TAP com prejuízo de 118 milhões em 2018

Curimedia / Wikimedia

Airbus A319-111 da TAP

O grupo TAP registou em 2018 um prejuízo de 118 milhões de euros, valor que compara com um lucro de 21,2 milhões de euros registado no ano anterior.

“Tivemos um prejuízo líquido consolidado de 118 milhões de euros. Os resultados vão além do prejuízo, já que a empresa não causa impacto somente através do seu resultado financeiro”, disse esta manhã o presidente da Comissão Executiva da TAP, Antonoaldo Neves, que falava aos jornalistas, em Lisboa.

Por sua vez, a receita do grupo passou de 2978 milhões de euros em 2017 para 3251 milhões de euros em 2018, traduzindo-se num aumento de 273 milhões de euros, mais 9,1% face ao período homólogo.

“O ano de 2018 foi difícil para a TAP quer em termos operacionais, quer em termos económicos e financeiros, mas foi um ano que não comprometeu o nosso futuro. Um ano que nos permitiu continuar a criar raízes para que o plano estratégico possa ser implementado como previsto”, indicou, por sua vez, o presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho.

O crescimento das receitas do grupo engloba a expansão do mercado nos EUA (mais 10%) e, pela negativa, o efeito da desvalorização cambial no Brasil (menos 16%).

Por segmento, na TAP Manutenção e Engenharia em Portugal, que apresentou um crescimento de 55%, destaca-se a venda de serviços de manutenção de motores para terceiros, que avançou 70,1%, passando de 108,8 milhões de euros em 2017 para 185,1 milhões de euros em 2018.O total de custos operacionais avançou 14,7% em 2018, devido, sobretudo “à existência de custos de natureza extraordinária e não recorrente”.

“Os custos extraordinários com irregularidades são consequência do cancelamento de 2490 voos que obrigaram ao aluguer de aviões de substituição com tripulações e ao pagamento de indemnizações a passageiros, no total de cerca de 41 milhões de euros, adiantou a TAP, em comunicado. Posteriormente, “foram alcançados acordos sindicais que asseguram a paz social na empresa”, acrescentam.

Em 2018, foi também implementado um programa de pré-reformas e de saídas voluntárias em Portugal, tendo os custos associados a estas saídas sido fixados em 26,9 milhões de euros. O gasto com combustível aumentou, por seu turno, de 580 milhões de euros em 2017, para 799 milhões de euros em 2018.

No período de referência, a TAP registou 134.718 descolagens, o que compara com as 123.687 registas no ano anterior. Em 2018, a frota da companhia aérea também cresceu, passando de 88 em 2017 para 92.

Nos últimos 18 meses, a companhia portuguesa lançou 17 novas rotas que contribuíram para o aumento das receitas do grupo. “Os mercados emergentes não conseguem lançar 17 rotas num ano. É um feito notável para a TAP. Os trabalhadores investiram muito e os frutos vão ser colhidos este ano”, defendeu Antonoaldo Neves. Foi também iniciado, em 2018, um programa de corte de custos, que permitiu poupanças na ordem dos 115 milhões de euros.

No ano de 2018 “resolvemos encarar a realidade como ela é. A TAP tinha uma deficiência grande do serviço ao seu cliente. A TAP não estava entre as empresas com melhor posição da ranking da Star Aliance”, notou o presidente da Comissão Executiva da TAP. De acordo com os dados disponibilizados, a pontualidade da TAP está, atualmente, “consolidada” em 80%, contra os 73% registados em 2018.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Muçulmanos invadiram a Sicília e revolucionaram o comércio de vinho

Uma equipa de investigadores da Universidade de York encontrou resíduos químicos de uvas em ânforas, um tipo de recipiente medieval, sugerindo um próspero comércio de vinho na Sicília islâmica. Foram ainda encontrados cacos encharcados de vinho …

Com as famílias em dificuldades, escolas alimentam 40% dos alunos que serviam antes do confinamento

Mesmo com as aulas online, as cantinas continuam a trabalhar para alimentar alunos com carências. Só na última semana, as escolas públicas serviram em média 45 mil refeições por dia. O número significa que estão …

2 de março de 2020. Confinamentos, recordes, três vagas e um "milagre" depois

O primeiro caso de covid-19 em Portugal foi registado há, precisamente, um ano. 365 dias depois, o medo esfumou-se, mas a incerteza permanece. A 2 de março de 2020 foram confirmados em Portugal os primeiros casos …

Genoma do urso-das-cavernas sequenciado graças a minúsculo osso com 360 mil anos

Investigadores sequenciaram o genoma do urso-das-cavernas graças a um pequeno osso com 360 mil anos. A história evolutiva deste animal mudou drasticamente. Os ursos-das-cavernas eram enormes ursos herbívoros que vagueavam pela Europa e norte da Ásia …

Um ano após o primeiro caso, Marcelo elogia SNS, mas relembra que a pandemia ainda não acabou

Para o chefe de Estado, ao longo de 12 meses, Portugal "foi-se ajustando à pandemia, umas vezes mais proativamente outras, infelizmente, mais reativamente". Marcelo diz que "é desejável" melhorar a "capacidade de planear e antecipar …

Plano de Recuperação tem alto risco de fraude (e chovem críticas)

Um grupo de reflexão, constituído no âmbito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), concluiu que o Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) comporta um sério risco de fraude e necessita de várias …

Moedas quer unir a direita contra Medina. Objetivo é incluir IL e Aliança na coligação PSD/CDS

Carlos Moedas está a tentar alargar a coligação PSD/CDS para construir uma frente de direita contra o socialista Fernando Medina, atual presidente da Câmara Municipal de Lisboa. O Público avança esta terça-feira que Carlos Moedas, candidato do …

Faz pequenas pausas antes de responder a uma questão? Pode parecer menos sincero

Costuma fazer pequenas pausas antes de responder a uma questão? Este comportamento pode fazer com que a resposta pareça menos sincera e confiável, de acordo com uma nova investigação da American Psychological Association. Segundo a …

Portugal entra no 12.º estado de emergência. Restrições são as mesmas dos últimos 15 dias

Portugal entrou esta terça-feira no 12.º período de estado de emergência para conter a pandemia da covid-19, mas mantendo, até 16 de março, as mesmas regras que vigoraram nos últimos 15 dias em território continental. O …

Eis o "estado redemoinho", um novo tipo de matéria que desafia as leis da Física

Uma nova investigação revelou que, no nível mais básico, o comportamento de grupo como, por exemplo, cardumes de peixes, enxames de insetos e bandos de pássaros, forma um novo tipo de matéria ativa, chamado …