Ventura deixa Loures para criar novo partido (em defesa da prisão perpétua e contra casamento homossexual)

PSD Loures / Facebook

André Ventura

O vereador da Câmara de Loures André Ventura deverá renunciar ao mandato ainda este mês, por se sentir “deslegitimado” pela concelhia, e também desistir do seu movimento para destituir Rui Rio da liderança do PSD. O próximo passo é a criação de um novo partido, o “Chega”.

Segundo o jornal i, André Ventura, vereador do PSD na Câmara de Loures, tenciona renunciar ao mandato autárquico “ainda este mês” por se ter sentido “deslegitimado” pela concelhia social-democrata.

“Não é possível manter-me como a face visível do PSD em Loures, sentindo-me deslegitimado”, disse o advogado ao jornal, que tem sido o rosto do movimento CHEGA, uma iniciativa para promover um congresso extraordinário para destituir Rui Rio da liderança do partido.

A intenção de Ventura é, agora, transformar o “Chega” num novo partido político que terá como principal objectivo apresentar-se como alternativa ao PSD de Rio.

Este novo partido deverá ser oficialmente lançado nesta terça-feira, segundo o i que nota qu Ventura pretende “começar de imediato a recolha de assinaturas e os convites individuais para integrar a nova estrutura” que está a preparar.

As grandes linhas orientadoras do novo partido de Ventura passam por defender o regresso da prisão perpétua para homicidas e violadores, a castração química para pedófilos, a proibição do casamento homossexual e a redução do número de deputados para apenas 100, conforme refere o i.

O diário nota ainda que o partido de Ventura vai defender “um autêntico liberalismo económico e político” e promover uma “completa redefinição do sistema fiscal português” par que “todos contribuam”.

O grande objectivo é “evitar uma nova maioria de esquerda” nas próximas eleições legislativas em 2019, como constata fonte próxima do político ao i.

Ventura, que nas eleições autárquicas foi o candidato do PSD à Câmara de Loures, acabou por ficar isolado, “tanto pelos demais críticos, como pela concelhia do PSD/Loures que considerou, em comunicado, que Rui Rio é o líder eleito democraticamente e, por isso, demarcou-se de qualquer iniciativa para provocar um congresso”, lê-se no i.

No sábado, em declarações ao Diário de Notícias, Ventura já tinha considerado que este comunicado da autarquia era como uma “facada nas costas”. Porém, de acordo com os dois jornais, o “golpe final” aconteceu depois das declarações ao Expresso do antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro (que seria o seu candidato), que defendeu que Rio “tem o direito de disputar as legislativas de 2019”.

Segundo afirmou ao DN, o seu movimento já teria mil assinaturas de militantes, sendo necessárias 2500 para convocar um congresso. No entanto, escreve o i, também não ajudou o facto de a distrital de Lisboa, liderada por Pedro Pinto – apoiante de Santana Lopes nas diretas que elegeram Rio -, se ter demarcado deste movimento. Dois dos eventuais candidatos à liderança do PSD – Miguel Pinto LuzPedro Duarte – também não quiseram ver o seu nome associado a Ventura.

“A história e as bases do PSD não perdoarão a nenhum daqueles que poderiam ter evitado a tragédia eleitoral e não o fizeram, nem os que pensando acima de tudo em si mesmo e nas suas carreiras, deixaram que o partido se transformasse num reduto insignificante e indiferenciado”, declarou Ventura ao i, assegurando que, para já, vai continuar a fazer a recolha de assinaturas.

“Decidiram enterrar o machado de guerra e promover uma paz podre e calculista”, acusa ainda o autarca, sem nomear, no entanto, os destinatários da crítica.

Nas autárquicas, o advogado protagonizou uma das candidaturas mais controversas, devido às suas críticas contra a comunidade cigana de Loures. O CDS esteve para concorrer coligado com o PSD mas depois decidiu ter uma candidatura autónoma.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Já cá faltava um palerma fascista, oportunista e populista, à imagem de Bolsonaro, Maduro, Trump e outros idiotas. Para este, o PSD é um partido muito à esquerda eheheheheheh.

  2. Faz falta um partido com uma postura destas. Em Portugal apenas existe a direitinha bem comportada, a dos negócios e o “resto que se lixe”.
    Está na altura de por a esquerdalhada no lugar que merece: o escárnio.

  3. quando a extrema esquerda diz o que lhe apetece, porque razão é que outros não podem dizer o que lhes apetece? e porpor novos partidos com as ideias que advogam.

    acho piada aos srs da esquerda sempre tão lestos a criticar os outros especialmente os que não se regem pela sua cartilha, se calhar seria boa ideia primeiro verem os seus telhados pq são os recordistas das ditaduras e das mortes de milhões de seres humanos.

  4. A quem incomodará prisão perpétua para assassinos, castração química para pedófilos e proibição de casamentos homossexuais, será mais justo defender foras da lei do que vítimas da maldade humana? Quem está livre de ser vítima?

  5. Eu vou fundar um partido contra os jovens poderem mudar de sexo aos 16 anos
    PCMS16 – Partido contra a mudança de sexo aos 16

  6. Vê-se logo que este “ser vivo” não está a tomar a medicação certa que o médico receitou.
    Enquanto isso eu vou fundar o partido da prisão perpétua para políticos “assassinos” castração química exclusiva destinada a políticos “pedófilos”, atrocidades políticas praticadas pelos políticos contra a nação e contra o Povo e proibição de casamentos “homossexuais” partidários com ou sem representação na Assembleia da república. Ainda proibir qualquer político de usar a esferográfica, caneta, dado que uma esférografica na mão dos políticos é bem mais perigosa que uma arma na mão de um bandido.
    Todos a Braga e uma vénia ao marechal Gomes da Costa

  7. Este quer proibir a vida.
    Ele é que aprova quem deve casar ou não.
    Vá comentar futebol e não se meta na vida das pessoas, ou então vá para o afeganistão

RESPONDER

Costa sugere a Marcelo condecoração da CGTP no 50.º aniversário da central sindical

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira ter sugerido ao Presidente da República a condecoração da CGTP, numa mensagem de felicitação pelos 50 anos da central sindical em que destaca a necessidade de proteger trabalho e rendimentos …

Governo vai integrar nos quadros quase 3.000 profissionais de saúde

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que permite integrar nos quadros quase três mil profissionais do Serviço Nacional de Saúde. Em comunicado, o Governo explica que a conversão do vínculo laboral de 2.995 …

Quatro defensores dos direitos humanos, indígenas e ambientais recebem "Nobel Alternativo"

Duas advogadas, do Irão e da Nicarágua, um advogado dos Estados Unidos (EUA) e um ativista da Bielorrússia foram esta quinta-feira distinguidos, em Estocolmo, com o "prémio Nobel Alternativo" que pretende "impulsionar mudanças sociais urgentes …

PJ diz que há “condições” para alargar colaboração com Rui Pinto

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu a possibilidade de a colaboração com Rui Pinto poder “ir além” da abertura dos discos encriptados e apreendidos ao criador do Football Leaks, reconheceu esta quinta-feira o inspetor José Amador. "Temos …

Netanyahu avisa que confinamento em Israel pode durar um ano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse esta quinta-feira que o confinamento no país pode prolongar-se durante meses ou mesmo "um ano" após uma reunião em que foram debatidas novas restrições contra a propagação da …

FC Porto com City na Champions. Ronaldo volta a encontrar Messi

O FC Porto vai defrontar os ingleses do Manchester City, os gregos do Olympiacos e os franceses do Marselha no Grupo C da fase de grupos da Liga dos Campeões em futebol, ditou esta quinta-feira …

Cabrita pede abertura de inquérito a fuga de 17 migrantes. Cinco já terão sido apanhados

O ministro da Administração Interna pediu a abertura de um inquérito à fuga de 17 migrantes do norte de África que desembarcaram em setembro no Algarve e fugiram, durante a madrugada, do quartel em Tavira …

Governo chega a acordo com Madrid para alargar restrições a toda a comunidade

O Governo espanhol anunciou, esta quarta-feira, um acordo que estende medidas para combater a covid-19, já em vigor em partes da Comunidade Autónoma de Madrid, a toda a capital e várias localidades da periferia onde …

Ciclista suspenso por defender Trump

Quinn Simmons respondeu no Twitter a uma jornalista e a sua equipa suspendeu o atleta. Um "adeus" e uma mão negra na origem da polémica. Quinn Simmons foi campeão do mundo de ciclismo no ano passado, …

Bolsonaro considera "lamentável" discurso de Biden que apela ao país que pare de destruir a Amazónia

Jair Bolsonaro classificou como “lamentável” o comentário de Joe Biden durante  o debate presidencial que ocorreu na madrugada de terça-feira. O candidato democrata mostrou-se preocupado com o facto das florestas tropicais no Brasil estarem a …