Vouchers para manuais escolares gratuitos já estão disponíveis (mas só para alguns)

USP Imagens

O Orçamento de Estado 2019 prevê que os manuais escolares sejam gratuitos a toda a escolaridade obrigatória. No entanto, há prazos para a requisição dos livros que variam entre os diferentes anos.

Esta terça-feira, os vouchers para os manuais escolares gratuitos já estão disponíveis, mas apenas para alguns, por enquanto. Os alunos do 2º, 3º, 4º, 6º, 8º, 9º, 11º e 12º anos já podem inscrever-se na plataforma que atribui vouchers para levantar os manuais nas escolas.

Já os restantes alunos do 1º, 5º, 7º e 10º anos só poderão fazê-lo a partir do dia 1 de agosto. De acordo com o Diário de Notícias, esta divisão foi uma estratégia optada pelo Instituto de Gestão Financeira da Educação (IGEFE) para evitar uma grande afluência de pessoas à plataforma de atribuição de vouchers.

“Temos de notar que o número de anos abrangidos pelos manuais gratuitos vai duplicar, portanto parece-me bem que haja esta calendarização que evite que os pedidos se concentrem todos na mesma altura”, disse o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP).

No ano passado, a utilização da plataforma online MEGA causou atrasos na entrega dos livros e nos pagamentos às livrarias aderentes. Situação que o presidente da ANDAEP acredita que não se voltará a repetir, apesar do alargamento do prazo concedido às escolas para “inserirem dados dos manuais na plataforma” para se saber o número de livros que podem ser reutilizados.

Depois de serem atribuídos os vouchers, a plataforma permite consultar uma lista de livrarias onde se pode fazer o levantamento dos manuais. Para facilitar o processo de registo na plataforma, a MEGA criou um vídeo explicativo para os educandos perceberem como podem proceder à requisição dos vouchers. Em último caso, pode fazer o pedido presencialmente nas escolas.

No final do ano, caso os manuais sejam entregues em más condições, o valor do livro deve ser pago na totalidade. Caso não seja entregue de todo, o aluno não terá direito a um voucher no ano letivo seguinte.

“Há alunos que têm todas as condições do mundo para chegar ao final do ano com os livros em muito bom estado e outros que não. Vivem perto da escola, têm boas casas e locais de estudo, têm condições para os transportar. E há outros que saem da escola, vão tomar conta de gado e levam os livros para o monte enquanto vigiam as ovelhas”, disse o presidente da Associação Nacional de Dirigentes Escolares ao DN.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …

Belenenses SAD entra parcialmente em lay-off

"A indústria do futebol está entre as mais atingidas pelos efeitos da pandemia", que provocou a suspensão de praticamente todas as provas futebolísticas, destaca o Belenenses SAD. O Belenenses SAD, da I Liga de futebol, entrou …

Dois milhões de máscaras furtadas em Espanha podem ter sido vendidas em Portugal

O equipamento médico e sanitário furtado está avaliado em cinco milhões de euros e terá sido adquirido por uma empresa portuguesa que conhecia a proveniência do material. Um empresário de Santiago de Compostela foi detido por, …

Facebook terá tentado comprar um software de espionagem em 2017

O Facebook tem estado envolvido em vários escândalos e o mais recente está relacionado com a alegada compra da ferramenta Pegasus, usada para hackear iPhones. A empresa de segurança informática NSO Group, responsável pela Pegasus, alega …

Primeiro-ministro espanhol diz que coronavírus desafia o futuro da UE. E fá-lo em sete idiomas

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez publicou no domingo um artigo em sete idiomas europeus, argumentando que o coronavírus pode ser a ruína da União europeia (UE) caso não sejam tomadas medidas mais drásticas para lidar …