Vendas de smartwatches ultrapassam pela primeira vez vendas de relógios suíços

As vendas globais de smartwatches ultrapassaram pela primeira vez as vendas de relógios suíços no quarto trimestre de 2015, de acordo com dados revelados pela empresa de pesquisa de mercado Strategy Analytics.

Grande parte desta proeza deve-se ao Apple Watch, que rapidamente se tornou o modelo mais vendido entre os wearables.

Enquanto a popularidade dos smartwatches tem crescido consideravelmente, o interesse dos consumidores em relógios de luxo suíços tem diminuído.

Isso acontece em grande parte devido à relutância e lentidão das empresas suíças em adoptar novas tecnologias ao seus relógios, com recursos e funcionalidades presentes nos wearables.

Ao contrário dos relógios de luxo, que apenas apresentam as horas, os smartwatches permitem que o utilizador faça chamadas, envie e receba e-mails, verifique informações de saúde ou meteorologia e muitos outros recursos.

Em 2014, num único trimestre, as exportações de relógios suíços caíram 5%, enquanto que no mesmo período as  de smartwatches subiram 316%.

“A indústria de relógios suíços tem sido muito lenta a reagir ao desenvolvimento dos smartwatches“, explicou Neil Mawston, director executivo da Strategy Analytics.

Uma das poucas marcas que está a tentar reverter este quadro, adotando a tecnologia presente nos wearables, é a Tag Heuer.

Em novembro do ano passado, a fabricante suíça, com mais de 155 anos, lançou o Connected Watch, um relógiocom sistema operativo Android Wear, processador Intel Atom de 1.6 GHz e o dobro de memória em comparação com outros smartwatches com o mesmo sistema.

Apesar disso, o dispositivo não conta com características que passaram a ser fundamentais nos relógios inteligentes, como monitorização de actividades físicas por GPS e a tecnologia NFC, que permite realizar pagamentos pelo próprio aparelho.

Como resultado, a Tag Heuer representou apenas 1% das vendas de smartwatches no quarto trimestre de 2015, muito atrás da Apple, que conquistou 63% do mercado, e da Samsung, com 16%.

Este ano, a previsão é de que sejam vendidos 50 milhões de smartwatches no mundo todo e 66,7 milhões de unidades em 2017, de acordo com dados da Gartner.

Segundo a consultora, “os wearables estão popularizar-se como uma tendência de estilo de vida”.

CanalTech

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus informático faz caixas de multibanco "cuspirem" notas (e está a espalhar-se pelo mundo)

Um vírus informático está a ser utilizado para entrar em caixas de multibanco e fazê-las ejetar todo o seu dinheiro. Os primeiros casos surgiram na Alemanha, mas têm-se alastrado um pouco por todo o mundo. Na …

Piloto Bernardo Sousa suspenso dois anos por controlo antidoping positivo a cocaína

O ex-campeão nacional de ralis Bernardo Sousa foi suspenso por dois anos devido a um controlo antidoping positivo a cocaína, anunciou na quinta-feira a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). De acordo com o comunicado …

Porsche lança Taycan "low cost" para competir com a Tesla

https://vimeo.com/367293637 A Porsche lançou uma versão económica do Taycan de forma a competir com o Model S da Tesla. O veículo elétrico está disponível a partir de janeiro e custará cerca de 105 mil euros. A batalha …

Quartel da Graça vai ser um hotel de luxo

A concessão do Quartel da Graça, em Lisboa, vai ser entregue ao grupo Sana, no âmbito do programa Revive, estando previsto um investimento de 30 milhões de euros, para a instalação de um hotel, foi …

Infarmed retira do mercado protetor solar infantil

O Infarmed disse esta sexta-feira que está acompanhar as precauções da agência espanhola do medicamento em relação aos produtos de proteção solar ISDIN, indicando que em novos testes detetou variabilidade e inconsistência no fator de …

Com 13 anos, herdeira da Coroa de Espanha discursa pela primeira vez

O rei Filipe VI transmitiu esta sexta-feira à princesa Leonor o compromisso "pessoal e institucional" que possui como herdeira da Coroa na entrega dos Prémios Princesa de Astúrias 2019, cerimónia acompanhada no exterior por uma …

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …