“A guerra da nossa geração.” Mais 462 mortes em Espanha nas últimas 24 horas

Até esta segunda-feira, o nosso país vizinho registou um total de 33.089 casos de infeção pelo novo coronavírus, mais 4.517 do que no dia anterior.

Dados do Ministério da Saúde espanhol revelam que Espanha registou um total de 33.089 casos de infeção, mais 4.517 do que na véspera. Ao todo, morreram 2.182 pessoas (462 nas últimas 24 horas), havendo, neste momento, 2.355 pessoas internados nos cuidados intensivos (32% do total de infetados). Tiveram alta 3.355 pessoas, e são consideradas como curadas.

A região mais atingida pela Covid-19 é a de Madrid, com 10.575 infetados e 1.263 mortos, seguida pela da Catalunha (5.925 e 245), País Basco (2.421 e 120) e Castela-Mancha (2.078 e 145).

Este domingo, numa videoconferência com os presidentes das comunidades autónomas do país, o primeiro-ministro comunicou ao país que o Governo espanhol decidiu pedir autorização ao parlamento para prorrogar por mais 15 dias o “estado de emergência” em vigor até ao próximo sábado.

A proposta de prolongar o “estado de emergência” não deverá ter qualquer problema em ser aprovada pelo Congresso dos Deputados (câmara baixa do parlamento espanhol), depois de todos os principais partidos de direita, na oposição, já terem manifestado que estão ao lado do Governo na luta contra a pandemia de Covid-19.

Espanha vive momentos duros, especialmente a capital, que regista 70% dos casos de todo o país e mais de mil mortes. Em Madrid, os pavilhões da IFEMA, a Feira Internacional da capital espanhola, foram transformados em hospital de campanha e preparam-se para receber milhares de doentes. O sentimento geral é que o pior ainda está para vir.

Aliás, foi essa a mensagem de Pedro Sánchez no passado sábado: “Estamos num momento muito crítico e dias mais duros vão chegar. O pior está para vir e porá à prova as nossas capacidades”.

Segundo uma reportagem do El País, os profissionais de saúde não têm dúvidas de que “esta é a guerra da nossa geração“. As unidades de cuidados intensivos (UCI) dos hospitais de Madrid estão a dar resposta ao dobro dos doentes que a sua capacidade normal permitiria, e os médicos, enfermeiros e auxiliares estão no limite das suas forças.

Soma-se a estas dificuldades a falta de equipamento médico e de proteção. Ao diário espanhol, María Antonia Estecha, chefe de serviço da UCI do Hospital Virgen de la Victoria de Málaga, conta que “o trabalho é imenso, esgotante, stressante, estás com a bata, a máscara e o gorro, falta-te o oxigénio e os óculos embaciam-se. Nunca tinha vivido nada assim. É titânico. Queria que fosse um filme e chegasse ao fim.”

A médica está a trabalhar há duas semanas quase sem descanso, a tratar doentes em estado crítico e a evitar ser infetada. E se uma UCI é sempre um cenário dramático, em plena pandemia de Covid-19 ainda mais.

O Executivo espanhol enfrenta constantes críticas internas, nomeadamente por ter agido tarde e de forma menos contundente do que exigia a situação. No entanto surgem também pressões de patrões e sindicatos para que Pedro Sánchez exija de Bruxelas medidas urgentes para suavizar a crise económica e social que se seguirá à crise sanitária no país.

O primeiro-ministro espanhol responde com um apelo à unidade num momento de crise, pedindo que se deixem as críticas para depois de vencida esta batalha. Além disso, garante que as medidas tomadas estão de acordo com as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e “foram as mais drásticas e estritas de toda a Europa e mundo”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Alguém pode explicar como é que as 2355 pessoas em cuidados intensivos representam 32% do total de infectados (33089 pessoas)?

Responder a Pedro Cancelar resposta

Julgamento de Rui Pinto arranca dia 4 de setembro

O pirata informático português Rui Pinto vai a julgamento no dia 4 de setembro, escreve a Sábado. O alegado autor do Football Leaks responde por 90 crimes de acesso indevido, violação de correspondência, acesso ilegítimo, …

PCP anuncia voto contra no Orçamento Suplementar

Apesar da abstenção na votação inicial, o PCP anunciou que vai votar contra o Orçamento Suplementar na votação final marcada para esta sexta-feira. "Concluída a votação na especialidade verifica-se que os aspetos negativos da proposta do …

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …