Venezuela desmente Brasil e diz que Maduro foi convidado para tomada de posse de Bolsonaro

(h) Miraflores Press / EPA

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Venezuela garante que Nicolás Maduro foi convidado para a investidura de Jair Bolsonaro, mas que “nunca” ponderou assistir.

O chefe da diplomacia venezuelana desmentiu este domingo o seu futuro homólogo brasileiro, Ernesto Araújo, ao garantir que o líder venezuelano, Nicolás Maduro, foi convidado para a investidura do Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, mas que “nunca” ponderou assistir.

“Aqui podem ler duas notas diplomáticas oficiais enviadas pelas autoridades brasileiras a convidar o Governo venezuelano e o Presidente Nicolás Maduro para assistir à tomada de posse de Jair Bolsonaro”, afirmou Jorge Arreaza, numa mensagem publicada no Twitter, que mostra imagens dos convites.

O futuro chefe da diplomacia brasileira, Ernesto Araújo, havia anunciado que o líder venezuelano, Nicolás Maduro, não foi convidado para a tomada de posse do Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, “por respeito ao povo” da Venezuela.

“Por respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a investidura do Presidente eleito Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”, disse Ernesto Araújo, também através das redes sociais.

A cerimónia de tomada de posse de Bolsonaro está agendada para Brasília para o próximo dia 1 de janeiro. O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, estará presente na cerimónia na capital federal brasileira.

Segundo Arreaza, as notas diplomáticas enviadas pela embaixada do Brasil na Venezuela foram recebidas a 7 de dezembro. Ao convite, segundo referiu o chefe da diplomacia venezuelana, o Governo de Maduro respondeu no passado dia 12 de dezembro, resposta essa também publicada no Twitter.

A Venezuela nunca irá participar na tomada de posse de um Presidente que é a expressão da intolerância, do fascismo e de apoio a interesses contrários à integração latino-americana e caribenha”, indicou a resposta venezuelana.

Jorge Arreaza reforçou que Maduro “nunca ponderou assistir à tomada de posse” de Bolsonaro.

O futuro chefe da diplomacia brasileira instou igualmente “todos os países do mundo” a afastarem-se de Maduro e a unirem-se “para libertar a Venezuela”, mas sem aprofundar tal posição ou eventuais diligências.

As declarações de Ernesto Araújo surgiram dias depois de Maduro ter envolvido Jair Bolsonaro num alegado plano orquestrado pelos Estados Unidos que teria como principal objetivo matá-lo e acabar com a revolução bolivariana.

Segundo Maduro, o Presidente eleito brasileiro terá tido conhecimento deste alegado plano durante um encontro com o conselheiro de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos da América, John Bolton.

Nesse encontro, que aconteceu em finais de novembro no Rio de Janeiro, Bolsonaro e Bolton debateram, entre outros assuntos, “medidas” para enfrentar a crise na Venezuela, mas sem especificar pormenores. “Temos de procurar soluções para a Venezuela. Há que tomar medidas”, afirmou então Bolsonaro.

Jair Bolsonaro, de 63 anos, capitão do Exército brasileiro na reforma, filiado no Partido Social Liberal (PSL) e conotado com a extrema-direita, foi eleito o 38.º Presidente da República Federativa do Brasil, com 55,1% dos votos, na segunda volta das eleições presidenciais brasileiras, no dia 28 de outubro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

PJ acredita ter detido homem que ateou fogo que matou animais em canil de Santo Tirso

A Polícia Judiciária (PJ) está "convencida" de que o autor do fogo que teve origem em Valongo e se estendeu a Santo Tirso, onde dezenas de animais morreram, é um eletricista que foi esta quarta-feira …

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …