Depois de se entregar à polícia, Weinstein sai em liberdade após pagar 860 mil euros

Justin Lane / EPA

Depois de se ter entregue à polícia, Harvey Weinstein saiu em liberdade, com pulseira eletrónica, após pagar 860 mil euros de fiança.

O produtor norte-americano Harvey Weinstein, que esta esta sexta-feira se entregou à polícia de Manhattan, saiu em liberdade, com pulseira eletrónica, após pagar 1 milhão de dólares, cerca de 860 mil euros.

Segundo o Departamento de Polícia de Nova Iorque, o produtor está acusado de crimes sexuais envolvendo separadamente duas mulheres. Ao que a CNN apurou, o produtor foi acusado de violação em primeiro e terceiro grau num dos casos, e de ato sexual de relevo em primeiro grau no outro.

Harvey Weinstein, de 66 anos, entregou-se esta sexta-feira às autoridades em Nova Iorque no âmbito de uma investigação judicial sobre agressões e abuso sexual, tendo saído em liberdade com pulseira eletrónica e depois de pagar uma caução de um milhão de dólares. Está proibido de sair dos estados de Nova Iorque e Connecticut.

Este é o primeiro caso judicial contra Harvey Weinstein, sete meses depois de várias denúncias de alegados abusos sexuais e má conduta de dezenas de mulheres no meio da indústria cinematográfica de Hollywood e que desencadeou o movimento internacional #MeToo.

Segundo a Associated Press, um dos casos que levaram, esta sexta-feira, à acusação do produtor remonta a 2004 e estará relacionado com uma queixa apresentada por Lucia Evans, uma atriz estreante na altura, que afirma que o produtor a forçou a fazer-lhe sexo oral.

O advogado de Weinstein, Benjamin Brafman, escusou-se a comentar as acusações, mas anteriormente tinha dito que o produtor nega qualquer alegação de “sexo não consentido”.

No total, mais de uma centena de mulheres testemunhou que o produtor de Hollywood tinha abusado sexualmente delas, um escândalo que desencadeou a campanha #Time’sUp, que levou à queda de centenas de homens em lugares de poder de numerosos setores.

Depois das primeiras denúncias, em outubro passado, Weinstein foi afastado da empresa norte-americana Weinstein Company, que cofundou, e banido de várias associações.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

PSP quer mudar lei contra carteiristas. 4,5 milhões de euros roubados só no primeiro semestre

Agentes da PSP querem alteração à lei para travar furtos contra turistas. Só em Lisboa e só no primeiro semestre do ano, foram roubados 4,5 milhões de euros. De acordo com a TSF, nos últimos anos …

Novas revelações implicam príncipe herdeiro na morte de Khashoggi

Há novas revelações que implicam o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, na morte do jornalista Jamal Khashoggi. A imprensa turca publicou, esta segunda-feira, novas informações que implicam o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, …

Os turistas não contribuem assim tanto para riqueza gerada na capital

Um relatório internacional indica que o peso do setor do turismo na riqueza gerada em Lisboa é, afinal, inferior à média nacional. Um relatório, apresentado esta segunda-feira pelo World Travel & Tourism Council (WTTC), indica que …

Khashoggi. Líderes exigem investigação "credível", Alemanha suspende venda de armas

Num comunicado conjunto, os governos de França, Reino Unido e Alemanha frisaram a "necessidade urgente de esclarecer" a morte "inaceitável" do jornalista saudita Khashoggi. Merkel, a chanceler alemã, foi ainda mais longe, suspendendo a venda de …

"Até segunda-feira, se Deus quiser". Fernanda Câncio ataca Dina Aguiar

Uma jornalista de um canal público de televisão pode despedir-se dos telespectadores com a expressão "Até segunda-feira, se Deus quiser"? Para Fernando Câncio, é óbvio que não. A jornalista do Diário de Notícias critica a …

Fake News: de Santo Tirso para o Mundo, com passagem pelo Canadá

A divulgação de "fake news" é um dos maiores problemas da Internet dos dias de hoje. Segundo o DN, em Portugal a divulgação de imagens e notícias falsas com suposto teor informativo poderá ter origem …

Ryanair debaixo de fogo por ato de racismo em avião

A Ryanair tem sido alvo de críticas por não intervir numa discussão entre dois passageiros, na qual um homem insulta uma mulher negra que se senta ao seu lado. A empresa afirma que, no futuro, …

Carlos Alexandre meteu "pé na argola". Há novas dúvidas na escolha do juiz do caso Sócrates

As suspeitas que Carlos Alexandre lançou sobre a escolha do juiz que vai liderar a fase de instrução da Operação Marquês, feita por via electrónica, podem ter-se virado contra si próprio, lançando dúvidas sobre a forma …

FC Porto recebeu 169 milhões de euros em receitas antecipadas

O Futebol Clube do Porto SAD antecipou 169,1 milhões de euros em receitas já a pensar na reestruturação financeira. O valor já recebido corresponde a mais de um terço da verba acordada com a Altice …

"Palavrão jurídico" vai livrar Siza Vieira do processo de incompatibilidade

Pedro Siza Vieira, nomeado ministro-adjunto e da Economia na semana passada, vai escapar às suspeitas de incompatibilidade, no âmbito do cargo numa empresa privada. A garantia é dada por Marques Mendes, anunciando que o caso …