Advogados denunciarem clientes “faz lembrar os tempos antes do 25 de abril”

Teresa Alves de Azevedo / Facebook

Dia do Advogado 2016. Ao centro, António Jaime Martins. presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados

O Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados defendeu hoje que a nova Lei de Combate ao Branqueamento de Capitais e ao Financiamento do Terrorismo, tal como foi aprovada, “é incompatível com o exercício da profissão”.

“Há leis na história que fazem lembrar os tempos antes do 25 de abril e são questões a que os advogados são muito sensíveis”, disse esta segunda-feira à agência Lusa o presidente daquele órgão, António Jaime Martins.

“Nos tribunais plenários, os advogados defendiam os seus constituintes e eram perseguidos porque tinham que os delatar e tudo o que tem a ver com a advocacia ser coagida ou pressionada para delatar ou contar o que lhe dizem os seus clientes tem estas reações unânimes, que são naturais”, acrescentou.

O Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados deliberou, por unanimidade, reafirmar o seu compromisso com “a defesa dos direitos, liberdades e garantias dos cidadãos e dos valores da advocacia livre e independente”.

“A Constituição da República diz que os advogados são colaboradores da Justiça, mas não é fornecendo informações ao Ministério Público ou às polícias criminais, mas sim defendendo os cidadãos, que confiam neles para lhes confiarem informações“, salientou.

António Jaime Martins defendeu que é legitimo a lei prever situações como o “combate ao terrorismo e à proveniência criminosa de fundos ou capitais”, mas que não pode ir além disso.

“Tudo o que vá além disto é ofender os direitos das pessoas, o direito de defesa ou a confiança que qualquer cidadão tem no seu advogado. Pedir a um advogado que comunique todas operações de compras e vendas em que interveio ou todas as empresas que constituiu, numa base corriqueira, não pode ser bem visto pela advocacia”, explicou.

O Conselho Regional de Lisboa entende que ao contrário de Auditores, Revisores Oficiais de Contas e Contabilistas Certificados, que “têm o dever de revelar às autoridades judiciárias e tributárias as operações em que intervenham a pedido dos seus clientes, aos advogados compete salvaguardar, em qualquer circunstância, o dever de segredo“.

A nós compete defender pessoas e não as denunciar. A lei prevê que sejam estabelecidas situações em que as entidades comuniquem as operações em que intervêm e os advogados devem ficar fora desta base”, salientou.

O conselho disponibiliza-se a estudar com as entidades competentes os “ajustes que esta nova lei carece” e propõe para o efeito a criação de uma secção especializada na Ordem  para o tratamento destas matérias e a criação de um grupo de trabalho que monitorize de forma permanente a aplicação da lei, com vista à salvaguarda do sigilo profissional.

“Queremos sensibilizar o ministério que o dever de segredo deve ser preservado e os advogados não devem estar dentro desta portaria. Esta lei prevê a quebra do dever de segredo e este é uma das garantias da Constituição para o exercício da advocacia. É uma lei que viola outras duas leis do legislador”, defendeu.

António Jaime Martins lembrou que o Conselho Regional de Lisboa representa cerca de 50 por cento da advocacia portuguesa e diz que os advogados vão “resistir”.

“Admito que os cidadãos não percebam de imediato que são eles que estão em causa e são prejudicados em última instância, pensando que se trata de uma causa dos advogados. A causa dos advogados é a causa da cidadania e essa vamos defender, tal como em 2014 e mais tarde vieram nos dar razão. Agora vai acontecer a mesma coisa”, concluiu.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bolsonaro quis apostar caixa de uísque com Boris Johnson por “anticorpos”

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, revelou na quinta-feira que tentou "apostar uma caixa de uísque" com o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, alegando ter mais anticorpos para a covid-19 do que o britânico. A sugestão …

O que esperar da noite eleitoral, com base nas sondagens

Para além do poder local, muito está em jogo nas próximas eleições autárquicas, com algumas direções nacionais a fazerem depender seu futuro do resultado alcançado no domingo. Enquanto os resultados oficiais não abrem, uma ronda …

Vulcão, La Palma

Vulcão nas Canárias com períodos mais explosivos já devastou 240 hectares

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma (Canárias) mantém-se ativo, apresentando períodos mais explosivos e tendo já devastado cerca de 240 hectares de terrenos num perímetro de cerca de 16 quilómetros. Dados também fornecidos …

IVAucher só poderá ser utilizado em 1% dos restaurantes e hotéis

A apenas uma semana do início da segunda fase do IVAucher, só 1.500 empresas de restauração, alojamento e cultura, de um total de 118 mil, estão inscritas no programa. Até ao fim de agosto, os consumidores …

"Ganhámos com a covid-19". Depois do "ridículo", Secretário de Estado explica-se

O Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, entrou na campanha eleitoral pelos piores motivos. Tudo porque disse que "ganhámos com a covid". Uma frase que já veio explicar depois de ter sido arrasado, …

Fora dos planos de Jesus, Gabriel pode estar de saída para o Qatar

O Al-Gharafa quer Gabriel por empréstimo com duração de uma temporada. O negócio está perto de se concretizar e envolve uma opção de compra de 6 milhões de euros. O Benfica continua à procura de solução …

Ex-presidente da Catalunha detido em Itália (e pode vir aí mais uma derrota para Espanha)

Carles Puigdemont, o ex-presidente da Catalunha, foi detido em Itália, na Sardenha. O também eurodeputado era alvo de um mandado internacional e vai tentar, mais uma vez, escapar à extradição para Espanha. Fontes contactadas pela agência …

Detida boliviana investigada pelo acidente do avião que transportava o Chapecoense

A Polícia Federal do Brasil deteve na quinta-feira uma cidadã boliviana sob investigação pelo desastre aéreo ocorrido em 2016, no qual morreram 71 pessoas, incluindo futebolistas, treinadores e diretores do Chapecoense. Segundo a polícia de Corumbá, …

"Foi uma opção equilibrada". Especialista refere que nova fase de desconfinamento é essencial

A última fase de desconfinamento está prestes a chegar. O momento foi ansiado por muitos portugueses que agora vão podem ter mais liberdade no seu dia a dia. Especialista refere que este passo é essencial. Ao …

Tite tem os dias contados na canarinha. "Com esta forma de jogar, o Brasil vai ser atropelado"

O ex-internacional brasileiro Romário teceu duras críticas a Tite, sugerindo que o treinador deveria abandonar o comando técnico da seleção 'canarinha'. O antigo jogador do Barcelona disse que, a continuar a jogar assim, o Brasil será …