Acusações, Mercedes e iates: Garcia Pereira revolta-se contra o “pai” Arnaldo

Rui Minderico / Lusa

O advogado António Garcia Pereira em campanha pelo PDTP/MRPP

O advogado António Garcia Pereira em campanha pelo PDTP/MRPP

Garcia Pereira quebra o silêncio de mais de um ano, após ter sido suspenso do MRPP e de se ter demitido do partido, em 2015. E a reação do advogado é ruidosa, com acusações ao que considera o seu “pai” político, Arnaldo Matos.

Foi a 6 de Outubro de 2015 que se deu a suspensão de Garcia Pereira do MRPP, após os maus resultados nas eleições legislativas. Finalmente, o advogado demitiu-se do partido a 18 de Novembro desse ano, aguentando em silêncio as críticas do fundador do MRPP, Arnaldo Matos.

Aquele que Garcia Pereira considera o seu “pai” na política chegou a chamar-lhe “canalha” e “chulo” através do jornal do partido, o Luta Popular.

A reação daquele que foi o principal rosto do MRPP, nos últimos anos, surge agora, volvido mais de um ano, após o estalar da polémica, com Garcia Pereira a notar que se sente “traído”.

Através do site Em Nome da Verdade, Garcia Pereira responde às críticas que lhe foram feitas, com um feroz contra-ataque contra Arnaldo Matos e notando que é “hora de repor a verdade”.

O advogado começa por dizer que o seu silêncio foi motivado pela “estupefação” e por um “autêntico estado de choque”, após Arnaldo Matos lhe ter chamado “social-fascista” e “anti-comunista primário”.

Assumindo que pode “ter cometido erros” no partido, Garcia Pereira refuta essas críticas e fala nas palavras de Arnaldo Matos como “um golpe e uma traição” que diz ter sentido “profundamente”.

Elogiando o Arnaldo Matos dos tempos de glória do MRPP, nos anos de 1975 a 1980, o advogado questiona onde é que anda agora esse político que o inspirou e nota que ele não tem “o direito de esconder, ou de permitir que escondam ou distorçam” a verdade.

E é para repor a verdade que Garcia Pereira refere que não pode continuar a “ignorar situações” que lhe “revolvem as entranhas”, nomeadamente quanto às contas do partido.

Os gastos de Arnaldo Matos pagos pelo MRPP

Num texto intitulado “Os dinheiros do partido”, o advogado nota que as eleições intercalares de 2011 garantiram ao PCTP/MRPP uma subvenção na ordem dos 14.800 euros mensais, mas o partido tinha gastos fixos mensais na ordem dos 10 mil euros, incluindo as rendas das sedes em Lisboa e Porto e as respetivas despesas de funcionamento, salários de profissionais e aluguer de viaturas e ainda, as despesas do próprio Arnaldo Matos.

Garcia Pereira descreve os gastos feitos pelo MRPP com Arnaldo Matos, com os quais diz que concordou, referindo que “todas as semanas eram gastos cerca de 100 euros em jornais, nacionais e também estrangeiros, que eram levados” ao fundador do partido.

Além disso, “o PCTP/MRPP paga o salário da secretária de Arnaldo Matos, desde Janeiro de 2015, sendo o seu salário, em Fevereiro de 2015, de 600 euros líquidos”, escreve também, referindo que o partido ainda paga a alguém para processar os textos dele pelo facto de “não usar computador”.

“Sempre que Arnaldo Matos se deslocava para fora era sempre alugado um carro e sempre de alta gama (Mercedes ou equivalente, BMW, Volvo, etc.), sendo que em 2015 o PCTP/MRPP tinha um gasto de cerca de 500/600 euros mensais com a empresa de aluguer de viaturas e com os custos do combustível, nem sempre (embora algumas vezes) pago por Arnaldo Matos, mesmo quando as suas deslocações eram feitas a título particular (idas ao teatro, por exemplo)”, acrescenta Garcia Pereira no site.

Estas acusações surgem depois das “caluniosas falsas acusações produzidas por Arnaldo Matos e pelos seus seguidores”, conforme escreve o advogado, que indicaram que o Comité Central deixou o partido em “situação financeira catastrófica”.

Garcia Pereira ainda acusa Arnaldo Matos de, de “forma intencionalmente falsa e maldosa”, ter chamado “iates” a duas “lanchas de pesca/recreio” que possui e que diz ter comprado a “prestações, com o produto do trabalho”. O advogado esclarece que têm ambas “tão baixo valor comercial que, quando aflito com dificuldades financeiras em meados/finais de 2015” as tentou “vender por qualquer preço” e não conseguiu.

Lembrando um episódio ocorrido em Julho de 2015, em que Arnaldo Matos o terá recriminado por revelar “cansaço” e interesse em tirar férias, Garcia Pereira lança outra acusação ao “pai” do MRPP perante uma revelação que terá deixado os elementos do Comité Central “estupefactos”.

“Que Arnaldo Matos, do mesmo passo que nos ordenava que não gozássemos férias e até ‘enxotássemos as mulheres para longe’, fora ele próprio de férias para o Hotel do Bussaco durante 15 dias”, escreve o advogado.

Garcia Pereira fala em campanha sabotada

Noutro texto intitulado “Morte aos Traidores — A sabotagem de uma campanha”, Garcia Pereira fala das eleições legislativas de 2015 e das eleições regionais da Madeira, criticando os “elevadíssimos gastos” feitos no Arquipélago e realçando que “desgastaram completamente as mesmas pessoas que depois tiveram de participar na campanha de Lisboa”.

Ele insinua que os cartazes com o seu rosto e a frase “Morte aos Traidores” foram uma estratégia de Arnaldo Matos para o “queimar” dentro do próprio partido.

Garcia Pereira revela também, print-screens de vídeos publicados pelo MRPP em que alega que a sua imagem foi deliberadamente retirada “por ordem de Arnaldo Matos”, com o intuito de “sabotar consciente, friamente e por completo a possível eleição [para deputado]” na Câmara de Lisboa, aquando das legislativas.

“Ao contrário das ordens dadas a Arnaldo Matos a alguns dos seus seguidores, NÃO espiei, nem fiz espiar, os movimentos, horários e rotinas de quem quer que fosse, como NÃO fiz ou mandei fazer cartas ou telefonemas anónimos provocadores ou ameaçadores nem sugeri, propus ou ordenei a aplicação de ‘justos corretivos’ quando possível contra quem quer que fosse”, aponta ainda Garcia Pereira.

Finalmente, o político nota que o Luta Popular se transformou num “instrumento de puro ódio e dos ataques pessoais mais grosseiros e de publicação exclusiva dos textos produzidos por Arnaldo Matos e de censura de tudo o que representasse qualquer divergência de opinião”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Não sabe o que esta a dizer.. O jurista Arnaldo Matos , é um excelente advogado e um serio politico, coisas qque muitos nunca o vão ser… E continua a exercer a sua profissão de advogado com 70 anos.. Portanto, tenha um pouco de respeito e seja honesto…

  1. MRPumPum: Como um ridículo grupelho de parasitas vive à sombra da confusão visual com o simbolo do PCP, que foi maldosamente autorizado pelo Supremo Tribunal de Justiça, antes de ser instituído o Tribunal Constitucional.

    • Parasita será provavelmente o Tapadas.. porque não conhece as pessoas, o jurista Arnaldo Matos, não vive as custas do orçamento geral do estado, é um advogado que exerce a sua profissão com 70 anos, e ainda é um dos sérios homens do nosso país, e um verdadeiro comunista…

  2. A maioria dos comentários , nota-se, que não conhecem o jurista Arnaldo Matos, e triste constatar, que existe um ódio de morte contra este homem, e o seu partido, e que continuo a excresce a sua profissão como advogado, coisa que muitos não o fazem, e alguns até, vivem às custas do orçamento geral do estado.

RESPONDER

PJ intercepta veleiro com 1820 quilos de cocaína. Dois estrangeiros detidos na operação

A Polícia Judiciária (PJ) interceptou um veleiro com 1820 quilos de cocaína, no âmbito de uma "complexa operação de combate ao tráfico transcontinental de estupefacientes por via marítima", anunciou a Polícia, chamada Operação Glória. Esta operação …

A "pior gata do mundo" está para adoção. "Pensávamos que estava doente, mas é só mesmo parva"

Responsáveis do abrigo de animais do condado de Mitchell, na Carolina do Norte, colocaram um anúncio no Facebook para a adoção da "pior gata do mundo". "Conheçam Perdita, a gata que não é para os fracos …

Offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi montado em Portugal

Um offshore de Isabel dos Santos na Ilha de Man foi criado com o apoio de uma sociedade de advogados portuguesa. A informação foi encontrada nos documentos revelados pelo Luanda Leaks. Em 2014, a Andco Corporate …

Gage Skidmore

Livro de John Bolton revela como Trump fez depender ajuda à Ucrânia de investigação a Biden

O rascunho de um livro do antigo conselheiro de segurança nacional John Bolton revela como o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, lhe falou da sua determinação em reter a ajuda militar à Ucrânia até …

Billie Eilish foi a grande vencedora dos Grammy em noite de homenagem a Kobe

A cantora norte-americana venceu as quatro categorias principais dos Prémios Grammy: Álbum do Ano, Gravação do Ano, Canção do Ano e Artista Revelação. Aquela que deveria ser uma noite de festa, no Staples Center, em Los Angeles, …

Kobe Bryant. Revelado o áudio entre o helicóptero e a torre de controlo

Ainda antes da queda do helicóptero em que viajava Kobe Bryant, ouve-se o controlador aéreo avisar que a aeronave viajava a uma altitude abaixo do recomendado para aquela zona. Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de …

Arménio Carlos: Governo frustrou trabalhadores e foi penalizado

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, acusou o Governo socialista de ter frustrado as expectativas dos trabalhadores, não resolvendo os seus principais problemas, e, em resposta, foi penalizado nas últimas eleições legislativas, não alcançando a …

Coronavírus: Centro europeu apela a "medidas rigorosas" na UE após casos detetados em França

O Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças pediu hoje aos Estados-membros da União Europeia (UE) que adotem "medidas rigorosas e oportunas" para controlo do novo coronavírus chinês na região, após a confirmação de …

Auschwitz: É preciso "recordar este período negro da História da Humanidade e assegurar que não se repete"

O Governo português recorda esta segunda-feira em comunicado as vítimas do Holocausto no dia que se assinala a libertação pelas tropas aliadas do campo de concentração nazi de Auschwitz-Birkenau, localizado na Polónia, durante a II …

"É completamente possível" Bulgária aderir ao euro em 2023

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), a búlgara Kristalina Georgieva, afirmou que é "completamente possível" o seu país aderir à zona euro em 2023, depois de conversas com o Banco Central Europeu (BCE). O objetivo …