoal e institucional, o presidente do TRL referiu que surgiu “naturalmente da relação de grande consideração e amizade que nutre por aquele, nada mais significando do que uma manifestação de conforto pessoal institucional para com um amigo”.

Explicou também que o telefonema do então presidente do IRN resultou de uma conversa que com ele manteve, em agosto de 2014, sobre a forma de registar uma criança com nome na língua mirandesa.

O Ministério Público concluiu que a prova recolhida evidencia “a inexistência de qualquer ilícito criminal“.

Relativamente ao apoio pessoal e institucional manifestado por Vaz das Neves, o MP no STJ entendeu que se insere “numa manifestação de conforto dirigida a alguém por quem tinha apreço e de quem não se antevia a prática de qualquer ato ilícito”.

“Tal é reforçado pelo conhecimento que então existia dos factos imputados aos arguidos no processo conhecido por vistos gold não ser o mesmo que existe atualmente, destacando-se até, na conversa, alguma surpresa da parte de Vaz das Neves com a notícia” de que o então presidente do IRN estava a ser investigado e escutado.

Para o MP, trata-se apenas de “uma conversa cordial entre duas pessoas que mantinham relações institucionais próximas, não traduzindo a prática, nem sequer o propósito anunciado de praticar futuramente qualquer ilícito“, lê-se no despacho.

No âmbito da Operação Labirinto, relacionada com a aquisição de vistos gold, 11 pessoas foram detidas em novembro, incluindo o antigo IRN, a ex-secretária-geral do Ministério da Justiça Maria Antónia Anes, o ex-diretor-geral do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras Manuel Jarmela Palos e o empresário chinês Zhu Xiaodong.

Em causa estão indícios de corrupção ativa e passiva, recebimento indevido de vantagem, prevaricação, peculato de uso, abuso de poder e tráfico de influência, relacionados com a atribuição de autorizações de residência para a atividade de investimento, vulgarmente conhecidos por vistos gold.

/Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • …Podia oferecer-lhe um par de carrinhos de linha… Se você decidisse descer o Monte da virgem neles, eu seria responsável pelas eventuais consequências?

      • Grata pela sua oferta, Viés. Não aceito por já ter carro. Nem sei onde fica o dito Monte que menciona. Talvez você precise dos tais carrinhos para o descer. Tente, Viés, tente!

        • Enganei-me na oferta mas mantenho a esperança, substituindo os tais carrinhos de costura por bicicleta do tipo Volta a Portugal… A questão-exercício é a mesma. Mantém-se !

RESPONDER

As montanhas geladas de Plutão são fruto de um processo único (e inverso ao da Terra)

As montanhas descobertas em Plutão durante o "flyby" da nave New Horizons pelo planeta anão em 2015 estão cobertas por um manto de metano gelado, criando depósitos brilhantes impressionantemente parecidos aos das cadeias de montanhas …

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …