Ana Gomes quer regionalização do país sem referendo

José Sena Goulão / Lusa

A candidata presidencial Ana Gomes defendeu esta segunda-feira que o país precisa da regionalização sem necessidade de referendo e prometeu que, se for eleita, tudo fará “por uma efetiva descentralização administrativa”.

“Nós temos que incentivar, e é isso exatamente que eu me proponho, sendo eleita Presidente da República, pôr todos os meios e toda a vontade política numa transformação do país que passa por uma efetiva descentralização administrativa“, afirmou, em Macedo de Cavaleiros, no distrito de Bragança, região que visita durante segunda-feira.

O modelo que a candidata presidencial defende é o proposto no chamado “Relatório Cravinho”, com o nome do ex-ministro socialista que concluiu que a reforma que o país precisa “só é possível quando se fizer a regionalização”.

Portugal precisa “absolutamente de uma estratégia de reorganização administrativa que dê a quem cá está, a quem cá trabalha, a quem os representa ao nível do poder local, a capacidade de facto de tomar decisões“, defendeu Ana Gomes, que está a visitar as várias regiões do país na pré-campanha eleitoral para Belém.

Eu não sou de todo defensora que nos agarremos à ideia de um referendo, no fundo para boicotar, foi essa a experiência que já temos, o referendo de 1998, um processo de regionalização, e é por isso que o nosso país está na cepa torta e é por isso que o nosso país não aproveita as extraordinárias sinergias que poderia ter”, declarou.

Para a candidata, o que o país necessita é de “ter uma estratégia e vontade política de pôr em prática um sistema de reorganização, da descentralização do poder, na linha do que o recente relatório Cravinho, encomendado por este Governo, propõe para de facto descentralizar a decisão”.

“Deixar as autoridades locais de facto tomarem decisões estratégicas para o desenvolvimento dos seus territórios, das suas populações, incentivar organizações da sociedade civil para que exerçam o controlo democrático, por exemplo, como é que são aplicados os fundos”, concretizou.

A candidata entende que é necessário “começar a fazer isto na prática”, mas não com o recente exemplo que classificou de fake elections (falsas eleições) para as Comissões de Coordenação e Desenvolvimento regional (CCDR).

A importância da decisão de proximidade revelou-se, segundo a candidata, com as medidas de emergência por causa da pandemia.

“O que é que o Governo central fazia se não houvesse a capacidade ao nível do poder e das IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) para efetivamente identificar as pessoas que mais precisam e as formas de lhes chegar”, exemplificou.

Ana Gomes disse ainda que quanto mais anda pelo interior do país mais ouve “os autarcas e outras forças locais chamar a atenção que o país não pode estar dependente de uma decisão num ministério ou de quem quer que seja em Lisboa, que não conhece a realidade local, que não está perto das pessoas e que não sabe efetivamente o que é preciso e qual é o potencial que há para incentivar”.

A candidata a Belém considerou ainda que “o país precisa de uma estratégia de repovoamento porque custa-lhe ouvir, como lhe dizia hoje um agricultor, em Macedo de Cavaleiros, que não trabalha mais terra porque não tem gente“.

O desabafo serviu para Ana Gomes desafiar o Governo a deslocar o Ministério da Agricultura para junto dos agricultores e a fazer o papel que devia fazer de reorganização, regulamentação e apoio.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Vocês os politicos é que centralizaram tudo em Lisboa. Antes de avançar com a regionalização tem o dever e a obrigação de esclarecer os portugueses no que realmente consiste a regionalização e somente após o devido esclarecimento é que se pode avançar Nunca antes. Os Portugueses Não são Bonecos…

  2. E as Regiões vão ficar nas mãos dos presidentes das Câmaras, para “cozinharem” com a tachada dos familiares, amigos, amantes e demais apaniguados, em cargos para quais não possuem qualificações, além das negociatas da praxe??

RESPONDER

FC Porto 1-0 Guimarães | Dragão já vê Sporting no horizonte

O Porto venceu no fecho da 28ª jornada da Liga NOS pela margem mínima, na recepção ao Vitória SC, e conseguiu o principal objectivo, que passava por somar os três pontos e reduzir para quatro …

Italiano faltou ao trabalho durante 15 anos, mas ganhou quase 600 mil euros

Um funcionário de um hospital no sul de Itália recebeu o salário durante 15 anos, apesar de nunca ter aparecido para trabalhar. De acordo com a polícia italiana, citada pela cadeia televisiva CNN, Salvatore Scumace está …

Google ficou sem o domínio na Argentina (e Nicolás achou que ia ser o novo dono)

Na última quarta-feira, um jovem argentino achou que ia ficar rico à custa da distração da Google no seu país. Acabou por não acontecer e tudo ficou resolvido. "Que pague a dívida externa", "que compre vacinas", …

Lola, a robô humanóide, dá "passos de bebé" (e equilibra-se com as mãos)

Uma equipa de cientistas está a ensinar a robô humanóide Lola a dar "passos de bebé", equilibrando-se com as suas mãos em vários pontos de contacto. Há muito tempo que os investigadores estudam a locomoção de …

Presidente da República veta decreto sobre inseminação post mortem

O Presidente da República vetou, esta quinta-feira, o decreto do Parlamento sobre inseminação post mortem, considerando que suscita dúvidas no plano do direito sucessório e questionando a sua aplicação retroativa. Na mensagem dirigida à Assembleia da …

Primeiro-ministro francês está a receber centenas de peças de lingerie no correio

O primeiro-ministro francês tem estado a receber roupa interior feminina na sua caixa de correio. Foi a forma encontrada pelas lojas de lingerie para protestarem contra as restrições da pandemia que as obrigam a estar …

Inteligência artificial "identifica" autores dos Manuscritos do Mar Morto

Investigadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos, recorreram à inteligência artificial para concluir que os Manuscritos do Mar Morto foram redigidos por vários escribas, o que abre uma "nova janela" para o estudo do …

Inteligência Artificial vai ajudar a identificar fontes de poluição no Bangladesh

A produção de tijolos é uma fonte de poluição que ameaça a saúde da população e do planeta, mas regular esta indústria pode ser uma tarefa difícil para as autoridades. Para resolver o problema, uma …

Portimonense 1-5 Benfica | "Águia" arrasa em solo algarvio

O Benfica regressou aos triunfos depois de ter vencido o Portimonense por 5-1, numa partida relativa à 28.ª jornada da Liga NOS, após o desaire registado na recepção ao Gil Vicente.  Porém, não foi um duelo …

Vigaristas burlaram mulher de 90 anos em 32 milhões de dólares

Uma mulher de Hong Kong, de 90 anos, foi defraudada em 32 milhões de dólares por burlões que se fizeram passar por agentes policiais chineses, via chamada telefónica. A Agence France-Presse (AFP) escreve que um jovem …