/

“Temos de agir agora”. Alemanha decide encerramento parcial da restauração e comércio

Filip Singer / EPA POOL

A chanceler alemã Angela Merkel

O Governo alemão decretou hoje, entre outras medidas, o encerramento parcial, durante quatro semanas, de restaurantes, bares e teatros devido ao elevado aumento de casos da pandemia de covid-19 na Alemanha.

Segundo a chanceler alemã, Angela Merkel, e os poderes regionais concordaram no encerramento, ao longo de novembro, também em proibir a oferta cultural, mantendo, no entanto, “enquanto for possível”, abertas as escolas e o comércio.

Merkel sublinhou que deverão ser limitados ao mínimo os contactos sociais e as reuniões entre pessoas que não convivem, adiantando que as restrições entrarão todas em vigor a 2 de novembro com o objetivo de “evitar uma emergência sanitária nacional” face ao avanço da pandemia do novo coronavírus.

Por outro lado, prosseguiu, todas as competições desportivas profissionais decorrerão sem púbico a partir de segunda-feira.

“Estamos numa situação muito grave”, assume a chanceler alemã. Merkel justifica as medidas com a duplicação do número de doentes Covid-19 em cuidados intensivos nos últimos 10 dias e com o facto de estarem a conseguir rastrear 75% das infeções.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE