Vereador emigrou e quer que Câmara de Baião pague as viagens

luissousa2013 / Facebook

Vereador social-democrata Luis Sousa

Vereador social-democrata Luís Sousa

Luís Sousa, vereador do PSD na Câmara de Baião que recentemente emigrou para Inglaterra, quer que a autarquia lhe pague as deslocações a Portugal quando participar nas reuniões do executivo, confirmou hoje à Lusa o presidente do município.

“Fui informado por correio electrónico dessa pretensão do senhor vereador do PSD”, explicou o chefe do executivo, o socialista José Luís Carneiro.

O eleito social-democrata alegou ter esse direito ao abrigo do Estatuto dos Eleitos locais.

No dia 12 de Fevereiro, o vereador social-democrata Luís Sousa participou pela primeira vez numa reunião de câmara, na condição de eleito com residência oficial em Inglaterra, confirmou o próprio à Lusa.

Sobre esta matéria, o presidente da Câmara explicou que o único vereador do PSD alegou o estatuto do eleito local para poder ser ressarcido das despesas que efectuar desde a sua área de residência, no exercício do cargo para que foi eleito.

Carneiro informou que pediu aos serviços da autarquia que fizessem a avaliação da legalidade da pretensão do vereador e que, sob ponto de vista formal, Luís Sousa deverá reunir condições para ser reembolsado das despesas com as viagens de avião.

Segundo informação da autarquia, o vereador do PSD deverá ter ainda direito a receber “ao quilómetro” nas deslocações que efectuar de automóvel do aeroporto do Porto até à vila de Baião e vice-versa, que perfazem cerca de 150 quilómetros (ida e volta).

De acordo com a sua página pessoal na rede social Facebook, o vereador reside e trabalha, como enfermeiro, numa cidade inglesa a cerca de 100 quilómetros de Londres. Em tese, segundo a edilidade, o vereador também poderá ser reembolsado das despesas nas deslocações até ao aeroporto mais próximo.

O executivo de Baião reúne duas vezes por mês.

Segundo a autarquia, até quinta-feira, não tinham ainda entrado nos serviços os documentos comprovativos das despesas efectuadas pelo vereador do PSD.

O edil socialista não quis fazer comentários políticos sobre o pedido do vereador da oposição, limitando-se a afirmar que vai ser pedido para que as viagens de avião se façam em companhias de baixo custo para não sobrecarregar demasiado as contas da câmara.

A Lusa tentou, sem sucesso, o contacto telefónico com o vereador. Por escrito, via correio electrónico, o autarca do PSD informou na quarta-feira que, até àquela data, ainda não tinham sido pagas pela câmara quaisquer despesas de deslocação.

“A minha residência oficial é em Inglaterra”, confirmou o vereador, informando que está naquele país desde Janeiro, mas que se deslocou a Portugal, entre os dias 12 e 18, para cumprir com “as obrigações de autarca eleito”.

Luís Sousa informou ter estado na terça-feira uma reunião da Associação de Municípios do Baixo Tâmega, em representação da Câmara de Baião.

“Aconselho V. Exa. à leitura cuidada da lei do Estatuto dos Eleitos Locais, artigo 12, que o poderá auxiliar na argumentação jornalística sobre este assunto”, escreveu ainda Luís Sousa na mensagem enviada à Lusa.

O vereador não respondeu a várias perguntas formuladas pela agência Lusa, nomeadamente se pretende exercer o mandato de vereador até ao final do mandato, se vai participar nas duas reuniões mensais do executivo e quanto vão custar à câmara as suas deslocações a Portugal.

Nas autárquicas de 29 de Setembro, Luís Sousa foi o cabeça-de-lista do PSD à Câmara de Baião, obtendo aquele partido 18,42%. Naquelas eleições, o PS liderado por José Luís Carneiro alcançou 71,4%, assegurando seis dos sete lugares do executivo.

/Lusa

PARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Não entendo como é que se aceitam vereadores internacionais com tanta gente no nosso país desempregada (não fará parte dos burlões que nas últimas décadas levaram o país à falência?

  2. Mas que vergonha esta. Como pode este tipo ser residente no estrangeiro e estar a representar os cidadãos. Não importa o partido isto é uma vergonha. O dinheiro para estas despesas podiam muito bem dar para ajudar os mais necessitados. Não venham cá com historias de ter de imigrar, “So what? who cares, if you had to emigrate, I did it and would do it again”. Ladrão escumalha.

  3. Está correcto.
    Então se os seus colegas de partido quando vão de férias, ou vão ás compras levam os
    “seus” carros de serviço ( pagos por nós ) com motoristas (pagos por nós) porque é que o pobre do autarca, não terá direito a que lhe paguem as viagens a Portugal quando vem
    cá fazer um “biscate” ?

  4. Realmente é vergonhoso. No entanto tenho que admitir que, a luz do que se passa por exemplo na Assembleia de Republica, o vereador da Câmara de Baião tem razão. Este expediente de ter as viagens pagas é muito utilizado por deputados da Assembleia da Republica que tem residência no estrangeiro ( ainda não muito tempo atrás veio a publico a historia de uma deputada que residia em Paris) e também os que tem residência nas ilhas. Realmente o que faz falta é reformular todas estas benesses que são dadas aos que exercem cargos políticos, em todas as suas formas para acabar com este despesismo. Existem serviços públicos que obrigam os seus funcionários a não terem residência a mais de 50kms do lugar onde desempenham funções. É simples e já esta devidamente implementado por isso não é preciso inventar nada.

  5. ´Já agora estou curioso,para saber que tipo de tacho este «moço»conseguir arranjar na Inglaterra(ou foi o partido que lhe arranjou um tachito na embaixada)Foi gente desta que levou o país na falencia com golpes destes e BPN,BPP e companhia!

  6. Isto é o que se chama de corrupção, pois querem o nosso dinheiro seja de que maneira for ou em ferias ou sacado de outras formas nós é que temos de sustentar estes chulos será que este sistema vai durar muito tempo?

  7. Mais um a credibilizar o politico portugues.
    Este palhaço no dia em que foi eleito qual era a sua residencia? Aparentemente só se mudou após as eleições, por isso não deveria ter direito a qualquer compensação.
    Se fosse um homem sério, que está visto que não é, renunciava pois ser vereador não é ir só às reuniões de camara é tambem falar com os municipes.
    Quanto ao resto aparentemente a profissão é enfermeiro, ou vendedor da banha da cobra. Chico esperto é de certeza.

  8. Pobre país que continua a saque por todos estes oportunistas que levam Portugal para o nível de um qualquer país de terceiro mundo. E infelizmente estes exemplos chegam de todos os quadrantes políticos. Agora é este SENHOR do P S D, mas ainda há pouco tempo era a nobre deputada do P S à Assembleia da República que vinha de Paris, com viagens pagas com os impostos do povo, para estar presente nos trabalhos daquela casa da democracia. Fazia lá uma falta!…………..

RESPONDER

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …

Ex-embaixadora dos EUA na Ucrânia acusa Trump de intimidação

Marie Yovanovitch, antiga embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, denunciou esta sexta-feira a existência de uma campanha para a descredibilizar levada a cabo por Donald Trump com ajuda de ucranianos, no inquérito para a destituição …

Subida do Salário Mínimo Nacional vai aumentar as propinas

A subida do Salário Mínimo Nacional para os 635 euros em 2020, vai ter influência em valores a pagar ou a receber, nomeadamente nas propinas mínimas do Ensino Superior público e nos tectos do Fundo …

É essencial um acordo internacional para taxar “gigantes” tecnológicos, defende Costa

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou esta sexta-feira insustentável do ponto de vista social a situação em que classes médias e pequenas empresas suportam a maior parte do esforço fiscal e defendeu um acordo …

Lisboa entre as cidades com trânsito mais caótico do mundo

Um estudo da Mister Auto - marca líder de mercado na venda de peças para automóveis - agora divulgado revelou que Lisboa está na 74.ª posição no 'ranking' das cidades mais circuláveis. Ou seja, muito …