Volkswagen promete “consequências” para responsáveis por testes em macacos e humanos

EPA / JULIAN STRATENSCHULTE

Matthias Mueller, CEO da Porsche e o novo presidente do grupo Volkswagen

A direção da Volkswagen prometeu “consequências” internas para os responsáveis que permitiram testar emissões poluentes em macacos ou humanos.

O patrão do grupo automóvel, Matthias Muller, afirmou na segunda-feira à noite em Bruxelas, segundo a revista Spiegel, que os testes em macacos em 2014, revelados agora pelo New York Times, não eram “éticos e eram repulsivos”.

“Simplesmente há coisas que não se fazem. Todas as consequências necessárias deverão ser tiradas”, adiantou.

No jornal alemão Bild, Thomas Steg, responsável do grupo alemão para as relações públicas e com as autoridades, admitiu ter sido informado de ensaios destinados a estudar os efeitos da poluição dos motores diesel Volkswagen, falsificados na época para parecerem menos poluentes.

Mas Steg insistiu que impediu que estes testes fossem realizados em humanos, através do EUGT, um organismo de investigação financiado pela Volkswagen e os concorrentes Daimler e BMW e a Bosch.

“Os investigadores norte-americanos queriam fazer os ensaios em voluntários humanos“, explicou Steg, explicando que respondeu na altura que “isso não poderia autorizar” e que então foi decidido “levar a cabo o estudo em macacos”.

“Em retrospetiva, este estudo nunca deveria ter acontecido, fossem humanos ou macacos, o que aconteceu nunca deveria ter acontecido, eu realmente arrependo-me“, disse Steg, que foi porta-voz do chanceler Gerhard Schroder.

Em relação ao estudo científico levado a cabo pelo instituto hospitalar em Aix-la-Chapelle e pelo qual 25 pessoas de boa saúde inalaram em 2013 e 2014 dióxido de azoto (NO2), Thomas Steg quis justificar a lógica, assegurando que os voluntários tinham sido expostos a “níveis bem mais fracos que os constatados em numerosos locais de trabalho”.

Nenhum dos voluntários teve qualquer problema devido aos ensaios, assegurou.

No final de 2015 o grupo Volkswagen reconheceu que equipou 11 milhões dos seus veículos diesel com software que falsificava os resultados dos testes de poluição e ocultava as emissões de óxidos de nitrogénio superiores a 40 vezes os padrões permitidos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sonda passa ao lado de Vénus, tira-lhe uma fotografia e surpreende cientistas da NASA

A imagem obtida pelo Wide-field Imager (WISPR) da Parker Solar Probe foi capturada a 12.380 quilómetros de Vénus. A Parker Solar Probe, da NASA, capturou vistas deslumbrantes de Vénus em julho de 2020. O alvo da …

Cientista descobre espécie extinta de ganso através de uma pintura egípcia

Uma famosa pintura que estava originalmente no túmulo do príncipe egípcio Nefermaat levou um cientista a descobrir uma espécie de ganso já extinta. A cena "gansos de Meidum", originalmente pintada no túmulo do príncipe Nefermaat, encontra-se …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Hong Qin, do Laboratório de Física de Plasma de Princeton (PPPL) do Departamento de Energia dos EUA, criou um algoritmo de Inteligência Artificial que pode provar que a realidade é, na verdade, uma simulação. O algoritmo …

Quase 10 anos depois, avião de Gaddafi continua parado num aeródromo em França

Quase uma década depois de ter aterrado em solo francês, o avião presidencial do ex-ditador líbio continua parado num aeródromo no sul do país, estando no meio de vários processos judiciais que parecem não ter …

Governo recebeu 1.600 ideias para a bazuca. Costa agradece mobilização

Durante a fase de discussão pública, o Plano de Recuperação e Resiliência recebeu mais de 1.600 contribuições e mais de 65 mil consultas. O primeiro-ministro António Costa disse que, durante a fase de discussão pública, …

"Honjok" é o nome do movimento sul-coreano que reivindica a solidão

A solidão tornou-se um tema recorrente devido à pandemia de covid-19. Na Coreia do Sul, existe um movimento chamado "honjok", que promove um estilo de vida solitário. O isolamento imposto pela pandemia de covid-19 está a …

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Em Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …