Amazon inaugura loja que funciona sem funcionários ou caixas de pagamento

Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou a sua loja física sem caixas de pagamento. Entrar, pegar no que se quer e sair sem pagar – é esta a dinâmica da Amazon Go.

Esta segunda-feira, a Amazon inaugurou, em Seattle, nos EUA, uma loja desprovida de caixas de pagamento, abrindo assim as portas a um novo conceito que será, provavelmente, o futuro das lojas de conveniência e mini-mercados.

Na nova loja da empresa de Jeff Bezos só tem de se fazer check-in à entrada e, para isso, só necessita de uma app e uma conta da Amazon. Os clientes entram no supermercado usando uma tecnologia que usa um QR Code pessoal para identificar o utilizador, ou seja, qualquer cliente pode pegar no produto que quiser e sair da loja.

Segundo o Observador, as entradas da loja têm pórticos semelhantes aos que se encontram à entrada do metro, nos quais é feito um scan da aplicação para entrar. Assim, para sair com o produto que pretende comprar e levar para casa, basta sair. Embora pareça que acabou de roubar o produto, em poucos minutos terá pago o artigo.

O mecanismo funciona graças a centenas de câmaras no teto da loja que identificam os produtos existentes – a chamada tecnologia “Just Walk Out“. Esta tecnologia aglomera visão computacional, software de aprendizagem automática, inteligência artificial e sensores como os que são encontrados nos carros que se conduzem sozinhos.

Amazon / Twitter

Amazon Go, em Seattle.

As câmaras existentes na nova loja de conveniência registam tudo aquilo em que os clientes pegam. Para sair, não é necessário fazer scan da app. A loja, porém, sabe que saiu, procedendo ao check-out do carrinho de compras. Apenas alguns minutos depois de ter saído da loja, já terá pago o artigo e recebido uma fatura.

A Amazon Go continua a ter empregados na loja para tratarem de reposições de stock ou ajudar os clientes com problemas técnicos ou até a encontrar produtos. Há, também, um funcionário na secção do álcool para verificar a idade dos clientes.

A Amazon está a testar o conceito há mais de um ano, embora se encontrasse apenas disponível para os funcionários da empresa. Ainda não há planos para a abertura de mais lojas além da que abriu esta segunda-feira.

No entanto, segundo o jornal online, especula-se que a Amazon possa vender a sua tecnologia a outros retalhistas, como faz com os seus serviços de computação em nuvem.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Turista danifica escultura do século XIX enquanto posa para fotografia (e é apanhado pelas câmaras de vigilância)

A polícia italiana identificou um austríaco de 50 anos que danificou uma estátua do século XIX num museu em Itália, enquanto posava para uma fotografia. O incidente ocorreu no passado dia 31 de junho, segundo …

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …