Três meses de covid-19 em Portugal. 32.895 infetados, 1.436 mortos e uma batalha por vencer

Mário Cruz / Lusa

Em Portugal, há 32.895 casos confirmados, 1.436 mortes e 19.896 recuperados, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Portugal regista mais 12 mortes do que no dia anterior, um número que corresponde a uma taxa de crescimento de 0,84%, num total de 1.436 mortes registadas desde março. Nas últimas 24 horas, foram identificados mais 195 casos positivos, um aumento de 0,6%, num total de 32.895 casos positivos.

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta terça-feira, 19.869 pessoas foram dadas como recuperadas, mais 317 do que na segunda-feira. Há agora 432 pessoas internadas, 58 das quais em unidades de cuidados intensivos.

Na Região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se tem registado maior número de surtos, há mais 158 casos de infeção (um aumento de 1,4%). Ainda assim, a região Norte continua a registar o maior número de infeções (16.789), seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo (11.493), da região Centro (3.753), do Algarve (372) e do Alentejo (270).

Os Açores registam 137 casos de covid-19 e a Madeira contabiliza 91 casos confirmados.

O primeiro caso positivo de SARS-CoV-2 registou-se há, exatamente, três meses. Foi a 2 de março que o primeiro caso em território português foi confirmado: um médico de 60 anos, regressado do Norte de Itália e internado num hospital no Norte do país.

Pela primeira vez na história da democracia, e apenas 16 dias depois do primeiro caso, Portugal decretou estado de emergência, que foi sendo renovado e esteve em vigor entre 22 de março e 2 de maio.

Em declarações ao Público, Ricardo Mexia, presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública, referiu que se passaram apenas três meses desde o primeiro caso positivo, “mas parece que se passaram três anos”.

“Conseguimos evitar o crescimento exponencial, mas também ficaram à vista algumas das insuficiências do sistema, quer do ponto de vista dos sistemas de informação, dos recursos humanos e, numa fase inicial, dos testes e do equipamento de proteção individual”, justificou o responsável, admitindo que as insuficiências não tiveram consequências “graves”.

Três meses depois, a hipótese de uma segunda vaga não está fora da mesa. Ainda esta segunda-feira, a secretária de Estado adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, admitiu durante a conferência de imprensa da Direção-Geral da Saúde que “a batalha não está ganha“.

Durante a habitual conferência de imprensa, António Lacerda Sales indicou que a Região de Lisboa e Vale do Tejo concentra grande parte dos casos diagnosticados no país e “as atenções e maiores preocupações” das autoridades.

“O INEM tem um plano de testagem em curso em várias dezenas de empresas situadas na Grande Lisboa, a maioria na zona da Azambuja. Outras estão a decorrer durante o dia de hoje e as restantes com agendamento para os próximos dias. Prevê-se estender estes rastreios a outras empresas sob a orientação da autoridade de saúde até ao fim desta semana, altura em que faremos um ponto de situação”, referiu o secretário de Estado da Saúde.

O responsável frisou que grande parte das medidas tomadas agora para conter os surtos nessa região só terão impacto dentro de duas semanas. “Temos, portanto, de ser resilientes e manter o foco. A responsabilidade individual é tão ou mais determinante do que na fase do confinamento.”

A diretora-geral da Saúde , Graça Freitas, explicou que só a Grande Lisboa e o Norte têm focos de transmissão comunitária de covid-19. No Centro há “apenas pequenos focos muito localizados”, assim como no Alentejo e Algarve. Já a Madeira e os Açores a “transmissão esporádica”.

“A região Centro refere apenas pequenos, muito pequenos, focos localizados. A região de Lisboa e Vale do Tejo considera que ainda tem transmissão comunitária – temos estes padrões localizados em empresas, lares, obras, mas ainda temos disseminação comunitária. O Alentejo e Algarve já só tem pequenos focos – até há dias que não têm nenhum. E a Madeira e os Açores consideraram que tem apenas transmissão esporádica”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …