Ataque promovido pelo Irão: Arábia Saudita apresenta “provas”

Stringer / EPA

O Ministério da Defesa da Arábia Saudita defende que o ataque a duas instalações petrolíferas no sábado foi “inquestionavelmente patrocinado pelo Irão”.

As tensões começam a escalar no Médio Oriente, principalmente após o ataque de sábado a duas instalações petrolíferas na Arábia Saudita, que paralisaram metade de produção de petróleo do país. Inicialmente, havia suspeitas de que os dez drones explosivos tinham sido enviados pelos rebeldes iemenitas.

Contudo, o Ministério da Defesa saudita vem agora dizer que o ataque foi “inquestionavelmente patrocinado pelo Irão” e que, ao contrário do que se sugeria, não teve origem no Iémen. “O ataque foi sistemático e intencionalmente planeado para destruir infra-estruturas civis”, disse o porta-voz do Ministério, o coronel Turki al-Malki.

De acordo com o Público, a Arábia Saudita mostrou, esta quarta-feira, destroços de drones e mísseis usados no ataque, garantindo que estes eram oriundos do Irão.

“Os iranianos estão a trabalhar para apoiar grupos terroristas por todo o mundo e não permitiremos que o façam. É da responsabilidade de toda a comunidade internacional travar e responsabilizar o Irão pelas suas ações”, acrescentou o porta-voz saudita.

Teerão nega o envolvimento no ataque às petrolíferas e acusa Washington e Riad de “mentirem”.

O príncipe saudita Mohammad bin Salman vai reunir-se com o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, de forma a “trabalhar com os Estados Unidos para enfrentar a ameaça e garantir a segurança nacional“. Entretanto, as investigações para apurar os responsáveis continuam.

Por sua vez, Donald Trump já ordenou que se aumentassem substancialmente as sanções contra o Irão. Além disso, os vistos do presidente iraniano, Hassan Rouhan, e do ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohammad Javad Zarif, ainda não foram emitidos pelos EUA, para que estes possam participar na Assembleia-Geral da Nações Unidas, que tem lugar em Nova Iorque, já na próxima semana.

Esta quarta-feira, Pompeo classificou os ataques às instalações petrolíferas como um “ato de guerra”, atribuindo também ele as responsabilidades ao Irão.

“Este é um ataque de uma escala que nunca vimos antes. A Arábia Saudita foi a nação que foi atingida, o ataque ocorreu no território do país. Foi um ato de guerra contra o país”, atirou o secretário de Estado norte-americano, que está de visita à Arábia Saudita. Pompeo garante ainda que os ataques têm “as impressões digitais” de Ali Khamenei, o líder supremo do Irão.

Segundo o Expresso, a administração de Trump usou imagens de satélite para responsabilizar o Irão pelos ataques de sábado, através de 17 pontos sinalizados nas instalações petrolíferas.

“A precisão e sofisticação destes ataques vai mais além da capacidade dos rebeldes Houthis. Tudo indica que o ataque teve origem no norte do Golfo Pérsico e que terão sido utilizados tanto drones, como mísseis de cruzeiro”, disse um funcionário da administração americana.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Como se fosse surpreendente a noticia de que o Irao fornece armas ao Iemen ?!?!? … mas me pregunto qual pecado comete o Iemen para sofrer constante ataque a mais de 3 anos ??? e pq a AS pode atacar e não ser atacada ????, e pq os EUA podem fornecer armas e o Irão não ???

  1. Estava eu aqui a lembrar-me que à alguns anos atrás os EUA também tinham provas irrefutaveis de que um determinado país estava carregadinho de armas de destruição massiva e então invadiram-no.
    E até hoje dessas armas …….. nada.
    isto parece o mesmo tipo de filme, enredo “Temos que arranjar maneira de os invadir”.

  2. Os aliados dos americanos a colocar provas no crime …
    São os mesmo tipos que decapitaram e desmembraram um jornalista incômodo.

App deteta sinais de anemia. Basta fotografar a pálpebra com o smartphone

Uma equipa de cientistas desenvolveu um novo software capaz de tornar o diagnóstico de doenças do sangue muito mais simples, usando a câmara de um smartphone para avaliar os níveis de hemoglobina. A hemoglobina é uma …

O monumento mais alto do cemitério de Nova Orleães conta uma história de vingança e mesquinhez

Com 24 metros de altura, o Monumento Moriarty é o mais alto no cemitério Metairie de Nova Orleães, nos Estados Unidos. A sua construção conta uma história de mesquinhez: o memorial foi uma desculpa para …

FBI detém membro de um dos mais perigosos e lucrativos grupos de hackers

O FBI deteve recentemente um alegado membro de um dos mais temidos grupos de piratas informáticos do mundo, conhecido como Fin7. O grupo é suspeito de ataques informáticos que levaram a uma receita ilícita estimada em …

Artista gráfico faz reconstrução facial de Henrique VII de Inglaterra

Um artista gráfico fez uma reconstrução ultrarrealista de Henrique VII, Rei de Inglaterra entre 1485 e 1509. De acordo com o site Live Science, Matt Loughrey produziu a imagem de Henrique VII a partir da sua …

Marcelo promulga diploma que permite festa do Avante! (mas deixa recados ao Governo)

O Presidente da República promulgou, esta terça-feira, o diploma do parlamento sobre proibição de festivais e espetáculos de natureza análoga até 30 de setembro devido à covid-19, mas com reparos sobre "a garantia do princípio …

Governo italiano vai contratar 60 mil pessoas para vigiar distanciamento social

O Governo italiano vai contratar "assistentes cívicos" para garantir que os cidadãos cumprem o distanciamento social. Depois de mais de dois meses confinados nas suas casas para conter a propagação do coronavírus, os italianos começaram a …

Rio volta a admitir que PSD viabilize Orçamento Suplementar do Governo

O presidente do PSD afirmou hoje que viabilizará ao Governo uma proposta de Orçamento Suplementar, "como tudo indica que é", que proceda à adaptação de medidas a tomar até ao final do ano para o …

J.K. Rowling anuncia novo livro infantil a ser publicado gratuitamente online

A escritora britânica J.K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", vai publicar um novo livro infantil, intitulado "The Ickabog", um conto de fadas que será disponibilizado 'online', gratuitamente e em formato de série, a partir …

Empresa portuguesa cria cabine que faz desinfeção total em 25 segundos

A Starmodular, uma empresa com sede em Belmonte, distrito de Castelo Branco, criou um sistema destinado a espaços abertos ao público que permite a desinfeção total em 25 segundos para evitar a propagação da Covid-19, …

TAP duramente criticada por marginalização do Norte. Rio fala em "empresa regional"

Rui Rio foi apenas uma das várias vozes que criticaram o novo plano de voo da TAP, em que a maioria das ligações repostas são de Lisboa. Marcelo Rebelo de Sousa também demonstrou a sua …