/

Venezuela testou molécula que “anula a 100%” o novo coronavírus

3

(h) Miraflores Press / EPA

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que “anula 100%” o novo coronavírus.

“O IVIC testou uma molécula usada para tratar a hepatite C para tratar a covid-19. Este estudo durou seis meses, resultando na aniquilação de 100% do vírus. A Venezuela obteve um medicamento que anula 100% o coronavírus“, disse Nicolás Maduro à televisão estatal venezuelana.

Segundo o chefe de Estado, o “estudo foi certificado, com todos os testes necessários” e nos próximos dias a Venezuela “procederá (…) através da Organização Mundial de Saúde, para ratificar (homologar) os resultados obtidos”.

O Presidente da Venezuela explicou ainda que se trata da molécula DR10, que foi totalmente isolada e “não tem nenhum tipo de toxicidade que afete moléculas saudáveis” ou cause efeitos colaterais.

Maduro mostrou-se confiante de que em breve a Venezuela começará “a produção em massa” graças a “alianças internacionais”.

Por outro lado, a ministra venezuelana de Ciência e Tecnologia, Gabriela Jiménez, explicou que a investigação foi monitorizada “através de células infetadas com o vírus (Sars-cov2 ou coronavírus), isolado, em pacientes venezuelanos”.

A molécula DR10 é um derivado do ácido ursólico e os resultados foram de “100% de inibição na replicação do vírus in vitro”, disse.

Na Venezuela estão oficialmente confirmados 89.565 casos de covid-19, que causaram 770 mortes, enquanto 84.720 pessoas recuperaram da doença.

O país está desde 13 de março em estado de alerta, o que permite ao Executivo decretar “decisões drásticas” para combater a pandemia.

Depois de permitir durante uma semana uma “flexibilização ampla” da quarentena preventiva da covid-19, que permitiu a abertura dos estabelecimentos de comércio em geral, turismo e organismos públicos, o acesso às praias do país, atividades e eventos ao ar livre, a Venezuela regressa hoje a sete dias de estrita quarentena.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 42,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

  // Lusa

3 Comments

    • O Sr. Maduro como é que é um “imbeci”l se não agacha aos americanos e lhes ganhou sempre. Nós os portugueses já agachamos aos americanos e os americanos não querem o nosso petróle, pois não o temos como a Venezuela que tem uma das maiores reservas do mundo. Mais cá eu paguei a minha Universidade ainda a preços moderados vindos do antigamente, mas tive de pagar o Instituto Superior Técnico a minha Universidade caríssima aos meus filhos. Na Venezuela das Universidades são 5 anos gratuitas. Na área da medicina estão muito evoluídos como Cuba. Agora aqui alinhamos com os franceses no Bolonha e a maioria só estuda 3 anos. Eu estudei 5 anos. Se não sabem a Venezuela já cedeu à Alemanha resultados nas investigações deles deste mesmo local de investigação.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.