Arábia Saudita e Rússia aceitam congelar produção de petróleo

Os maiores produtores mundiais de petróleo acordaram esta terça-feira em manter a produção aos níveis de janeiro para equilibrar os preços do mercado mundial.

A decisão de congelar a produção surgiu depois de uma reunião esta terça-feira, em Doha, entre os ministros do petróleo da Arábia Saudita, Venezuela, Qatar e Rússia, revela a BBC.

O acordo prevê manter a produção de petróleo para os níveis de janeiro, considerados os mais adequados para conseguir equilibrar o mercado a nível mundial.

Os preços do petróleo caíram de forma significativa nos últimos meses, atingindo um queda de 70% desde o recente pico de cerca de 116 dólares por barril em junho de 2014.

Segundo a emissora britânica, o forte declínio deveu-se ao excesso de produção, fraca procura e também pelas preocupações mundiais a nível económico.

De acordo com o Diário Económico, esta manhã o barril de petróleo Brent está a valorizar 2,46% para os 34,21 dólares, depois de ter escalado mais de 6,5%, enquanto que o Crude sobe 2,04% para os 30,04 dólares.

À saída da reunião desta manhã, o ministro do petróleo saudita, Ali Al-Naimi, considerou que o nível de produção de janeiro é o mais “adequado”, depois de recentemente terem abandonado as quotas de produção e passar a produzir sem limites.

“Congelar a produção para os níveis de janeiro é o mais adequado para o mercado. Nós não queremos oscilações significativas nos preços (…). Queremos um preço do petróleo estável”, declarou.

De acordo com alguns especialistas sobre o mercado, citados pela Bloomberg, este pode ser “um primeiro passo” para estabilizar o mercado.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Governo vira-se para Rio para mudar a Lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …