David Neeleman quer vender a sua parte da TAP

David Neeleman, acionista da TAP, quer vender a sua parte do consórcio e pode mesmo já estar fora da empresa quando o grupo apresentar os resultados de 2019, segundo noticia o Jornal de Negócios.

De acordo com o mesmo jornal, em causa está o mal-estar com o parceiro de consórcio, Humberto Pedrosa, e com o Estado, devido aos resultados negativos da TAP.

O norte-americano é parceiro de Humberto Pedrosa na Atlantic Gateway, que possui 45% da TAP. Porém, Neeleman estará já a fazer contactos com várias companhias aéreas europeias – entre elas, Lufthansa, British Airways, Air France e United – para aquisição da sua parte.

O consórcio está impedido de vender a sua parte durante cinco anos, mas a saída de Neeleman não coloca este acordo, assinado em 2016, em causa. O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, tem acompanhado os contactos com os potenciais compradores.

Caso David Neeleman não consiga vender a sua parte a uma companhia aérea, a posição pode ser adquirida por empresários portugueses da área do turismo ou o Estado e Humberto Pedrosa podem reforçar as suas posições na empresa.

Este domingo, Marques Mendes, comentador na SIC, já tinha falado de que estavam a decorrer negociações para a saída de Neeleman para a entrada de outro acionista europeu. O comentador alertou que a situação na TAP é insustentável e que há o risco de esta “bomba” poder “rebentar no bolso dos contribuintes”.

Marques Mendes lembrou os prejuízos que a companhia tem vindo a apresentar: resultados líquidos negativos de 118 milhões de euros no ano passado, até setembro vai em 111 milhões, sendo que é provável que apresente prejuízos de 140 a 150 milhões no total do ano.

O comentador alertou para as emissões de dívida realizadas pela empresa. Segundo Marques Mendes, a TAP fez “três emissões de dívida este ano (janeiro, junho e novembro) em valores acima de 700 milhões de euros. Isto é muito preocupante”, salientando o elevado custo suportado na operação destinada apenas a investidores institucionais. Pagou quase 6%.

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Claro que não contempla no novo acordo de 2016 , nessa altura quem alterou e fez novo acordo quem foi? Os srs do atual governo que como habitualmente só fazem M—-. Quem se LIXA ? Os contribuintes of course quem havida de ser os LORPAS do costume.
    Estava na cara que este sr. o que queria era á posterior desfazer-se da TAP, porque já na altura da 1ª venda foi noticiado que era o habitual que ele fazia ás companhias que comprava, agora não está a fugir ao que sempre fez, só que o quer fazer mais cedo, porque os INCOMPETENTES, LADRÕES de quem nos desgoverna assim o permitiu. Com um bocado de jeito ainda meteram mt dinheiro p/ o bolso deles c/ estas negociatas, que ficam sempre sem comprovar = aguas de bacalhau.

    • Exacto ou não fosse ele brasileiro e com um longo currículo de aldrabice!…
      Ainda há poucos meses a Aigle Azur foi à falência (mais uma!) onde o Neeleman era dos maiores acionistas (32%)!

  2. Se o “iluminado” Costa não tivesse a brilhante ideia de “reverter” a privatização (ainda hoje estou para perceber que raio de reversão foi esta), a esta altura do campeonato a Tap não era problema. Do estado, ou seja de todos nós contribuintes.
    Estão agora a perceber a merd… que estes senhores socialistas são e fazem? Não? Vocês vão lá chegar…

    • Outro “iluminado”!…
      A TAP continua privada e sempre foi um problema, porque o risco (e dívida!) SEMPRE esteve do lado do Estado!!
      Devias saber pelo menos isso antes de disparatar – mas pode ser que um dia chegues lá…
      O Neeleman faz tanta falta à TAP como a excelente administração privada que continua a dar prémios de milhões, mesmo quando a empresa tem prejuízos…

      • Sim. Tu percebes é de barcos. De aviões está quieto. O Costa desgraçou a TAP com a renacionalização de parte da mesma. Um autêntico disparate. Ainda nos vai sair bem caro. Mas enfim, vindo do PS já estamos habituados a faturas pesadas. É as elétricas do avençado do BES, é as PPPs do Paulo Campos e do 44, são os kamov e o siresp… alguém tem de as pagar…

          • Este Natal pode ser que o Pai Natal te traga um cérebro. Aproveita e pede-lhe também o livro de instruções.
            E quanto à palha, lá sabes o que andas a comer. Quanto à CMTV não tenho esse canal! Só tenho netflix.

            • Pois… é só Netflix e depois confundes a ficção com a realidade…
              O resultado está à vista…
              Na CMTV, pelo menos, saberias que a TAP não foi racionalizada e que a administração ficou exactamente s mesma – com o vigarista Neeleman e companhia a fazer o belo serviço que se viu, incluindo a atribuição de prémios mesmo tendo a empresa prejuizos brutais…
              O que sai caro é ignorância, mas vai lá ver a Casa de Papel porque a realidade provavelmente será muito complexa para ti!…

      • Mas qual administração privada?
        O governo tem o voto decisivo, aliás foi exatamente isso que se acautelou quando se vez a reversão da privatização.
        O objetivo da compra passava pela aproximação da TAP com a Azul para otimizar custos operacionais, partilhar tripulação e aeronaves para redução de custos.

        Ao reverter a privatização o governo preveniu que isso não acontecia porque ia interferir nos interesses dos muitos directores instalados na TAP.

        Ia também acabar com o complexo de Deus que tem os comandantes Da TAP, que são a raça mais bem paga em Portugal e ainda assim fazem greve porque coitados são mal pagos, quando comparado com easyJet, wizzair, Norwegian, e outros, a diferença de salários e direitos é de bradar ao céus.

        É normal que o Neeleman ao ver o que está a acontecer, e os prejuízos que está a ter, queira cortar nos prejuízos e sair da TAP, ao contrário do governo o homem não está para ter prejuízos e já percebeu que com este governo a TAP vai continuar nesta espiral de prejuízos.

        • Sim, administração privada!!
          Não houve reversão da privatização; houve um aumento da posição acionista por parte do Estado para 50% (mais do que isso seria efectivamente uma reversão/”nacionalizaçao”), e a administração da TAP SA ficou EXACTAMENTE igual!
          É que nem sequer está lá ninguém do Estado (só na SGPS – onde está o Frasquilho (que é do PSD e fez parte do governo do Barroso)).
          Basta olhar para os órgãos sociais:
          tapairportugal.com/pt/sobre-nos/administracao
          .
          O Neeleman quer sair porque sabe muito!…
          O objectivo dele está cumprido: fazer milhões com os aviões reservados pela TAP (um dos principais ativos que vendeu logo!) e ver o que dava – já que o risco sempre ficou do lado do Estado!
          Também é curioso que o aumento da posição do Estado foi há 4 anos; não foi agora…
          E, se tem prejuizo, ele é o culpado! – porque é ele (e não o Governo) quem administra a TAP desde a negociata do Passos!
          Tal como foi a administração dele que ainda há pouco deu milhões em prémios!…
          O Estado não fez absolutamente nada (ZERO!) na parte operacional da TAP desde a privatização!
          Até porque se tal tivesse acontecido, o Neeleman e os outros sócios seriam os primeiros a referir isso – até para justificar a sua “excelente” gestão!..
          .
          Quem diz contrário e baralha tudo, ou é mesmo muito limitado, ou é tipo a carneirada do futebol que gosta de mandar bitates mas não percebe nada de nada, mas gosta de marrar!…

          • “ Quem diz contrário e baralha tudo, ou é mesmo muito limitado, ou é tipo a carneirada do futebol que gosta de mandar bitates mas não percebe nada de nada, mas gosta de marrar!…”

            Por acaso não gosto de marrar, gosto de debater, mas neste caso ficou-me por aqui.
            Não faço intenção continuar a debater contigo porque teria certamente de baixar ao teu nível de estupidez e arrogância e estou seguro que ganharias por experiência.

            • Exacto… é a típica estratégica de atacar o “modo” para desviar a atenção do “conteudo”!…
              Conclusão: não sabes NADA sobre a TAP!!
              Mas, como podes ver pelos comentários, não és o unico…
              .
              O Neelman gosta de “bem-informados” como tu e por isso fez o negócio que fez:
              “Como David Neeleman conseguiu comprar a TAP sem investir um cêntimo”
              sol.sapo.pt/artigo/662073/como-david-neeleman-conseguiu-comprar-a-tap-sem-investir-um-c-ntimo

  3. Habilidoso este Neeleman. Era de esperar esta jogada, e ainda mais com seu curriculum. Já ganhou o que tinha que ganhar, agora passa a bola para que os Portugueses paguem o prejuízo da TAP. e ele leva uns milhões livrinhos, e parte para mais outra jogada, algures neste planeta. Só os cegos á sua volta, parece não verem, mas é só parece.

    • Exactamente!
      Enquanto a carneirada se entretém a marrar, lá vai ele arranjar mama noutro sítio qualquer, que esta já deu o que tinha a dar…

  4. olha lá ou “EU” és um mal educado não respeitas as ideias, opiniões dos outros compreendo que tenhas a tua opinião, mas chamar cromos burros e outras coisas, quem pensas que és?, algum Zé ninguém que quer protagonismo ofendendo os outros, desaparece.

    • Oh anjinho, factos não são uma questão de ideias ou de opiniões!!
      Claro que não respeito minimamente esses calhaus que não sabem nada e só inventam estorias!
      “Desaparece”?!
      Mau… afinal quem não respeita és tu!!
      Típico… além disso, ainda não vi ninguém a contradizer factulmente NADA do que eu escrevi!

  5. O Neelman adquiriou a parte dele a custo “zero”, dada as trocas e baldrocas que fez com a Airbus, as encomendas que a TAP tinha em espera…. Não faz falta nenhuma a TAP, alias…. Do que se fala aqui nos comentarios nem tudo é verdade.
    1) Antes da renacionalização havia risco do lado do Estado
    2) O caderno de encargos so estava assegurado por 10 anos.
    3) O voto do estado não é decisivo.

RESPONDER

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …

"População não interiorizou a gravidade da situação". Depois de Siza, Cabrita aponta o dedo aos portugueses

Num relatório sobre a aplicação do decreto do estado de emergência na segunda quinzena de janeiro, Eduardo Cabrita justifica o fecho das escolas e o fim das vendas ao postigo, culpando a população pelas decisões …

Esta época há menos 500 clubes. "É o drama absoluto", diz presidente da FPF

Esta época há menos 500 clubes em comparação com a temporada transata. O presidente da FPF, Fernando Gomes, classifica a situação de "drama absoluto". A pandemia de covid-19 e a consequente interrupção das competições foi um …

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …

Marcelo remete diretamente para o Governo limites ao ruído nos prédios

O chefe de Estado incluiu o detalhe "decreto-lei do Governo", no novo decreto para a renovação do estado de emergência, para permitir que o Executivo limite o ruído nos prédios. No último decreto que executou o …

Clubes ingleses decidiram: não há público, acabou a época

Decisão não afeta a Premier League mas antecipa o final de quatro divisões do futebol inglês. Na época passada os campeonatos também não chegaram ao fim. Muitos dos campeonatos não-profissionais (em várias modalidades) estão parados, não …