Web Summit: depois da missão secreta de Portas, o Governo vai “andar atrás deles”

Lisboa torna-se por estes dias na “Davos para geeks“, acolhendo mais de 50 mil participantes, oriundos de 165 países, para a Web Summit. O evento veio para Portugal após uma “missão secreta” de Paulo Portas e é uma grande aposta do governo para captar investimento.

A conferência global, considerada por muitos a maior cimeira tecnológica e de empreendedorismo do mundo, reúne em Lisboa, entre 7 e 10 de Novembro, mais de 50 mil participantes, incluindo sete mil presidentes executivos, 700 investidores e algumas das maiores empresas mundiais de tecnologia como a Google, o Facebook e a IBM.

Na Web Summit também se falará de desporto, de música e de cinema, contando com a participação do actor Joseph Gordon-Levitt, do músico Ne-Yo, de Seth Farbman, do Spotify, e de Marian Goodell, do festival Burning Man, dos ex-futebolistas Luís Figo e Ronaldinho Gaúcho, do surfista Garret McNamara e da atleta Patrícia Mamona.

Haverá ainda representantes de vários governos e Durão Barroso, cuja polémica contratação pelo banco de investimento Goldman Sachs ainda não assentou, vai também intervir no evento.

Governo vai “andar atrás” do dinheiro

O governo de António Costa tem-se empenhado particularmente na cimeira e o secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, destaca que a Web Summit é uma óptima oportunidade para “mostrar ao mundo um Portugal sofisticado, moderno, tecnológico” e para “mostrar as nossas empresas e atrair investimento”.

Em entrevista à Rádio Renascença, o governante assume que vai andar “andar atrás deles”, dos empreendedores com dinheiro para investir, considerando que a missão do governo é a “atracção de investimento que crie riqueza e postos de trabalho”.

Também a maioria das 67 startups portuguesas seleccionadas para representarem Portugal na Web Summit vai participar na cimeira com a esperança de encontrar investidores e de se dar a conhecer, segundo os resultados de um questionário elaborado pela agência Lusa.

A “missão secreta” lançada por Paulo Portas

Esta primeira edição da Web Summit em Lisboa, onde o evento deve permanecer até 2020, surge depois de uma “missão secreta” lançada por Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro.

O ex-governante conta à Rádio Renascença que percebeu que a Web Summit “era um evento com uma capacidade de atracção de startups e de motivação da económica digital e de levantamento de fundos muito importante para boas ideias e bons negócios“.

“Lembro-me de ter enviado uma missão sigilosa, através da AICEP, contactar com a organização do Web Summit e a partir daí tratou-se de preparar com tempo uma proposta portuguesa que fosse muito competitiva e que convencesse a Web Summit a transferir-se de armas e bagagens para Portugal“, refere ainda Paulo Portas.

O ministro da Economia, Caldeira Cabral, admite, também na Renascença, que os “louros” do evento em Lisboa são fruto do trabalho de “continuidade” dos dois governos, relevando o “esforço do anterior Governo” e notando que o actual Executivo quer manter esse mesmo empenho para que a Web Summit fique por cá “cinco, seis, sete” anos.

Costa anuncia apoio de 200 milhões para a inovação

O primeiro-ministro aproveitou o fulgor em torno da Web Summit para anunciar um investimento de 200 milhões de euros do Estado, no âmbito de um programa de co-investimento, para empresas inovadoras que precisam de capital de risco.

“O Estado põe 200 milhões de euros, mas quem decide a sua aplicação são os investidores internacionais ou nacionais que escolhem as melhores empresas, os melhores projectos, a quem é necessário assegurar venture capital [capital de risco] para poderem arrancar e desenvolver a sua actividade“, anunciou António Costa, na sessão de abertura da Venture Summit, no âmbito da Web Summit.

O governante nota que os alvos deste investimento são os “sectores mais inovadores e mais disruptivos, da robótica à biotecnologia“, que “têm encontrado dificuldades em encontrar financiadores que estejam capacitados e aptos a perceber os novos desafios e as novas oportunidades dos novos negócios”.

Com o nome “Programa 200 M, coinvest with the best” (“co-investir com os melhores”), esta iniciativa visa colocar “o dinheiro acessível às pessoas certas para realizar os projectos certos”, destaca António Costa.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Então os senhores da geringonça parecem estar satisfeitos com as iniciativas dos Diabos da direita ou andarão a engolir sapos disfarçadamente?

RESPONDER

Veneno de caracol marinho usado para criar insulina híbrida promissora no tratamento da diabetes

Cientistas criaram uma versão minimalista e híbrida de insulina, a partir da hormona humana e de um caracol marinho, que pode vir a melhorar o tratamento da diabetes, divulgou a universidade norte-americana de Ciências da …

Sequelas da covid-19 em doentes mais graves ainda estão por compreender

O acompanhamento depois da alta para doentes que estiveram internados com covid-19 é um dos grandes desafios do sistema de saúde para compreender que sequelas, por enquanto desconhecidas, a doença poderá deixar. “Só daqui a seis …

Criança nasce com duas bocas nos EUA. É o 35.º caso registado desde 1900

A menina, nascida nos Estados Unidos, foi operada ao seis meses para remover a cavidade oral secundária, que incluía dentes, língua e um lábio. Uma bebé nasceu nos Estados Unidos com duas bocas, devido a uma …

Funcionários do Facebook em "greve virtual" face à recusa de Zuckerberg em agir contra Trump

Os funcionários do Facebook estão insatisfeitos com a decisão do fundador da rede social de manter uma postura neutra perante as recentes publicações do Presidente dos Estados Unidos. De acordo com o jornal The Guardian, os …

Inteligência Artificial recria "verdadeiro" rosto de Napoleão Bonaparte

Recorrendo a uma técnica de Inteligência Artificial, um artista holandês criou um retrato em alta definição do imperador francês Napoleão Bonaparte. O fotógrafo freelancer holandês Bas Uterwijk, cujo pseudónimo é Gandbrood, recorreu a uma rede neuronal …

"Apito" da covid-19. Novo teste deteta novo coronavírus em apenas um minuto

Uma equipa de cientistas da Universidade Ben-Gurion, em Israel, desenvolveu um novo dispositivo que é capaz de detetar a presença do novo coronavírus no organismo humano em apenas um minuto. O novo teste, desenvolvido pelos investigadores …

"We Call it Alentejo". Novo filme promocional destaca as maravilhas alentejanas

A gastronomia e vinhos, as pequenas aldeias, a sustentabilidade e a natureza são atributos do Alentejo evidenciados no mais recente filme promocional do território, lançado pela agência regional de promoção turística para chamar visitantes estrangeiros. Com …

Curandeiro convocou cerca de 100 pessoas para se abraçarem contra a "farsa" da pandemia

Josep Pàmies, um agricultor espanhol defensor das terapias alternativas, convocou cerca de 100 pessoas a abraçarem-se a beijarem-se contra a "farsa" da pandemia. No sábado, cerca de uma centena de pessoas juntaram-se em Balanguer, na província …

Rússia anuncia início de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19

A Rússia vai começar os ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19 em 50 soldados que se ofereceram para participar nos testes, anunciou esta terça-feira o Ministério da Defesa. "Para verificar a segurança e eficácia …

Montenegro tem uma carta na manga para promover o turismo

Para incentivar o turismo, Montenegro tem a intenção de usar a carta da segurança sanitária para convencer os turistas estrangeiros a visitar o país. No dia 25 de maio, Montenegro declarou-se um "país livre de coronavírus" …