Acordo com o Livre “não é por necessidade”. É por “vontade”, garante Medina

Miguel A. Lopes / Lusa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina

Esta segunda-feira, após a assinatura do acordo eleitoral autárquico com o Livre, Fernando Medina sublinhou a necessidade de dar continuidade ao projeto para uma cidade “mais verde e mais sustentável” com “renovada energia e ambição”.

O Livre vai integrar, pela primeira vez, as listas da coligação liderada pelo PS, mas Fernando Medina rejeita que seja por necessidade. “Não é um acordo de quem tem necessidade de conjuntura mas de quem tem vontade de se juntar e convergir num projeto só”, afirmou esta segunda-feira, citado pelo Público.

“Temos uma felicidade adicional, que é contarmos com Rui Tavares e assumir um pelouro nessa vereação. É um trabalho hercúleo – é bom que te vás habituando [disse num aparte para o fundador do Livre] –, entendemos que fazia sentido”, afirmou.

Se vencer as eleições, Tavares terá o pelouro da Cultura, Conhecimento e Ciência e Direitos Humanos.

O objetivo do projeto é fazer de Lisboa “uma cidade mais verde, mais sustentável, uma cidade em que temos crescentemente habitação mais acessível, com melhores serviços públicos de saúde, educação, que é uma cidade para todos”.

“Hoje Lisboa está mais verde, mais sustentável e tem mais transporte públicos. Se há uma coisa que a pandemia nos mostrou é que precisamos de continuar neste caminho“, acrescentou. Para Medina, essa “continuidade” é a “escolha essencial” das próximas eleições autárquicas.

No discurso, o candidato deixou ainda uma farpa ao PSD, apesar de não o ter nomeado, ao fazer a distinção do projeto que lidera e em que pretende valorizar o Serviço Nacional de Saúde (SNS), em contraponto com outros que defendem uma “certa privatização da saúde”.

A coligação ‘Mais Lisboa’ integra ainda os movimentos Cidadãos por Lisboa e Lisboa é Muita Gente.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …

PCP duvida do "golpe de asa" do Governo. BE estranha a sua "indisponibilidade"

O Partido Comunista anunciou, esta segunda-feira, que vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) na generalidade, juntando-se ao Bloco de Esquerda. "Não acredito em bruxas (...). Nunca faltámos à chamada e procurámos sempre …

"Ou há Orçamento ou avanço para a dissolução da Assembleia da República", diz Presidente

O Presidente da República afirmou, esta segunda-feira, que irá aguardar até ao último segundo da votação do Orçamento do Estado para 2022 na generalidade e, caso se confirme o chumbo, iniciará logo o processo de …

Portugal regista mais cinco mortes e 313 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais cinco mortes e 313 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 313 novos …

Quase 23 milhões de afegãos vão sofrer insegurança alimentar aguda no inverno

O Programa Alimentar Mundial da ONU alerta para a crise no Afeganistão, afirmando que o país está "entre os piores desastres humanitários do mundo, senão o pior". Cerca de 22,8 milhões de afegãos, mais de metade …

A COP26 ainda não começou, mas parece condenada ao fracasso. Matos Fernandes está "pouco otimista"

Cimeira tem início a 31 de outubro, mas os sinais que chegam não são positivos, com muitos dos líderes e representantes dos principais países a apontar dedos aos que ainda não se comprometeram com metas …

Líder do CDS-PP compara Estado a centro comercial por devolver "míseros cêntimos" do combustível

Líder centrista anunciou que o CDS vai apresentar novamente no Parlamento uma proposta para acabar com o adicional dos produtos petrolíferos — algo que já tinham feito no passado, mas que mereceu o chumbo de …

Crescem os apelos a que o Reino Unido avance com o Plano B contra a covid, mas Governo continua reticente

Em público, o governo de Boris Johnson afirma que ainda não é tempo de apertar as medidas de combate à pandemia, mas em privado já está a ponderar como pode avançar com o Plano B. Depois …