Três pessoas multadas e 780 impedidas de entrar nos transportes públicos sem máscaras

Mário Cruz / Lusa

No total, esta segunda-feira, a GNR e a PSP impediram 780 pessoas de entrarem nos transportes públicos por não utilizarem máscara de proteção.

A Guarda Nacional Republicana impediu 460 pessoas de seguirem viagem nos transportes públicos por não utilizarem máscara de proteção, que passou a ser obrigatória nesta nova fase de combate à covid-19.

O porta-voz da GNR, Hélder Barros, disse à agência Lusa que a GNR teve “uma atitude pedagógica” neste primeiro dia de obrigatoriedade da máscara ou viseira nos transportes públicos, adiantado que ainda existia “um desconhecimento enorme”.

O mesmo responsável sustentou que o objetivo dos militares da GNR foi garantir que ninguém entrasse nos transportes públicos sem máscaras ou viseira, tendo sido impedidas 460 pessoas em todo o país.

Por sua vez, a Polícia de Segurança Pública multou três pessoas e impediu 320 de seguirem viagem nos transportes públicos por não utilizarem máscara de proteção.

Em declarações à Lusa, o porta-voz da PSP, Nuno Carocha, afirmou que os polícias optaram por uma postura de sensibilização, informação e pedagogia, tal como aconteceu durante todo o estado de emergência, entre 19 de março e 2 de maio.

Em todo o país foram levantados três autos a pessoas que “manifestaram a intenção de não cumprir as regras” e de quererem entrar nos transportes públicos sem máscaras ou viseira, acrescentou.

Segundo o mesmo responsável, 320 pessoas foram retiradas ou impedidas de entrar nos transportes públicos porque não utilizavam máscara ou viseira de proteção.

O porta-voz da PSP ressalvou que estes dados são provisórios, uma vez que ainda estão a decorrer as operações, que começaram na manhã desta segunda-feira em todo o país em estações de metro, comboio, autocarros e fluviais.

Nuno Carocha disse ainda que os polícias distribuíram à população, a pessoas que não tinham esta proteção, máscaras e viseiras que tinham sido doadas à PSP por instituições de solidariedade.

Os passageiros que desrespeitem o uso obrigatório de máscaras ou viseiras, devido à pandemia da covid-19, incorrem numa coima de entre 120 e 350 euros.

Além dos transportes públicos, é também obrigatório usar máscara no “acesso ou permanência nos espaços e estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, nos serviços e edifícios de atendimento ao público e nos estabelecimentos de ensino e creches pelos funcionários docentes e não docentes e pelos alunos maiores de seis anos”.

Portugal entrou, no domingo, em situação de calamidade, que se traduz na aplicação faseada de medidas de desconfinamento, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência.

Portugal contabiliza 1063 mortos associados à covid-19 em 25.524 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

ZAP // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Porfírio Silva vê “papel positivo” na candidatura de Ana Gomes, mas critica farpas a Costa

O dirigente socialista Porfírio Silva considera que a candidatura presidencial de Ana Gomes pode ser positiva se não cair na "armadilha" de se centrar no ataque a António Costa e se não "atropelar" o Estado …

Operação Lex. Três juízes acusados de corrupção. Luís Filipe Vieira vai ser julgado por um crime

Os juízes Rui Rangel, Fátima Galante e Vaz das Neves e o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, estão entre os 17 acusados da Operação Lex. Em causa estão crimes de corrupção, abuso de poder, …

Em tempos difíceis, Von der Leyen diz que “sempre vi em Portugal um forte aliado"

Numa entrevista, Ursula von der Leyen disse que Portugal terá “a tarefa de liderar” com a recuperação da pandemia quando chegar à presidência do Conselho da UE em 2021. E promete uma proposta “mais humana …

Caso Eurofin. Salgado recebe coima de 4 milhões de euros do Banco de Portugal

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES, foi condenado pelo Banco de Portugal a pagar mais uma coima, no valor de quatro milhões de euros, no processo sobre o veículo suíço Eurofin e por operações que lesaram …

"Último recurso". Governo britânico admite novo confinamento no Reino Unido

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, admitiu esta sexta-feira que o Governo conservador não descarta decretar um segundo confinamento nacional para conter a pandemia de covid-19, embora considere esta opção um "último recurso" “Faremos …

Pais deixaram aluno com covid-19 na escola. Denúncia já chegou à PSP

Um aluno de uma escola de Leiria que está infectado com o coronavírus foi à apresentação do ano lectivo, nesta quarta-feira, quando já havia suspeitas de que teria covid-19, uma vez que o pai também …

A segunda vaga já chegou a Portugal (e há "uma diferença muito importante")

Os especialistas não duvidam que a segunda vaga de covid-19 já chegou a Portugal, mas apontam que há diferenças significativas relativamente ao início da pandemia, em Março. "Há uma diferença muito importante nesta segunda vaga que …

Governo tinha 90 milhões para apoiar criação de emprego (mas pedidos superaram os 487 milhões)

O programa do Governo para apoiar a criação de emprego, lançado em julho, tinha uma verba de 90 milhões de euros. Dois meses depois, a procura excedeu os 487,5 milhões. O jornal Público adiantou esta quinta-feira …

Metade dos portugueses acredita que Portugal está preparado para inverno (mas defende novo confinamento)

Uma sondagem da Aximage para o Jornal de Notícias e TSF revela que 47% dos portugueses defendem um novo confinamento, apesar de 50% acreditar que o país está melhor preparado para o inverno. De acordo …

Corona o melhor, Pizzi a perder bolas: as curiosidades da Liga

A I Liga 2020/2021 começa nesta sexta-feira, ainda com muitas incertezas. Entretanto, voltámos a espreitar o relatório 'Futebol em números', publicado no final de agosto pela própria Liga Portugal. Desta vez deixámos aqui algumas curiosidades …