Acordo para o Brexit chumbado. Plano de May esmagado no Parlamento

O Parlamento britânico chumbou, por uma esmagadora maioria, o acordo de saída da União Europeia negociado pela primeira-ministra Theresa May. O líder da oposição, o trabalhista Jeremy Corbyn, aproveitou a derrota histórica de May para apresentar uma moção de censura.

Os deputados do Parlamento britânico chumbaram esta terça-feira o acordo assinado entre Theresa May e a União Europeia para o Brexit. Nesta votação, que arrancou às 19h00, a primeira-ministra precisava de 318 votos a favor para fazer aprovar o seu plano.

Mas, naquela que é agora a maior derrota parlamentar de um governo britânico em 100 anos, o Parlamento do Reino Unido rejeitou por esmagadora maioria o plano da primeira-ministra para o Brexit – a saída do país da União Europeia.

O plano de May recebeu o apoio de 202 votos, contra 432 votos de deputados que rejeitaram o acordo proposto – o que significa que 118 deputados do próprio Partido Conservador, da primeira-ministra, votaram contra o seu plano.

“O voto de hoje não é sobre o que é melhor para o líder da oposição, é sobre o que é melhor para o país”, disse Theresa May no final do debate e momentos antes da votação, referindo que “uma saída sem acordo não foi o que os britânicos votaram”, e um segundo referendo daria origem a “mais 2 meses de incerteza e divisão”.

Moção de censura de Corbyn

Esta é um derrota catastrófica para este governo. O Parlamento entregou o seu veredito sobre o acordo dela. Atrasar e negar chegou ao fim da linha. Anuncio que vou submeter uma moção de censura contra este governo“, anunciou Jeremy Corbyn, líder do partido trabalhista Labour, na oposição.

O texto da moção de Corbyn garantiu o apoio de todos os partidos da oposição – Partido Trabalhista, SNP, Liberais Democratas, Verdes e Plaid Cymru.

A moção de censura trabalhista, que poderá fazer cair de imediato o governo de Theresa May, será votada já esta quarta-feira. Se a moção de censura for aprovada, o Parlamento tem 15 dias para encontrar um governo alternativo que reúna o apoio da Câmara e evitar  eleições antecipadas.

Quem tem “coragem de dizer a única solução positiva”?

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reagiu aos resultados da votação no Twitter, lamentando a rejeição do acordo e deixando um aviso: “O tempo está a esgotar-se.”

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, por seu turno, reagiu à rejeição do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia pelo parlamento britânico questionando quem terá a “coragem de dizer qual é a única solução positiva”.

Se um acordo é impossível, e ninguém quer um «não acordo», então quem terá finalmente a coragem de dizer qual é a única solução positiva?”, escreveu Tusk na sua conta oficial na rede social Twitter.

A mensagem de Tusk foi publicada imediatamente após ser conhecido o resultado da votação na Câmara dos Comuns, que rejeitou de forma expressiva o acordo de saída negociado entre o Governo da primeira-ministra Theresa May e a União Europeia (432 votos contra e somente 202 a favor).

Esta é para já a única reacção do presidente do Conselho Europeu, que poderá convocar para breve uma cimeira de chefes de Estado e de Governo da União a 27 para discutir os passos a seguir após o “chumbo” de hoje.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ja fizeram os estragos todos no euro, portanto agora é obrigar a sair no tempo que está estipulado no tratado de Lisboa ou se ficam, ficam como todos os outros, com euro em vez de libra e deixam de gozar com todos europeus.

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …