Yoshihide Suga, braço-direito de Shinzo Abe, é o novo primeiro-ministro do Japão

O Partido Liberal Democrático (PLD), que está no Governo no Japão, elegeu esta segunda-feira o seu novo líder, Yoshihide Suga, que será também o primeiro-ministro, na sequência da renúncia ao cargo de Shinzo Abe por motivos de saúde.

Suga tem 71 anos, foi o braço-direito de Abe e é visto como uma aposta de continuidade das suas políticas.

Depois de eleito pelo partido, o nome do novo líder ainda terá de ser ratificado pelo Parlamento (Dieta) como novo primeiro-ministro, cargo que deverá manter até setembro de 2021, quando iria terminar o mandato de Shinzo Abe à frente do PLD.

A ratificação irá decorrer numa sessão parlamentar extraordinária convocada para quarta-feira, conforme foi acordado pelo PLD e pelo principal bloco da oposição.

Shinzo Abe, de 65 anos e que bateu o recorde de longevidade como primeiro-ministro japonês, anunciou, no final de agosto, a intenção de deixar o cargo, alegando motivos de saúde.

A situação suscitou especulações sobre a possível convocação de eleições legislativas antecipadas pelo novo dirigente do PLD, com o objetivo de obter um mandato público e silenciar qualquer contestação da oposição.

Na terça-feira da semana passada, o conselho geral do partido governante decidiu que o sucessor de Abe seria eleito numa convenção reduzida do partido.

Alguns nomes já tinha surgido como hipóteses, como é o caso do indicam o antigo ministro da Defesa Shigeru Ishiba, de 63 anos. Ishiba, um crítico da administração de Abe, tem um amplo apoio entre as fileiras do LDP, mas não tanto entre os parlamentares.

Outro nome possível era o de Taro Kono, de 57 anos, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros e atual chefe da defesa.

Segundo a sondagem telefónica da Kyodo, Ishiba tinha o apoio de 34,3% dos inquiridos, e em segundo lugar, com 14,3%, está Yoshihide Suga, o braço direito de Abe desde 2012 e atual chefe de gabinete e porta-voz do primeiro-ministro.

O novo primeiro-ministro irá enfrentar os desafios económicos da recessão causada pela covid-19, que entre abril e junho gerou uma queda de 7,8% do produto interno bruto (PIB), a maior em mais de meio século.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O que causou um enorme buraco na camada do ozono em 2020? A ciência já pode ter resposta

O grande buraco que se abriu na camada do ozono no ano passado pode ter sido desencadeado por temperaturas recordes, durante o inverno, no oceano Pacífico Norte, indicam novas análises. O enorme buraco, que se formou …

Rio diz que Governo “procura influenciar voto" com “notícia positiva” pré-eleições

O presidente do PSD defendeu que o Governo “se esforçou” por, em cima das autárquicas, dar uma notícia positiva aos portugueses sobre a pandemia, considerando que deveria tê-lo feito há mais tempo ou então só …

Um habitat demasiado perfeito pode ser pior para o acasalamento dos pandas

Apesar de serem necessários habitats para a sobrevivência dos pandas gigantes, estes animais têm uma maior tendência para reproduzir se não houver abundância de recursos. Este ano, as autoridades chinesas disseram que os pandas gigantes deixaram …

Computador quântico ajuda a criar um computador quântico melhor

Um computador quântico foi usado para projetar um qubit aprimorado que poderá alimentar a próxima geração de computadores quânticos mais pequenos, de alto desempenho e mais confiáveis. Da mesma forma que um bit binário é a …

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …