Armando Vara só deve entrar na prisão no início do próximo ano

Paulo Novais / Lusa

O ex-ministro Armando Vara

Armando Vara deverá entrar na cadeia apenas no início do próximo ano para cumprir uma pena de prisão de cinco anos no âmbito do processo Face Oculta.

Depois do Tribunal Constitucional se ter recusado a analisar os argumentos apresentados pela defesa de Vara, ainda está a correr um prazo de 10 dias para invocar nulidades.

No entanto, a defesa não deverá usar esse direito. “Tenho a instrução do meu cliente para não usar nenhum expediente dilatório”, disse o advogado de Vara, Tiago Rodrigues Bastos, citado pelo Público.

Só em meados de Dezembro é que a juíza titular do processo no Constitucional, Fátima Mata Mouros poderá confirmar que o processo transitou em julgado, ou seja, considerar que a condenação se tornou definitiva. Só então o caso terá que baixar à primeira instância, podendo ainda ter que passar pelo Tribunal da Relação do Porto, onde o processo se encontra fisicamente e onde foram admitidos os recursos para o Constitucional.

Independentemente disso, terá que ser um juiz do tribunal de Aveiro, onde o processo foi julgado, a emitir os mandados de condução ao estabelecimento prisional.

Mas tal ainda pode demorar muito tempo. Há o caso de um condenado deste caso, um ex-funcionário da Petrogal, que apesar de não ter recorrido da decisão da Relação do Porto que, em abril do ano passado, confirmara a sua prisão a cinco anos e nove meses, continuava um ano depois em liberdade.

A advogada explicou em maio que tal acontecia porque só quando todos os recursos terminassem é que o processo baixaria à primeira instância, onde um juiz emitiria o mandado.

Armando Vara pode apresentar-se voluntariamente

Normalmente quem executa o mandado é a polícia que atua na área de residência do arguido – neste caso, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP. Mas é habitual os condenados se apresentarem voluntariamente no estabelecimento prisional.

A escolha da cadeia em que o condenado vai cumprir a pena fica normalmente nas mãos da Direção-Geral de Reinserção e dos Serviços Prisionais – tendo em conta a área de residência, o perfil e o nível de segurança a que deve ser sujeito.

No caso concreto de Vara, há dois estabelecimentos prisionais que parecem mais prováveis, o da Carregueira ou o de Évora.

“Estou pronto para me apresentar quando quiserem”

O advogado de Armando Vara tinha admitido a possibilidade de ainda alegar nulidades na decisão do Constitucional, o que, no mínimo, adiaria essa entrada na prisão, mas Armando Vara não parece convencido de que esse seja um bom caminho.

“A partir do momento em que a decisão é tomada, a única coisa a fazer nesta fase é acatar, não haver nenhum tipo de tentativa de adiar”, referiu, garantindo que nunca o procurou fazer: “Sempre que meti recursos, acreditava mesmo que era possível obter vencimento neles. Nunca foi para tentar adiar o que quer que fosse.”

Agora, escreve o Observador, não acredita que possa convencer o Constitucional a mudar de opinião. “É como é”, disse. “Eu ando a cumprir pena há anos. A minha vida nunca mais foi a mesma depois deste processo. Mas eu ganhei força nisto porque eu nunca fiz nada do que fui acusado”.

O tribunal condenou o ex-ministro a 5 anos de prisão e Vara garante que está pronto para se apresentar. “Se o juiz achou que eu tenho uma dívida com a sociedade, quero pagá-la. Por mim, estou pronto para me apresentar quando quiserem“.

Armando Vara foi acusado de tráfico de influências. O  tribunal de Aveiro deu como provado que, a pedido do empresário das sucatas Manuel Godinho, Vara exerceu influência junto do ex-ministro das Obras Públicas, Mário Lino, para destituir a secretária de Estado Ana Paula Vitorino e o presidente do conselho de administração da Rede Ferroviária Nacional, Luís Pardal. Em contrapartida, Vara terá recebido 25 mil euros e várias prendas.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Talvez não.
    Creio que seja para terem tempo de preparar uma ala só para o piqueno, com todo o conforto que “o não-cidadão comum” e dr. faz-de-conta, exija…

RESPONDER

Grupo de cientistas questiona missão da OMS e pede investigação independente na China

Um grupo de cientistas está a pedir uma investigação independente sobre a origem do Sars-CoV-2, com acesso total aos registos da China. Um grupo de cientistas escreveu uma carta aberta, divulgada nos jornais Le Monde e …

Brasil a braços com uma tragédia anunciada. República Checa pede ajuda estrangeira

No Brasil, o número diário de mortes já ultrapassou o dos Estados Unidos. Alemanha, Suíça e Polónia estão a disponibilizar os seus hospitais para receber casos graves de covid-19 da República Checa. Em relação a número …

Iniciativa Liberal diz não a Moedas e avança com candidatura em Lisboa

Este sábado, a Iniciativa Liberal rejeitou integrar a megacolicação encabeçada por Carlos Moedas e anunciou um candidato próprio à Câmara de Lisboa.  Foi este sábado, na Praça do Município, que João Cotrim de Figueiredo, líder do …

Agente da PSP que chamou "aberração" a Ventura suspenso por 10 dias

A Direção Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP) confirmou a suspensão de dez dias a Manuel Morais, o agente que chamou "aberração" a André Ventura. O agente da PSP Manuel Morais vai iniciar, este sábado, …

1.007 novos casos e 26 mortes nas últimas 24 horas

Portugal registou este sábado 26 mortes e 1.007 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico deste sábado, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.007 …

Publicada lista de entidades abrangidas por alargamento da ADSE

A ADSE já publicou a lista de entidades abrangidas pelo alargamento do subsistema de saúde da função pública aos trabalhadores com contrato individual de trabalho. As entidades reguladoras e a maioria das empresas municipais foram …

O "caminho ainda é longo", mas Portugal já administrou um milhão de vacinas

Esta sexta-feira, Portugal ultrapassou o marco do primeiro milhão de vacinas administradas, mas o "caminho ainda é longo". Portugal ultrapassou, esta sexta-feira, um milhão de vacinas contra a covid-19 administradas, uma marca que o secretário de …

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e na "vergonha" dos números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …

Remédio contra piolhos está a ser usado contra covid-19. Infarmed e DGS investigam

"Centenas" de doentes de covid-19, em Portugal, têm sido tratados com o antiparasitário Ivermectina que é usado contra piolhos e lombrigas. Há médicos que o prescrevem e que também o tomam a título preventivo, embora …

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …