Todos contra Ventura. Joacine e saudação nazi foram a gota de água (e até há um boicote ao Hard Club)

O deputado André Ventura está no centro de todas as críticas depois de ter sugerido a deportação da deputada do Livre Joacine Katar Moreira. Uma saudação nazi durante um comício do Chega também está a apontar todos os dedos a Ventura, com os partidos unânimes a condenarem o deputado.

A líder parlamentar do PS já anunciou que o partido vai propor na Assembleia da República uma condenação formal de André Ventura por “xenofobia”.

“O PS condena veementemente as afirmações proferidas contra um deputado, que são xenófobas. O convite feito a qualquer cidadão para sair e voltar ao seu país de origem é inadmissível numa sociedade democrática e é inadmissível em Portugal. Isto, para o PS, não passará sem uma condenação formal no espaço próprio, que é o Parlamento”, refere Ana Catarina Mendes.

O Bloco de Esquerda, pela voz do deputado Pedro Filipe Soares, também anunciou que vai pedir “uma frontal condenação” de Ventura ao Presidente da Assembleia da República (AR) e a todos os parlamentares.

“De acordo com o que nós ouvimos nas opiniões públicas, os vários partidos, da direita até à esquerda, têm condenado estas declarações de André Ventura. Eu espero que essa condenação vá até à conferência de líderes e ali, num espaço em que estão todos representados, em que está o senhor presidente da AR também representado, possa existir uma condenação que, por um lado, demonstre uma posição veemente para que isto não se repita no futuro e, por outro lado, coloque um ponto final nesta situação”, destaca Pedro Filipe Soares numa publicação no Facebook.

“As palavras de André Ventura demonstram um aspecto racista que tem que ser combatido e até xenófobo”, acrescenta o deputado bloquista, notando que foi uma “tentativa de silenciamento, num acto de clara expressão racista”.

À direita surge o mesmo tom crítico relativamente a Ventura, com o deputado do PSD Miguel Poiares Maduro a entender que a declaração de Ventura é “inaceitável” num deputado. “E não me venham com as asneiras que diz e faz a Joacine”, atira numa publicação nas redes sociais.

Do lado do CDS, Francisco Mendes da Silva constata que a “direita democrática deve ter a coragem moral de estabelecer um cordão sanitário que a separe irremediavelmente deste cavalheiro” e “custe o que custar”.

Em nome do Iniciativa Liberal, João Cotrim de Figueiredo refere que Ventura “usa o racismo como isco para agradar às franjas eleitorais“.

Também a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, veio a terreiro condenar o “discurso xenófobo” de Ventura durante um discurso na Conferência 2020 Interseccional “Encarceramento e Sociedade” em Coimbra.

Ventura mantém ” exactamente aquilo que disse”

Em declarações à TSF, Ventura já veio reafirmar tudo o que disse sobre Joacine Katar Moreira, alegando que um deputado português não pode “defender interesses estrangeiros”.

Quem não gosta de Portugal, quem não quer amar esta história e não quer amar este país então não pode ser, na minha opinião, representante político dos portugueses”, sublinha, acusando o Livre de querer “insinuar” que “toda a História de Portugal é de um colonialismo irresponsável, de um racismo intolerável e de um imperialismo insustentável”. “Nós não aceitamos isso. A história é o que é, tivemos os nossos méritos e os nossos defeitos”, aponta.

“A linguagem foi, obviamente irónica. Não me referia a nenhuma deportação física, como é evidente”, acrescenta ainda, mas reafirmando a sua declaração. “Mantenho exactamente aquilo que disse”, vinca.

Líder do Chega promete processo disciplinar por saudação nazi

Enquanto fazem eco estas críticas surgem também outros reparos ao deputado pelo vídeo que foi divulgado nas redes sociais e que mostra um apoiante do Chega a fazer a saudação nazi durante a entoação do Hino Nacional, num comício do partido no Porto, neste fim-de-semana que passou.

Ventura já veio a público repudiar o gesto e garantir que o homem vai ser “imediatamente” alvo de um processo disciplinar caso seja militante do Chega. “Perturba-me profundamente este tipo de comportamento”, refere o deputado ao Jornal de Notícias (JN).

Assumindo que ser apercebeu do gesto no momento em que o homem o fez, sem esboçar qualquer sinal visível na altura, Ventura refere que não soube o que fazer. “Foi uma situação incómoda”, afirma.

“Não fazia ideia quem era esta pessoa e continuo sem saber. Não é ninguém da organização do jantar nem nenhum militante conhecido”, garante, frisando que “se as autoridades competentes solicitarem ao Chega a identificação do indivíduo, obviamente que serão dados todos os elementos disponíveis“.

Entretanto, como resultado da passagem de Ventura pelo Porto, no fim-de-semana passado, o artista Filipe Sambado resolveu cancelar o concerto que tinha agendado para o Hard Club pelo facto de o espaço ter recebido um encontro de militantes do Chega.

“O Filipe, a sua banda e a Maternidade [agência que representa o artista] não se podem mostrar coniventes com um espaço que se permite compactuar com um encontro de ideologia de extrema direita, contando com membros que manifestam uma agenda e um programa racista, xenófobo, homofóbico, transfóbico, misógino e tantos outros adjectivos depreciativos de opressão e intolerância, contra os quais nos posicionamos, expressamos e lutamos”, afirma o artista e seus representantes em comunicado divulgado pelo Blitz.

O concerto agendado para 14 de Fevereiro passa, assim, para o Maus Hábitos, também no Porto.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Nao vejo necessariamente como racista ou xenofobo este comentário do sr.Ventura pois mesmo que a senhora fosse branca e portuguesa mas estivesse a defender os interesses de outro país ,poderia ser-lhe dito na mesma para ir trabalhar entao para esse mesmo país. Afinal,para que pagamos a uma deputada que nos quer prejudicar e defende outras nações ?? Ainda mais essa senhora que ,ao que parece, já disse tantos disparates…nem sei como é possível ter sido elegida e manter-se na função…para lhe dar ” tacho ” Portugal já lhe serve !

    • Maria, tem toda a razão. A Joacine com aquelas atitudes também pode ser tratada como xenófoba.
      Aconselho toda a gente a procurar e ouvir o que o Kanye West tem a dizer sobre “racismo”.
      SOMOS TODOS UM, TODOS IGUAIS, TODOS SERES HUMANOS.

  2. O Sr. André Ventura disse o que disse, num tom de ironia e é fácil perceber porquê: se a Juracine, que nasceu na Guiné, quer que Portugal devolva tudo o que representa cultura e memória das ex colónias, então que se comece por ela.
    Claro que dito com ironia, até provoca o riso e seria isso que o André quis fazer.
    A dama ofendida armou-se em virgem ofendida e o caso subiu de tom ao nível que o conhecemos.
    No entanto, o André já esclareceu que é totalmente contra a entrega de qualquer objeto cultural, de memória ou de representação histórica às ex – colónias.
    Não se vislumbra onde está a situação de racismo e xenofobia. A gente percebe que os partidos oportunistas quiseram aniquilar o Ventura, pois está a subir demasiado na intenção de voto. Nada mais que isso.

    • Mas parece que há gente que não entende isso ou fazem-se mesmo de parvos, acho que é mais a segunda hipótese…
      Querem que o homem seja racista à força, isto porque é muito conveniente que ele seja afastado daquele meio, já se percebeu.

    • O “malandro, racista, xenófobo” do André Ventura tem a coragem de dizer aquilo que toda agente diz em voz baixa, para não ser amaldiçoada pelos políticos da bandalheira. É evidente para qualquer pessoa que não seja totalmente estúpida percebe que o que foi dito em tom irónico. O “camarado” deputado do BE deu saída à sua genial estupidez no que foi acompanhado pelos do PCP, PAN, PS e o inefável presidente da AR.

  3. Concordo plenamente com o André Ventura, confesso que não tinha grande simpatia pelo chega, mas está a revelar-se um grande partido e um grande líder.
    Gostaria de ver uma coligação entre o CHEGA e o PNR, não faz sentido estarem afastados, afinando estratégias e limando arestas, tinha tudo para dar certo, é do que o nosso país precisa.
    FORÇA ANDRÉ VENTURA!!

  4. O país dos ex-Pides, ex-bufos, ex-legionários, ex-retornados das ex-colónias, ex-censores do lápis azul, salazaristas, oligarcas de pacotilha, saudosistas, enfim…fascistas, querem que o tempo volte para trás. Agora transvestidos de populistas, demagogos, negacionistas, intolerantes, revisionistas, querem reescrever a História e apontam o dedo acusador à democracia que nunca compreenderam nem aceitaram. Mas é graças a essa mesma democracia que lhes é permitido agora saírem do obscurantismo e começarem a pavonear estas pseudo ironias carregadas de ódio, despeito e frustração. Portugal nāo está cheio de lorpas ao contrário do que pensam e os bafientos sāo isso mesmo. Tresandam a mofo à distância. Nāo há Chanel que disfarce, nem despejado às litradas. Clístenes, Sólon, Drácon, Péricles e tantos outros já viraram e reviraram nos túmulos mas a tragédia grega hoje é outra, impulsionada pelos Trump, Bolsonoraros, Le Pens, Dutertes, etc. Por aqui, figurinhas de pacotilha como estas vāo entretendo e disparatando, da política ao futebol, no parlamento ou num qualquer canal de tv sensacionalista ao gosto da pimbalhada marialva. Haja paciência. Sem ironia que nāo somos todos lorpas.

  5. Grandioso Dr. André Ventura.

    Já agora pedia-se por favor aos senhores dos paises que outrora eram as chamadas colonias, que devolvessem as estradas, hospitais, infraestruturas, hoteis, etc, etc, etc que foram feitos com dinheiro dos Portugueses durante anos e que ficaram com bens de familias inteiras que nunca receberam de volta absolutamente nada, e que vieram para o continente depois de uma vida de trabalho com a roupa que tinham no corpo…
    Esta senhora vem para um Parlamento em Portugal eleita por Portugueses defender um Povo de outro Pais…e ainda tem a coragem de chamar os outros de tudo e mais alguma coisa…
    Só mesmo aqui no nosso Portugal…
    O Dr . Andre Ventura tem toda a razão.
    .e talvez seja o unico que finalmente fala no Parlamento aquilo que infelizmente o Povo não consegue dizer…porque não é ouvido..
    O Chega naturalmente vai nas proximas eleições ser o grande vencedor porque o povo merece que se acabe com uma politica de governo de tudo menos dos Portugueses.

  6. É lamentável que os “donos da poltica” (refiro-me aos “politicos” dos partidos que sempre nos impuseram as suas politicas, claro que com boas intenções, mas tem dado no que o povo tem vivido «troikas, crises, cortes, etc..») que preferem falar politicamente correto mesmo que não acreditem no que estão a dizer, só para não ferirem suscetibilidades e ficarem bem vistos ficam, agora, tão preocupados por ter aparecido alguém na politica que não tem medo de dizer o que pensa, servindo-se estes de tudo o que podem para tentarem denegrir a imagem do deputado André Ventura. Bom, isto prova que os “Srs politicos exemplares” estão preocupados com a subida o CHEGA.

RESPONDER

"Morri no Paralelo79N". Diário revela as últimas horas de um explorador que morreu sozinho na Gronelândia

Os investigadores analisaram a última entrada do diário de explorador polar do século XX, Jørgen Brønlund, incluindo uma curiosa mancha negra, escrita antes de morrer sozinho no nordeste da Gronelândia, descobrindo o que lhe aconteceu …

Cybershoes. O problema de andar em Realidade Virtual pode já ter uma solução

Um dos problemas com os jogos de Realidade Virtual é que, normalmente, as experiências são definidas numa escala maior do que uma sala de estar. Assim, o jogador acaba por ter de ficar numa parte …

"Um tsunami de dívidas". O mundo deve a si mesmo 277 mil milhões de dólares

Prevê-se que até ao final deste ano, a dívida da economia mundial atinja os 277 mil milhões de dólares. A pandemia de covid-19 é um dos fatores responsáveis. A pandemia de covid-19 não só está a …

Empresas podem negar trabalho a quem não se quiser vacinar

"É obviamente possível" que as empresas evitem contratar um trabalhador se não quiserem ser vacinadas contra a covid-19. A presidente do Comité Económico e Social Europeu (CESE), Christa Schweng, admitiu a possibilidade de uma empresa se …

"A Suitable Boy". Um beijo numa série da Netflix provocou um escândalo (social e político) na Índia

A Netflix está a enfrentar uma reação negativa na Índia por causa de uma cena de um beijo entre duas personagens na série A Suitable Boy ("Um bom partido"). O partido no poder já pediu …

Irmãos transformaram 7 linhas de código num império de 36 mil milhões de dólares

Patrick e John Collison são dois jovens empreendedores irlandeses que fundaram a Stripe, uma empresa que criou uma solução alternativa para os pagamentos online, avaliada em 36 mil milhões de dólares. Em vez de construirem soluções …

ECDC. Portugal terá "níveis muito baixos" de novos casos se mantiver restrições

Se Portugal mantiver as restrições adotadas atualmente, irá registar em dezembro “níveis muito baixos” de novos casos de covid-19. O Centro Europeu para Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC), criado com a missão de ajudar os …

Com apenas 14 anos, Xiaoyu é o adolescente mais alto do mundo. Mede 2,21 metros

Ren Keyu nasceu na China a 18 de outubro de 2006, e no dia em que comemorou o seu 14º aniversário recebeu também o título do Guinness World Records do adolescente mais alto do mundo, …

Jerónimo "não está a prazo" no PCP (e vai continuar a negociar com o PS)

O PCP continua disponível para negociar com o PS, mas não a troco de nada. Quanto ao quinto mandato consecutivo enquanto secretário-geral do partido, Jerónimo avisou, este domingo, que não está "a prazo". No discurso de …

Hackers expõem na cloud dados que roubaram de utilizadores do Spotify. Foi um acidente

Um grupo de piratas informáticos compilou uma base de dados com cerca de 250.000 palavras-passe do Spotify e armazenaram os dados na cloud. No entanto, esqueceram-se de proteger o armazenamento com uma palavra-passe. De acordo com …