370 economistas (incluindo 8 Nobel) assinam carta contra Trump

gageskidmore / Flickr

O milionário americano Donald Trump

O milionário americano Donald Trump

Um grupo de 370 economistas, que inclui oito laureados com o Prémio Nobel da Economia, lançaram esta quarta-feira uma carta aberta na qual criticam Donald Trump por enganar os eleitores e defendem o voto “noutro candidato”.

“Nós, o grupo abaixo-assinado, representamos uma larga variedade de áreas de especialização e estamos unidos na nossa oposição a Donald Trump; nós recomendamos que os eleitores escolham um candidato diferente”, lê-se na frase inicial do texto de duas páginas, que rebate ponto por ponto algumas das mais famosas ‘tiradas’ do candidato republicano.

A carta aberta, noticiada pelo Wall Street Journal, não recomenda explicitamente o apoio a Hillary Clinton, que aliás também foi visada numa carta aberta, em setembro, em que 306 economistas criticaram as suas políticas, mas na segunda-feira, uma outra missiva, assinada por 19 vencedores do Prémio Nobel da Economia, apoiaram e defenderam o voto em Clinton.

A carta, que inclui Angus Deaton, Nobel da Economia do ano passado, e um dos vencedores da edição deste ano, Oliver Hart, bem como o economista-chefe do Banco Mundial, e Kenneth Arrow, Nobel em 1972, contém críticas a Trump por dar dados falsos sobre a evolução de vários indicadores, como o peso dos impostos nos Estados Unidos e o custo de eliminar o défice orçamental.

“Ele informa erradamente o eleitorado, degrada a confiança nas instituições públicas com teorias da conspiração e promove ilusões propositadas sobre a realidade”, lê-se no documento.

Ao contrário dos apoios habituais de quatro em quatro anos aos candidatos presidenciais, a grande novidade desta carta é a refutação técnica das afirmações de Trump, mais do que a defesa de um candidato ou de uma política económica.

“Eu normalmente não entro na política, mas decidi assinar esta carta porque penso que a destruição que as táticas da campanha de Trump fizeram às instituições desta nação é um grande tema moral”, disse Robert Shiller, um economista da Universidade de Yale e Nobel da Economia em 2013, ao Wall Street Journal.

“Isto não é republicanos contra democratas, não é uma declaração política normal, é um sentimento de indignação contra um demagogo“, argumentou o economista.

No texto, os 370 economistas criticam Trump por ser “uma escolha perigosa e destrutiva” para os EUA, por “repetir falsas e enganadoras estatísticas económicas” e dizem que “as suas declarações revelam uma profunda ignorância sobre a economia e uma incapacidade de ouvir peritos credíveis”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. #370 economistas# leia se- banqueiros e outra corja que anda por ai. Sentem se ameaçados talvez. Pessoalmente não dava credibilidade a Tramp, mas acreditar no Clinton- isto e so,em hospital psiquiátrico.Esta farsa que chamas eleições americanas so mete nojo, com tanta mentira, e tantas revelações sujas.E mais uma “as suas declarações revelam uma profunda ignorância sobre a economia e uma incapacidade de ouvir peritos credíveis”. Deve ser mesmo por não ouvir #peritos credíveis# homem esta multimilionário.

RESPONDER

Presidente da República promulga Carta de Direitos Humanos na Era Digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou este sábado a Carta de Direitos Humanos na Era Digital, aprovada em abril na Assembleia da República, segundo uma nota divulgada no site da Presidência. A lei, …

Depois de 17 anos no subsolo, biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos

Biliões de cigarras vão emergir nos Estados Unidos. O aviso é de um grupo de cientistas que alerta que, dentro de alguns dias ou semanas, as cigarras da Ninhada X vão surgir depois de 17 …

Foguetão chinês regressou à Terra (e a maior parte desintegrou-se)

Um importante segmento do foguetão chinês desintegrou-se este domingo ao reentrar na atmosfera terrestre e caiu no oceano Índico, perto das Maldivas, anunciou a agência espacial da China. "De acordo com o percurso e análise, pelas …

"Se eu encaixar, eu sento-me." Os gatos adoram caixas ilusórias

Qualquer amante de gatos sabe que estes animais têm uma predileção inata por se sentarem em espaços fechados, mesmo que o espaço seja apenas um contorno bidimensional de um quadrado no chão.  Os cientistas analisaram esta …

Jet pack da Marinha britânica. Fuzileiros navais testam macacão Gravity em exercício de embarque

Quem melhor do que as organizações militares para testar e usufruir dos jet packs? A Marinha Real Britânica e os Fuzileiros Navais reais testaram um macacão a jato, desenvolvido pela empresa Gravity Industries. Esta semana, a …

Marés de Júpiter podem ajudar a perceber a história do Sistema Solar

Uma equipa de investigadores detetou uma pequena perturbação gravitacional em Júpiter. A descoberta pode ajudar a investigar o interior do planeta e perceber melhor a história do Sistema Solar. "Se você tentasse mergulhar em Júpiter, nunca …

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …