Adeus, Philae! Rosetta corta contacto com módulo ao fim de um ano sem sinais

ESA

Esboço artístico da sonda Philae da nave Rosetta no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

Esboço artístico da sonda Philae da nave Rosetta no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko

A Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) cortou as comunicações com o módulo de aterragem Philae, parte da sonda espacial Rosetta, depois de um ano sem receber sinais.

A interface de comunicações (ESS) entre Rosetta e Philae foi desligada esta quarta-feira, visando poupar energia para continuação das operações científicas nos últimos dois meses até ao final da missão Rosetta, que explora o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

“Temos de maximizar energia disponível para os instrumentos científicos de Rosetta e por isso não tivemos escolha senão desligar a ESS”, disse Mark McCaughrean da Agência Espacial Europeia à agência de notícias AFP.

A sonda Rosetta vai continuar em órbita do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, que se desloca entre as óbritas de Terra e de Júpiter, durante mais dois meses.

“A energia vai cada vez diminuir mais, e agora o foco vira-se totalmente para Rosetta, cujas missões científicas muito bem-sucedidas vão acabar a 30 de setembro“, disse McCaughrean.

Nos finais deste mês, o módulo vai encontrar-se a cerca de 520 milhões de quilómetros do sol, o que vai provocar grande perda de energia.

10 anos de expectativa

O módulo de aterragem Philae foi lançado em março de 2004 com a sonda Rosetta, como parte de uma misssão da ESA no valor de 1,3 mil milhões de euros.

Os aparelhos viajaram juntos 6,5 mil milhões de quilómetros antes de entrarem na órbita do cometa 67P em agosto de 2014.

Atingida a órbita, o módulo de aterragem separou-se da nave a 12 de novembro de 2014 e pousou no cometa Churyumov-Gerasimenko, tornando-se o primeiro objeto artificial e controlado a pousar na superfície de um cometa.

O Philae funcionou durante 60 horas a enviar dados recolhidos, mas estando privado de luz solar, entrou em hibernação até junho de 2015, quando teve a bateria recarregada pelo sol e enviou uma mensagem de dois minutos via Rosetta.

O módulo deixou de dar sinais a 9 de julho de 2015 e os cientistas consideraram ter passado a um estado hibernação eterna, mas a ESS ainda não tinha sido desligada, caso as comunicações voltassem a ser possíveis.

O Philae tinha uma conta no Twitter e um desenho animado dedicados a si, seguidos por públicos de todas as idades.

Os cientistas convidam os fãs da missão a enviarem uma mensagem de despedida, utilizando a hashtag #GoodbyePhilae.

“Toda a gente envolvida fica extremamente triste, com certeza, mas muito orgulhosa por tudo o que foi feito nesta missão especial”, disse McCaughrean, assegurando que os dados enviados por Philae e Rosetta constituem trabalho de análise por vários anos.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Tão lentamente quanto humanamente possível". Site simula como era usar a Internet nos anos 90

Se é jovem e gostaria de experimentar as velocidades lentas da Internet dos anos 90, está com sorte. Um novo site simula a experiência dolorosa à qual já não estamos habituados com as redes atuais. Nos …

Novembro vai ser “muito duro e muito exigente” (e fechar escolas seria uma "grande falta de respeito")

O primeiro-ministro, António Costa, avisou hoje que “convém não criar falsas expectativas”, porque novembro vai ser “muito duro e muito exigente”, sendo maior a probabilidade de, daqui a 15 dias, acrescentar mais concelhos à lista …

O Torsus Praetorian é o autocarro mais radical de sempre (e não permite faltas à escola)

Cheias, árvores caídas ou tempestades. Há muitas razões para faltar à escola ou, neste caso, haviam. É que a Torsus lançou um novo autocarro capaz de enfrentar todos os obstáculos e transportar as crianças até …

Spot, o cão-robô, visitou Chernobyl (e analisou os seus níveis de radiação)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Bristol visitou a Central Nuclear de Chernobyl na semana passada para testar Spot, um robô de quatro patas feito pela empresa norte-americana Boston Dynamics. O Spot é o robô …

Sangue de porco é mais proteico do que qualquer proteína do mercado (e pode ser consumido em smoothies)

Uma equipa de investigadores do departamento de ciência alimentar da Universidade de Copenhaga desenvolveu um método para extrair proteínas do sangue de porco. O resultado é um pó fino, branco, com sabor neutro e com …

Costa anuncia cinco medidas restritivas para 121 concelhos "de elevado risco" e reforços da capacidade de resposta

Após um Conselho de Ministros extraordinário que durou mais de 8 horas, o primeiro-ministro anunciou este sábado novas "medidas imediatas" de combate à pandemia de covid-19. Concelhos "de elevado risco" estão sujeitos a medidas restritivas, …

Escola na China transformou-se num "edifício andante" para evitar a demolição

Os residentes da cidade chinesa de Xangai que, no início deste mês, passaram pelo distrito de Huangpu podem ter encontrado uma visão incomum: um "edifício andante". De acordo com a cadeia de televisão CNN, uma escola primária …

Joke Boon, a chef holandesa que não tem olfato nem paladar

Joke Boon perdeu o paladar e o olfato quando ainda era criança, mas isso não a impediu de viver da culinária, área na qual estes requisitos são, à partida, essenciais.  "Como seria a minha vida se …

Portugal com mais 39 mortos, mais 4007 casos e recorde de internamentos graves

Portugal registou hoje 39 mortos e mais 4.007 casos de novas infeções pelo novo coronavírus, tendo alcançado um novo recorde de 286 doentes internados nos cuidados intensivos por covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. Registou-se este …

Leiloada carta de Nobel antissemita a desprezar Einstein e os judeus

Uma carta escrita em 1927 pelo Prémio Nobel Philipp Lenard a um colega a reclamar das conquistas de Einstein e do suposto domínio judaico da ciência foi a leilão no Nate D. Sanders Auctions, em …