“Valeixo sai nessa semana. Isto está decidido”. Depois do vídeo, divulgadas mensagens de Bolsonaro

Isac Nóbrega / PR

Depois de ter sido revelado o vídeo da reunião em que o Presidente do Brasil tenta trocar o comando da Polícia Federal, a imprensa brasileira divulgou mensagens escritas que podem comprometer Bolsonaro.

As mensagens divulgadas por vários jornais brasileiros comprovam que, no vídeo da reunião, o Presidente do Brasil Jair Bolsonaro estava a falar a propósito de Maurício Valeixo, diretor-geral da Polícia Federal, que já anteriormente tinha tentado afastar.

“Moro, o Valeixo sai essa semana”, escreveu Bolsonaro. “Isto está decidido”, escreveu numa segunda mensagem, no espaço de segundos. “Você pode dizer apenas a forma”, continuou o presidente brasileiro. “A pedido ou ex-ofício”.

Em resposta, o antigo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, repondeu apenas: “Presidente, sobre esse assunto precisamos conversar pessoalmente. Estou à disposição para tanto”.

Dias depois, Sergio Moro demitiu-se, altura em que denunciou “pressões inaceitáveis” por Bolsonaro em relação à Polícia Federal, um órgão autónomo subordinado ao Judiciário, embora o seu diretor seja nomeado pelo Presidente da República.

Em causa está a conversa gravada numa reunião de ministros, ocorrida na sede da Presidência, em Brasília, e que foi citada no depoimento de Moro, que acusa Bolsonaro de alegada interferência na Polícia Federal. Na reunião, Bolsonaro teria exigido a troca do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, a fim de evitar uma investigação a familiares e aliados.

A Advocacia-Geral da União (AGU) brasileira, órgão que defende o Executivo em processos judiciais, defendia que apenas fossem divulgadas as falas de Bolsonaro, mas a defesa de Moro pediu a divulgação total do conteúdo do vídeo.

Na sexta-feira, o pedido foi concedido e o vídeo divulgado na íntegra. Na reunião, após afirmar que não recebe informações da Polícia Federal nem de outros serviços de inteligência, Bolsonaro confirma interferência: “É uma vergonha. Eu não sou informado e não dá para trabalhar assim. Por isso, vou interferir. Ponto final.

Bolsonaro ameaçou interferir na Polícia Federal e disse que não ia esperar “f.” alguém da sua família ou dos seus amigos para tomar providências.

Por outro lado, Bolsonaro disse que o vídeo não apresenta “nenhum indício” da sua alegada interferência na Polícia Federal, acrescentando que “mais uma farsa foi desmontada”.

ZAP ZAP //

 

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Este, com o tentar “meter os dedos pelos olhos dentro” dos que – felizmente – não são como ele, faz-me lembrar o Salazar, embora o António fosse mais discreto.

  2. Talvez vá fazer companhia ao Lula !………….mas a seguir ..quem ?????. Aí é que está o problema ! . Os Brasileiros deveriam começar a por um anuncio nos Jornais “Procuram-se candidatos a Presidência da Republica” . COMPETÊNCIAS : Exige-se no mínimo a 4ª Classe, Registo Criminal (idoneidade), de preferência Solteiro sem filhos e Amigos (evita nepotismo), culto (evita verborreias) e de ideologia altruísta . …… Não vai ser fácil encontrar !!!!!!

    • Pois, de facto parece ser verdade.
      Que ao menos o cargo de presidente sirva como antecâmara para a prisão, e que a transição seja rápida.
      Sempre serve para libertar a sociedade de alguns criminosos. Um trabalho hercúleo, é verdade, mas na direcção certa.

RESPONDER

Há falta de sedativos em hospitais brasileiros. Médicos intubam doentes "conscientes"

Estão a surgir vários relatos de profissionais de saúde brasileiros forçados a intubar pacientes sem o auxílio de sedativos. No Brasil, de acordo com a Associated Press, há profissionais de saúde a intubar pacientes sem recurso …

Governo acusado de financiar queima de resíduos recicláveis com 50 milhões de euros

A associação ambientalista Zero acusa o Ministério do Ambiente de utilizar 50 milhões de euros do Fundo Ambiental para financiar a queima de resíduos recicláveis em Lisboa e Porto, indo contra a nova legislação sobre …

Zimbabué. Sem nacionalidade reconhecida, milhares de pessoas lutam de forma desigual por educação e saúde

Centenas de milhares de pessoas no Zimbabué foram marginalizadas e forçadas a lutar de forma desigual pelo acesso à educação, saúde e habitação, porque não têm nacionalidade reconhecida pelo país, acusou um relatório da Amnistia …

Nova Entidade para a Transparência volta a derrapar. Só arranca em 2023

A nova Entidade para a Transparência, o organismo para fiscalizar políticos e altos cargos públicos aprovado em 2019, só deverá arrancar em 2023. A previsão foi avançada por João Caupers, presidente do Tribunal Constitucional (TC), numa …

Bicicleta de Taremi vence prémio de Golo da Semana da Champions

O golo do avançado iraniano, marcado nos instantes finais do jogo contra o Chelsea, que ditou a eliminação do FC Porto da Liga dos Campeões, foi eleito o "Golo da Semana" na prova. "Este chuto espetacular …

Governo levanta suspensão de voos essenciais de e para Brasil e Reino Unido

O Governo levantou, esta sexta-feira, a suspensão de voos com origem ou destino no Brasil e Reino Unido, mas apenas para viagens essenciais.  Os voos com origem ou destino no Brasil e Reino Unido vão …

A Liga dos Campeões vai mudar: mais equipas e um formato inédito

O comité de competições da UEFA reuniu-se esta sexta-feira para aprovar o novo modelo da Liga dos Campeões. O novo formato vai vigorar entre 2024 e 2027. Embora ainda não tenham sido avançadas informações oficiais, o …

Depois do Sofagate, agora é von der Leyen quem está a ser acusada de quebrar o protocolo

Diplomatas da União Europeia dizem que a presidente da Comissão Europeia quebrou o protocolo, uma vez que foi o seu chefe de gabinete que respondeu ao convite da Ucrânia para que marcasse presença na cerimónia …

Há uma "possibilidade real" de trocar capitalismo pelo socialismo no século XXI, diz PCP

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, assinalou na quinta-feira os 150 anos da Comuna de Paris com um discurso de fidelidade ao ideal comunista e definiu a "substituição do capitalismo pelo socialismo" como uma …

Moçambique. Ministro da Defesa diz que ataque a Palma não coloca em causa exploração de gás

O ministro da Defesa de Moçambique, Jaime Neto, disse esta quinta-feira que o ataque à vila de Palma não coloca em causa o projeto de exploração de gás natural liderado pela petrolífera Total em Afungi, …