“Vencemos novamente o vírus”, diz primeira-ministra da Nova Zelândia

worldeconomicforum / Flickr

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia

A primeira-ministra Jacinda Ardern declarou na segunda-feira que a Nova Zelândia “venceu o vírus novamente” e anunciou que as restrições na maior cidade do país seriam reduzidas, depois de uma segunda vaga da covid-19 ter sido contida.

De acordo com a agência France-Presse, acredita-se que o vírus tenha sido erradicado no país no final de maio, depois de um bloqueio nacional rigoroso que fez com que os neozelandeses não registassem contágios durante 102 dias. Com um novo surto em Auckland em agosto, a cidade foi novamente fechada, por quase três semanas.

Agora, sem novos casos confirmados em Auckland há 12 dias, a primeira-ministra afirmou que o vírus estava sob controle e congratulou os cidadãos por suportarem o segundo bloqueio. “Os habitantes de Auckland e da Nova Zelândia seguiram o plano, que funcionou duas vezes agora, e venceram o vírus novamente”, sublinhou.

Na quarta-feira, Ardern indicou que Auckland se juntaria ao resto da Nova Zelândia no nível um, a classificação mais baixa no sistema de alerta de vírus de quatro níveis do governo. Com esta mudança, passa a não haver restrições quanto a reuniões sociais.

A Nova Zelândia registou 25 mortes por covid-19, numa população de cinco milhões, com 40 casos ativos no país na segunda-feira.

Ardern, que enfrenta uma eleição a 17 de outubro, advertiu que o sucesso não pode ser dado como garantido, apontando para uma queda na utilização da aplicação de rastreamento oficial da covid-19 e no número de testes.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Austrália aprova lei e é o primeiro país a obrigar Facebook e Google a pagar conteúdos jornalísticos

O Parlamento da Austrália aprovou a lei que impõe à Google e ao Facebook o pagamento aos órgãos de comunicação australianos pela publicação dos seus conteúdos jornalísticos, a primeira legislação do mundo deste género. A lei …

Situação clínica de Alfredo Quintana é "muito grave"

Alfredo Quintana, guarda-redes de andebol, de 32 anos, sofreu uma paragem cardíaca num treino, na segunda-feira. Encontra-se internado no Hospital de São João, no Porto, e a situação clínica é "muito grave". A situação clínica …

Documentos mostram que assassinos de Khashoggi usaram aviões de empresa controlada pelo príncipe herdeiro

Documentos judiciais revelam que os dois jatos particulares usados ​​pelos supostos assassinos do jornalista Jamal Khashoggi pertenciam a uma empresa que, menos de um ano antes, tinha sido apreendida pelo príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Os …

António Guterres agradece confiança do Governo português

O secretário-geral da ONU expressou, esta quarta-feira, agradecimento e humildade por receber o apoio oficial do Governo português para um segundo mandato e prometeu fazer de tudo para continuar a ser digno da renomeação. "O secretário-geral …

Israel identifica cidadãos que não foram vacinados. Na Galiza, quem recusar vacina arrisca multa

O Parlamento israelita autorizou esta quarta-feira o Ministério da Saúde a comunicar às entidades públicas do país as identidades de pessoas não vacinadas contra a covid-19, levantando preocupações sobre a privacidade dos cidadãos que recusam …

Testes por saliva usados em eventos-piloto antes de festivais de verão

Os agentes ligados a festivais e concertos e a Direção-Geral de Saúde (DGS) vão realizar várias experiências-piloto para se perceber em que moldes se podem concretizar os festivais de música no verão. Uma das ideias é …

Mais 49 mortes e 1.160 casos de covid-19. Há menos doentes internados do que no Natal

O boletim divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que foram registados 1.160 novos casos de covid-19 em Portugal. Nas últimas 24 horas, morreram 49 pessoas. Portugal registou, esta quinta-feira, 1.160 novos casos de …

Bruxelas vai rever regras de uso de telemóvel em roaming

A Comissão Europeia vai rever as regras sobre o roaming do telemóvel, ajustando as tarifas máximas e aumentando a transparência, tendo em vista que o regulamento em vigor caduca a 30 de junho de 2022. Segundo …

Amnistia Internacional retira estatuto de prisioneiro de consciência a Navalny

A Amnistia Internacional anunciou que não pode considerar o principal opositor russo um "prisioneiro de consciência" devido a algumas declarações nacionalistas e xenófobas feitas por si no passado. Esta informação foi revelada, na terça-feira, pelo jornalista …

CGTP volta à rua com concentrações nos distritos e greves e plenários nas empresas

A CGTP vai voltar à rua pela valorização dos salários e do emprego e o respeito pelos direitos individuais e coletivos. A CGTP volta à rua com uma Jornada Nacional de Luta descentralizada para exigir melhores …