Irão ameaça Arábia Saudita após execução de líder xiita

Free Sheikh Nimr Baqir Al-Nimr / Facebook

Nimr Baqir Al-Nimr

Nimr Baqir Al-Nimr

A Arábia Saudita executou 47 pessoas condenadas por terrorismo, entre elas o dignitário xiita Nimr Baqir al-Nimr, figura da contestação contra o regime saudita.

Um comunicado do Ministério do Interior saudita publicado este sábado diz que os executados tinham sido condenados por terem adotado a ideologia radical “takfiri”, juntando-se a “organizações terroristas” e implementando várias “parcelas criminosas”.

A lista também inclui sunitas condenados por envolvimento em ataques reivindicados pela Al-Qaeda em 2003 e 2004 e que mataram sauditas e estrangeiros. Na lista encontra-se um egípcio e um chadiano, sendo os restantes sauditas.

O porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros iraniano, Hossein Ansari Jaber, afirmou hoje que a Arábia Saudita vai pagar um “preço elevado” pela execução do dignitário religioso xiita Nimr Bager al-Nimr.

“O governo saudita apoia, por um lado, os movimentos terroristas e extremistas e, ao mesmo tempo, utiliza a linguagem da repressão e da pena de morte contra os seus opositores internos. O governo vai pagar um preço elevado por estas políticas“, afirmou Ansari Jaber, citado pela agência de notícias iraniana Irna.

O dignitário religioso xiita Nimr Bager al-Nimr, crítico do regime saudita, foi condenado à morte em outubro de 2014 por rebelião, desobediência ao soberano e porte de armas.

O dirigente religioso esteve na liderança dos protestos da população xiita em 2011 e 2012 no leste da Arábia Saudita, onde são maioritários, num país em que predomina o islamismo sunita, praticado por 85% dos 30 milhões de habitantes.

Estas foram as primeiras execuções de 2016 na Arábia Saudita, um país ultraconservador que executou 153 pessoas em 2015, segundo uma contagem realizada pela agência France Presse (AFP) com base em números oficiais.

Agência Brasil

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Conselho de Ministros reúne-se para discutir próximos passos no desconfinamento

O Conselho de Ministros reúne-se esta quinta-feira para decidir os próximos passos no processo de abertura do país, dois dias depois de especialistas terem sugerido a evolução das medidas de restrição de acordo com a …

Capacete magnético mostra-se eficaz na redução de tumor cerebral

O diagnóstico de um cancro é sempre complicado, mas há partes do corpo onde a presença da doença pode ser mais ameaçadora. É o caso do glioblastoma, um tipo de cancro cerebral, que se não …

Engenheiros japoneses fizeram levitar objectos com "armadilha acústica"

Engenheiros japoneses descobriram uma forma de fazer pequenos objectos levitar usando apenas ondas sonoras, o que pode ser um passo importante para a tecnologia. A engenharia biomédica, o desenvolvimento de farmacêuticos e a nanotecnologia podem vir …

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …