Venezuela desmente Brasil e diz que Maduro foi convidado para tomada de posse de Bolsonaro

(h) Miraflores Press / EPA

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Venezuela garante que Nicolás Maduro foi convidado para a investidura de Jair Bolsonaro, mas que “nunca” ponderou assistir.

O chefe da diplomacia venezuelana desmentiu este domingo o seu futuro homólogo brasileiro, Ernesto Araújo, ao garantir que o líder venezuelano, Nicolás Maduro, foi convidado para a investidura do Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, mas que “nunca” ponderou assistir.

“Aqui podem ler duas notas diplomáticas oficiais enviadas pelas autoridades brasileiras a convidar o Governo venezuelano e o Presidente Nicolás Maduro para assistir à tomada de posse de Jair Bolsonaro”, afirmou Jorge Arreaza, numa mensagem publicada no Twitter, que mostra imagens dos convites.

O futuro chefe da diplomacia brasileira, Ernesto Araújo, havia anunciado que o líder venezuelano, Nicolás Maduro, não foi convidado para a tomada de posse do Presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, “por respeito ao povo” da Venezuela.

“Por respeito ao povo venezuelano, não convidamos Nicolás Maduro para a investidura do Presidente eleito Bolsonaro. Não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”, disse Ernesto Araújo, também através das redes sociais.

A cerimónia de tomada de posse de Bolsonaro está agendada para Brasília para o próximo dia 1 de janeiro. O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, estará presente na cerimónia na capital federal brasileira.

Segundo Arreaza, as notas diplomáticas enviadas pela embaixada do Brasil na Venezuela foram recebidas a 7 de dezembro. Ao convite, segundo referiu o chefe da diplomacia venezuelana, o Governo de Maduro respondeu no passado dia 12 de dezembro, resposta essa também publicada no Twitter.

A Venezuela nunca irá participar na tomada de posse de um Presidente que é a expressão da intolerância, do fascismo e de apoio a interesses contrários à integração latino-americana e caribenha”, indicou a resposta venezuelana.

Jorge Arreaza reforçou que Maduro “nunca ponderou assistir à tomada de posse” de Bolsonaro.

O futuro chefe da diplomacia brasileira instou igualmente “todos os países do mundo” a afastarem-se de Maduro e a unirem-se “para libertar a Venezuela”, mas sem aprofundar tal posição ou eventuais diligências.

As declarações de Ernesto Araújo surgiram dias depois de Maduro ter envolvido Jair Bolsonaro num alegado plano orquestrado pelos Estados Unidos que teria como principal objetivo matá-lo e acabar com a revolução bolivariana.

Segundo Maduro, o Presidente eleito brasileiro terá tido conhecimento deste alegado plano durante um encontro com o conselheiro de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos da América, John Bolton.

Nesse encontro, que aconteceu em finais de novembro no Rio de Janeiro, Bolsonaro e Bolton debateram, entre outros assuntos, “medidas” para enfrentar a crise na Venezuela, mas sem especificar pormenores. “Temos de procurar soluções para a Venezuela. Há que tomar medidas”, afirmou então Bolsonaro.

Jair Bolsonaro, de 63 anos, capitão do Exército brasileiro na reforma, filiado no Partido Social Liberal (PSL) e conotado com a extrema-direita, foi eleito o 38.º Presidente da República Federativa do Brasil, com 55,1% dos votos, na segunda volta das eleições presidenciais brasileiras, no dia 28 de outubro.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Polaris Slingshot chega ao mercado com um sistema de transmissão inovador

A nova versão do Polaris Slingshot vem equipado com um sistema de transmissão que mescla a condução do manual com o conforto do automático. Para quem não conhece o Polaris Slingshot, apresentado pela primeira vez em …

Turistas estão a invadir Hallstatt, a aldeia austríaca que terá inspirado "Frozen"

Considerado Património Mundial pela UNESCO desde 1997, Hallstatt, na Áustria, possui apenas 778 moradores e tem uma sequência de casas em estilo alpino. Em 2010, antes do lançamento do primeiro filme da Disney, "Frozen", a cidade …

Teerão vai enviar caixa negra do avião abatido para a Ucrânia

O Irão vai enviar para a Ucrânia as gravações da caixa negra do avião ucraniano que abateu acidentalmente, na semana passada, para que sejam sujeitas a análises adicionais. Hassan Rezaeifer, chefe de investigações de acidentes do …

António Folha já não é treinador do Portimonense

O treinador apresentou a demissão do comando técnico do Portimonense, este sábado, depois de perder na deslocação ao lanterna-vermelha Desportivo das Aves, por 3-0. "Antes de me fazerem qualquer pergunta sobre o jogo, queria transmitir que …

Há pombos cowboys em Las Vegas (e voluntários estão a tentar salvá-los)

Por alguma razão, alguém decidiu colar chapéus vermelhos minúsculos de cowboy em pombos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Agora, a equipa do Lofty Hopes Pigeon Rescue está a tentar salvá-los. Há uma missão para resgatar …

Youtube encaminha milhões de utilizadores para desinformação climática

Os algoritmos do YouTube estão a encaminhar milhões de utilizadores de vídeos de empresas para a desinformação sobre as alterações climáticas, através de serviços de publicidade online, de acordo com uma investigação da comunidade virtual …

Paulo Gomes é o novo presidente do Vitória de Setúbal

O ex-vice-presidente, líder da lista D, foi eleito presidente do Vitória de Setúbal para o mandato 2020-2023, com um total de 875 votos. Paulo Gomes, de 50 anos, foi o mais votado das cinco listas candidatas, …

O mercado online de leite materno está a crescer (mas pode ser mau para os bebés)

https://vimeo.com/385229063 Para os pais que querem que o seu filho beba leite materno, mas que não conseguem produzi-lo, a possibilidade de o poder comprar na Internet pode parecer uma boa solução. No entanto, este mercado não …

Regina Duarte convidada para suceder a secretário da Cultura demitido

A atriz brasileira confirmou, na sexta-feira, ter sido convidada pelo Presidente do país para liderar a Secretaria da Cultura do Governo, após a exoneração de Roberto Alvim por ter parafraseado um discurso nazi. "É isso, recebi …

Universidade de Harvard quer criar 127 novos estados nos EUA

A Harvard Law Journal, da Universidade de Harvard, publicou um plano ousado - mas, segundo os autores, completamente constitucional - para salvar a democracia: criar 127 novos e minúsculos estados. Atualmente, todos os estados dos Estados …