Há mais 6 mortes por covid-19 em Portugal. 77% dos novos casos são em Lisboa e Vale do Tejo

Tiago Petinga / Lusa

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 192 casos de infeção por covid-19, de acordo com o novo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Foram registados ainda mais seis óbitos.

De acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira, foram registados nas últimas 24 horas mais 192 casos de infeção pelo novo coronavírus, totalizando 34.885 infetados no país desde o início da pandemia. O aumento é de 0,6%.

Os dados revelados esta segunda-feira revelam que 77,6% dos novos casos foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, que, neste momento, é a região mais afetada pela pandemia em Portugal. Lisboa, com 2.640 casos (mais 26), Sintra, com 1.615 (mais 57), Loures, com 1.236 (mais 27), Amadora, com 1.052 (mais 21) e Odivelas, com 689 (mais 11), são os concelhos mais afetados.

Há 366 pessoas a receber tratamento hospitalar (menos 32 do que domingo), 55 delas em unidades de cuidados intensivos. No domingo, eram 58. Esta é a segunda maior descida de internamentos num dia durante o mês de junho e o número mais baixo de doentes internados desde o passado dia 27 de março.

A DGS registou ainda mais seis óbitos. A doença já matou um total de 1.485 pessoas em Portugal. Cinco dos óbitos registaram-se na região de Lisboa e Vale do Tejo e o outro no Norte. Os seis mortos eram homens: quatro tinham mais de 80 anos, um tinha entre 70 e 79 e o outro entre 60 e 69.

O boletim epidemiológico regista mais 161 recuperados, elevando o número total para 21.156.

Já se encontra disponível o relatório de situação de hoje, 8 de junho, que pode ser consultado integralmente em…

Publicado por Direção-Geral da Saúde em Segunda-feira, 8 de junho de 2020

O boletim da DGS indica ainda que aguardam resultados laboratoriais 1.603 pessoas e estão em vigilância pelas autoridades de saúde 28.791.

O sintoma mais comum entre os infetados é a tosse (que afeta 39% dos doentes), seguida da febre (29%) e de dores musculares (21%).

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, sublinhou que os números de casos de covid-19 são “aparentemente mais animadores”, mas isso deve-se a uma “certa subnotificação de casos devido ao fim de semana”.

“Estima-se portanto que os números se mantenham na ordem de grandeza dos dias anteriores e espera-se que leve ainda algum tempo até que comece a haver um decréscimo significativo”, afirmou Lacerda Sales.

Questionado sobre se haverá ações de sensibilização, nomeadamente nas estradas e transportes públicos, numa semana em que há feriados, o secretário de Estado da saúde afirmou que são feitas “ações de sensibilização todos os dias”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …

2 em 1. Ryanair está a oferecer um voo na compra de outro (e é só hoje)

Já estava com saudades de viajar e conhecer novos países? A Ryanair não quer que lhe falte nada. A companhia aérea low cost lança uma promoção “inédita” e garante uma oferta 2 em 1. As …

Autarca de Almada diz que declarações sobre Bairro Amarelo foram descontextualizadas

A presidente da Câmara de Almada disse esta quarta-feira que as suas afirmações sobre o Bairro Amarelo surgiram em resposta a uma pergunta feita pelo Bloco de Esquerda (BE), considerando que foram descontextualizadas devido …

Vendas tardam em recuperar. Empresas pouco preparadas para mudanças

Um estudo do Banco de Portugal (BdP), publicado na quarta-feira, revelou que as empresas enfrentam um "cenário de recuperação muito gradual" do volume de negócios para níveis anteriores à pandemia e poucas estão preparadas para …

Hospital de Lisboa deixou entrar pessoas sem máscara

O Hospital da Luz, em Lisboa, permitiu a entrar e circulação de pessoas sem máscara dentro das instalações. O hospital garante que foi um "erro humano" e que não voltará a acontecer. A Rádio Renascença escreve, …