António Mendonça: “Era o que faltava ser instrumentalizado por José Sócrates”

André Kosters / Lusa

António Mendonça, antigo ministro das Obras Públicas

O ex-ministro das Obras Públicas negou ter sido pressionado por José Sócrates para favorecer o Grupo Lena e disse que se limitou a seguir um processo “que já estava em curso”.

De acordo com o Ministério Público, José Sócrates terá instrumentalizado não só António Mendonça mas também Mário Lino para que estes favorecessem os interesses do consórcio Elos, de que fazia parte o Grupo Lena, na atribuição do projeto de construção de um comboio de alta velocidade que ligasse Poceirão a Caia.

António Mendonça negou esta acusação e disse que quando quando tomou posse o processo já estava em andamento. O ex-ministro confessou, de acordo com o semanário Expresso, que ficou surpreendido quando o Tribunal de Contas chumbou o projeto porque, numa conversa “informal” que teve com o então presidente da entidade, Guilherme d’Oliveira Martins, este lhe deu a entender que estava tudo “bem encaminhado”.

Segundo o mesmo jornal, António Mendonça reagiu mesmo com indignação à acusação do MP. “Era o que faltava ser instrumentalizado por José Sócrates”, disse, quando foi confrontado com as suspeitas da equipa de procuradores liderada por Rosário Teixeira. “Não fui coagido, constrangido, nem nada”, garantiu Mendonça que substituiu Mário Lino na pasta das Obras Públicas em 2009 e ficou no cargo até 2011, quando o PSD ganhou as eleições legislativas e Pedro Passos Coelho formou Governo.

O ex-governante disse não saber quem introduziu a cláusula que previa uma indemnização e o recurso a um tribunal arbitral caso o TC viesse a chumbar o projeto. “Quando sai do Governo só quis esquecer“, admitiu.

Mário Lino também negou ter sido usado por José Sócrates para favorecer os interesses do Grupo Lena, dizendo que os governantes “não são mentecaptos”.

Em março de 2012, recorda o Expresso, no Governo de Passos Coelho, o Tribunal de Contas chumbou o projeto por falta de verba. Os juízes notaram que as propostas que passaram à fase de negociações foram alteradas posteriormente e apresentaram um conjunto de condições que não tinham sido aceites na primeira fase do concurso.

Um tribunal arbitral condenou o Estado português a pagar 149 milhões de euros de indemnização ao consórcio, valor que ainda não foi pago.

Ivo Rosa ainda vai ouvir Sérgio Monteiro, secretário de Estado das infraestruturas do Governo de Passos Coelho.

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …