Ventura lamenta manifestação de Setúbal. “Ninguém atua de forma violenta em meu nome”, diz Ana Gomes

Manuel de Almeida / Lusa

André Ventura, candidato à Presidência da República

André Ventura, candidato à Presidência da República apoiado pelo Chega, lamentou, esta quinta-feira, “aquilo que aconteceu e a que o país assistiu”. Ana Gomes demarcou-se dos incidentes de Setúbal.

Esta quinta-feira, candidato presidencial do Chega foi apedrejado à saída de um comício no Cinema Charlot, em Setúbal, por algumas dezenas de manifestantes, na sua maioria cidadãos de etnia cigana. “Tenho apenas uma ligeira dor na perna esquerda e foi pela entrada mais violenta que tivemos de fazer no veículo”, reagiu André Ventura.

“Houve elementos da minha comitiva que foram atingidos por vários objetos, nomeadamente da equipa de segurança. Não obstante o direito de manifestação, é importante evitarmos uma escalada de violência na campanha eleitoral”, acrescentou André Ventura, em declarações aos jornalistas.

Segundo o Expresso, o candidato espera que episódios como o da tarde de quinta-feira “não voltem a acontecer”. “A democracia vence-se com argumentos e não com pedras, ovos, caixas, objetos metálicos ou cortantes.”

Além de ter agradecido ao staff de segurança, Ventura elogiou o trabalho da polícia. “Procurou defender e manter a ordem pública num contexto muito difícil, em que os manifestantes estavam completamente descontrolados. Queriam de toda a maneira atingir-me e a polícia tinha de repor a ordem pública.” Pelo menos um manifestante foi detido.

Já depois de o carro da comitiva de André Ventura ter abandonado o local, os agentes da polícia deram bastonadas aos manifestantes, dispersando-os com violência.

“A PSP tentou, com muito bom senso e ponderação, evitar que isto acontecesse. Quando começaram a chover pedras, não havia outra hipótese senão dispersar aquela gente toda. Foi o que fizemos”, justificou à agência Lusa o comandante distrital da PSP de Setúbal, Viola Silva, assumindo o uso dos bastões sobre os manifestantes.

O responsável pelos cerca de 40 elementos policiais no local afirmou que a PSP teve de usar a força para dispersar os manifestantes. “Se me estão a atirar pedras, como deve calcular, não lhes vou pegar por um braço. A PSP, no âmbito das regras do Estado de direito, teve de usar a força considerada necessária.”

“Ninguém atua de forma violenta em meu nome”

Ana Gomes também condenou os incidentes ocorridos esta quinta-feira. Sobre o facto de alguns manifestantes carregarem cartazes com a sua imagem, a candidata da corrida a Belém garantiu: “Não tenho rigorosamente nada a ver com isso.”

“Ninguém atua de forma violenta em meu nome. Em nenhum campo é tolerável violência” e em democracia as diferenças combatem-se “com diálogo e pelo voto“, disse, em declarações aos jornalistas e no Twitter.

Marisa Matias também reagiu ao sucedido na mesma rede social, numa publicação onde afirma que “não se derrota o ódio com violência“.

“Somos um país melhor que o candidato da extrema-direita e seremos capazes de o vencer na luta democrática”, acrescentou, sem considerações sobre a origem do protesto.

Tiago Mayan Gonçalves também recorreu ao Twitter para lamentar a tentativa de agressão a André Ventura, condenando “qualquer forma de violência” ou “ameaça” contra adversários a Belém.

Condeno totalmente qualquer forma de violência, ameaça ou coação, venham de onde vierem, dirijam-se a candidatos, jornalistas ou quaisquer outros cidadãos”, escreveu.

Esta quinta-feira, o líder do Chega, André Ventura, foi atacado por manifestantes que lhe arremessaram pedras, ovos e outros objetos à saída de um comício no Auditório Charlot, em Setúbal. O incidente obrigou à intervenção da unidade especial da PSP no local.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. As pessoas acham que a melhor solução para enfrentar alguém difícil é atirar pedras. Queria ver se o Ventura fosse gay… já teria uma bala no peito, ou nas costelas.
    Tenham vergonha na cara, e RESPEITO. OK? É muito complicado??!!

  2. gente que não sabe estar! com atitudes violentas contra o desVentura, acabam por vitimizá-lo e dar-lhe razão, logo fortalecê-lo. não é assim que, em democracia e liberdade, se combate os extremos.

  3. Este é o resultado da campanha de ódio que se tem visto contra André Ventura por parte da Ana Gomes, Marisa Matias e comunicação social no geral que não soube ser isenta, principalmente a SIC com uma campanha vergonhosa que tem feito ultimamente.
    Em relação aos ciganos, estão com medo que se lhe acabe com a “mama” de RSI’s e afins. Eu também gostava de ficar em casa com os meus belos filhos, mas tenho de trabalhar… ao contrário destes cidadãos de primeira que são tão de primeira que em vez de se mostrarem agradecidos pela bela vida que lhes oferecemos, são regra geral mal-agradecidos, mal educados, trafulhas, agressivos, racistas, etc, etc, etc.

      • Essa é que é a grande verdade: quem semeia tempestades, colhe ventos!
        E depois da tempestade, vem sempre o Bonanza (ou pelo menos vinha antigamente, no Canal 2)

        • E quero que as minhas filhas cresçam num país ordenado e justo, com pessoas que saibam falar sem medos, sem receios.

    • E ainda acrescento sobretudo ladroes impunes, que invadem hospitais sem ninguem a por cobro. Ainda me lembro de factos contados, acho que na TVI, de agressóes em Coimbra por parte de 2 ciganos, sempre saindo incentes de julgamentos que até ameaçaram o reporter da TVI. Nunca mais se ouvir falar disso prova bem evidente de ameaças.

RESPONDER

Fim dos apoios às empresas acelera vaga de despedimentos

A pressão para pagar subsídios de férias e o fim da proibição de reduzir pessoal nos setores que tiveram ajudas vai potenciar uma vaga de despedimentos. O Jornal de Notícias ouviu advogados e associações sindicais que …

Camisola poveira

Vendas da camisola poveira disparam a nível mundial (e já há “uma Amazon” para a comprar)

A camisola poveira, peça de artesanato da Póvoa de Varzim, nunca se vendeu tanto como agora. As vendas dispararam à boleia da polémica apropriação do modelo pela estilista norte-americana Tory Burch que o comercializou como …

Xanana Gusmão dorme à frente de centro de isolamento em protesto (e é filmado a esbofetear pessoas)

Xanana Gusmão quer que o corpo de um homem vítima de covid-19 seja entregue à família para que faça as cerimónias fúnebres. O comportamento do líder histórico timorense, que se encontra em protesto, está a …

SEF oficialmente extinto. Serviço de Estrangeiros e Asilo entra em funções esta quinta-feira

O processo de reestruturação do SEF foi publicado em Diário da República, esta quarta-feira, entrando em vigor no dia seguinte, ou seja, esta quinta-feira. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi oficialmente extinto esta quarta-feira, …

União Europeia não vai renovar contrato com AstraZeneca e Johnson & Johnson

A União Europeia não vai renovar os contratos da vacina contra a covid-19 com empresas como Astrazeneca e Johnson & Johnson no próximo ano. A notícia da decisão de não renovação dos contratos da vacina contra …

Entre um Porto "dominante" e "ineficaz", a bicicleta de Taremi foi um "inútil golo de bandeira"

A imprensa internacional realça a boa prestação do FC Porto e o golo de bandeira de Taremi, que acabou por se revelar insuficiente para dar continuidade às aspirações portistas. O FC Porto está fora da Liga …

Eventual criação do indicador "incidência vizinha" pode influenciar planos do Governo

Esta terça-feira, na reunião no Infarmed, o matemático Óscar Felgueiras defendeu a criação de um novo indicador, "incidência vizinha", que teria como vantagens sinalizar risco associado à proximidade de zonas mais críticas e evitar a …

Relatório secreto de Costa Pinto defende que Banco de Portugal podia ter feito mais no BES

O "Relatório Costa Pinto" argumenta que o Banco de Portugal tinha conhecimento dos problemas do BES e tinha poderes para fazer mais, melhor e mais cedo. O "Relatório Costa Pinto" tem vindo a ser negado ao …

Lopetegui viu Corona em Sevilha e pode avançar com proposta

Julen Lopetegui, treinador do Sevilha, está atento a Tecatito Corona. O extremo portista mostrou-se em bom plano frente ao Chelsea. O antigo treinador dos 'dragões' Julen Lopetegui, atualmente no comando técnico do Sevilha, esteve esta terça-feira …

Especialistas aconselham Governo a não avançar no desconfinamento

Manuel Carmo Gomes, o epidemiologista que deixou de participar nas reuniões no Infarmed, aconselhou o Governo a não avançar para a terceira fase de desconfinamento. E não é o único a defender a suspensão. De acordo …